quinta-feira, 31 de março de 2016

Livro Encontre-se de Bezerra de Menezes


Adquira já o seu exemplar por apenas R$ 19,90, a venda pelo site: http://www.soloneditora.com.br/. Entrega em todo Brasil, consulte o frete.

Sexualidade




Filhos e filhas,


Ao longo do tempo e das civilizações a sexualidade tem sido pauta de indagações quanto ao seu universo e uso por parte dos homens que se bendizem dos prazeres carnais tendo em vista a continuidade da vida e a satisfação energética quanto a sua pratica.

O tema para alguns povos é tratado com respeito e crenças típicas, a outros com liberdade e excessos que podem levar a consequências diversas quantos aos atos e desejos. Compreendendo que tudo é possível, mas nem tudo nos convém. A divindade tem proporcionado a amplitude nesta discussão, afinal, é licito ou não praticar o ato sem a intensão da renovação da vida humana? De certo que o espiritismo e os nossos irmãos de importante elevação não se posicionam contra ou a favor, não são taxativos quanto algumas vertentes que costumam impor em seu regramento dogmático. A priori o livre arbítrio permite aos homens a liberdade para com os seus feitos, e consequentemente o impacto dos atos praticados. Aqueles que regram a sua sexualidade com padrões doutrinários e mesmo tradicional são dignos do mais profundo respeito por toda a sociedade, e se obedecem tais quesitos e se os tornam seres do bem na sua fé, que continuem nos seus costumes. E saibam que não há certo ou errado, o que se aconselha é de se evitar os excessos, ter equilíbrio, discernimento e cuidados típicos, pois todo exagero podem levar a consequências serias e donosas como aqueles que diante uma situação delicada e por consequências de suas vontades possam levar a crimes contra as leis divinas como a interrupção de uma gestação a partir da geração, pois aquele irmão que desejas vir é digno de sua encarnação e das oportunidades a evoluir, mesmo que enfrente dificuldades materiais, mas possíveis de serem contornados.

Tem-se discutido a união de irmãos de mesmo gênero que acaba indo de encontro aos padrões e mesmo comportamentos sociais de uma comunidade diante conquistas históricas, afinal, o que é certo ou errado? Afinal, o amor em suas varias manifestações devem ser limitado pelo sexo? Ou pode ser praticado de todas as formas com liberdade permitindo aos seres à cumplicidade e de se tornarem livres e bons naturalmente? Afinal, para o amor há regras, padrões e manual?

A discussão em pauta é ampla e não há uma definição exclusiva que se possa definir como aquela do ideal, assertiva e ou negativa, cada grupo e cada ser tem as peculiares convicções que devam ser respeitadas, como deseja que as suas tradições também sejam. E quem de fato pode julgar o comportamento humano é o Criador, que relaciona todos os atos e sentimentos praticados tendo como consideração toda a obra humana não incisiva e restrita as opções particulares. E aquele que pauta a sua vida pelos padrões determinados, éticos e ditados pela sua sociedade estariam isentos dos erros e do pecado? Enfim, o que está certo ou está errado?

Deem valor, conserve e zele por aquilo que lhe fora emprestado em confiança ao teu espírito evoluir. Lembrando que tudo é possível, mas nem tudo nos convêm.

Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

31/03/2016.

quarta-feira, 30 de março de 2016

Queria ser rico, mas descobri que era milionário



Filhos e filhas,

É comum recebermos nas colônias irmãos que voltam após a sua jornada planetária em situação de tristeza, de angustia e mesmo de revolta para com os sonhos interrompidos e aqueles não realizados. Para muitos há necessidade de um instante a mais a reparar uma vida em um único momento, pois não aproveitara e desfrutara do que tinham disposto.

Em uma destas experiências me chamara à atenção a situação de um senhor de aparência triste e que chegara os meus cuidados após resgates do vale suicida. Sua vida então no planeta havia sido modesta, e a todo o momento sonhara com a abundância material que nunca viera, apostara nas loterias, fazia favores, trabalhos avulsos, mas nunca conseguia o conforto que tanto sonhara. Ao conhecer do seu prontuário existencial, tive informação que em uma vida regressa praticava a agiotagem, bens eram sequestrados e usurpados de pessoas que não poderiam sanar as suas dívidas e ou mesmo atrasara alguma prestação era implacável no seu negocio e famílias foram à miséria pode conta de sua pratica.

Na ocasião de seu desenlace este sofrera com a perseguição e a ira de muitos que desejavam vingar-se, pois por desalento e vergonha estes cometera o crime mais afrontoso contra o criador, o cessar de sua encarnação por livre arbítrio. E durante um período considerável sofrera com a vergonha dos seus feitos e como a cólera de muitos que perderam seus bens. Após um período de sofrimento se arrependera e pedira perdão e clemencia ao Criador e que de pronto fora atendido e resgatado por aquela que seria sua mãe biológica naquela ocasião. Recebera a época toda a atenção e instrução, mas para se purificar haveria de renascer nas condições de dificuldades e sem poder para prejudicar outrem e ou mesmo retirar bens que não lhe pertenciam.

No tempo determinado voltara ao seio da Terra, teve uma infância difícil, marcado por doenças e privações diversas. Na fase adulta muitas dificuldades e suor para o mínimo sustentar-te e a sua família constituída. A revolta de não poder desfrutar do conforto de outrora, trouxe ao teu espirito a raiva e cólera para com seus entes mais próximos. E passara então a praticar deslizes imorais a barganhar vantagens e muitas delas ilícitas do ponto de vista social. Cobrava taxas e serviços de pessoas além do justo, e se alguém não tinha condições de arcar com os valores pedidos, este realizara tal tarefa, mas de ínfima qualidade. Perdia o seu ordenado em apostas o que levou a ruina sua e de sua família por conta da ganancia levando-o ao cessar de sua vida planetária pelo autoextermínio, lembrando, o crime mais afrontoso contra o Criador.

E após seu ato voltara novamente ao sofrimento mental e espiritual, pois o seu inconsequente ato levara a sua família a degradação e a sua oportunidade desperdiçada. E após clemência ao Criador fora novamente resgatado. E ao chegar às câmaras o seu choro era incontrolável e contínuo do arrependimento, pois lhe fora dada a chance de saldar débitos pretéritos, e por individualismo, soberba, vaidade e orgulho que se deixara contaminar com as facilidades mundanas e sua fraqueza cometera os excessos e a falência de sua encarnação.

Após os cuidados e também de acalma-lo e ter ciência da sua nova condição este arrependido se expressara a mim: “Amigo apenas queria ter sido um homem rico, mas após este tempo de sofrimento pude descobrir que em todo este tempo e em todas as experiências eu era milionário e não sabia, dava valor a matéria, ao dinheiro, ao status, ao poder, queria ser reconhecido e até mesmo temido, detinha eu sempre o conhecimento, tive família e instrução, e além de tudo tive a oportunidade de mudar para melhor, mas fui fraco e fiz pessoas sofrerem, e tudo isto porque nunca tive paciência para saber e escutar das coisas de Deus que certamente poderia ter me dado outro rumo em minha vida, por isto o meu choro e todo o meu sofrimento foi justo e merecido e espero da bondade de Deus ter um dia a oportunidade de reparar todos os meus enganos”.

Este fato me fez compadecer e coloca-lo ao aprendizado aos valores de Deus e de todos os seus elementos que não estão limitados às doutrinas, mas expressadas no caráter de não fazer pelo outro aquilo que não quer que aconteça com você e para com os seus; e fazer pelo outro aquilo que quer que as pessoas façam por você, e se não fizerem o que espera, faça você a sua parte.

A qualidade do futuro está na atenção e nas oportunidades do presente em que estamos, compreendam que amanha não existe, por isto desfrute e faça valer a pena agora. Já é um milionário a partir do momento que passara a existir, pois fora originado do amor incondicional de Deus, e de sua obra o instrumento a chegada eterna. Não espere que tudo fique a contento, não deixe as oportunidades de agora esvair-se de suas mãos. Ame, perdoe, comungue, sorria, aprenda, ensine, trabalhe, dê de graça o que recebera de graça, ore, confraternize e faça único cada instante em toda a sua eternidade.

Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.
30/03/2016.


terça-feira, 29 de março de 2016

Bom humor



Filhos e filhas,

A alma se alegra diante a presença do mestre amado; a alma se encanta com todas as belezas ao redor; a alma se eleva com dom da vida e da existência; a alma é grata pelas oportunidades sagradas; a alma é feliz por poder voltar atrás e refazer o caminho de enganos e triunfar na gloria eterna.

Encontramos neste vasto universo aqueles irmãos desencorajados e tristes diante as tormentas que enfrentam em sua rotina. A particularidade existencial é marcada pelo encontro do destino que nós mesmos produzimos, e nada acontece no cenário da vida sem que tenhamos responsabilidade determinante para com a realidade atual. Afinal não há de colhermos rosas se plantarmos cravos.

Compreende-te que diante os obstáculos a serem superados e labirintos da vida a serem estudados, é preciso analisar fatores fundamentais para a caminhada, nada é impossível que com disciplina e fé possam ser superados com paciência. Se cair levante; se chorar enxugue as lagrimas; se está cansado descanse; se esta em dificuldades peça ajuda; se esta triste sorria. O erguimento da alma depende exclusivamente do ato e da busca a promover o bem estar. Entenda que no progresso existencial do espírito não há mais tempo para lamentação, é preciso avançar resistente e forte ao proposito eterno, se tem o objetivo a eternidade, continue a caminhada, mesmo que cruz esteja pesada, pois sempre terá uma mão a aliviar este peso.

Caso não esteja seguro na fé de que Deus o beneficia, observe ao seu redor e analise sinceramente. Faz-se a leitura desta proposição é porque tiveras a oportunidade ao aprendizado; se alimentas todos os dias é porque tens os recursos necessários a suprir as suas necessidades; se tens um teto a acolhê-lo é porque teve méritos; se andas para todo o lado é porque tens os pés sadios a lhe conduzir; se tens uma profissão é porque buscara e favorecera a ti e a teu semelhante; se possas ouvir é porque tens o favorecimento ao som da vida a poder buscar o seu rumo; se tens o olfato é porque tens a sentir o perfume e o oxigênio para a manutenção da vida; se tens uma família é porque te ama como é, e que te acolhe na sua necessidade de evolução, apesar das desavenças; se posas pensar é porque tens o discernimento e o arbítrio a escolher para onde caminhar; se tens um corpo físico é porque teve a oportunidade de renascer a progredir sempre.

E o que ainda falta? Algo material? Podes trabalhar e logo adquiri. Tens um sonho e alguém lhe disse ser impossível realizá-lo, onde esta a sua fé e a confiança em ti e em Deus? Afinal sonhos não morrem e tendo vontade vá e conquiste, mas para isto é fundamental paciência, equilíbrio e crer em ti mesmo e na sua capacidade que o Criador lhe proporciona, pois com perseverança alcançará.

Não creias que estas no lugar errado e ou em tempo equivocado, estas sim no lugar e no momento certo, mesmo que acredite ao contrario, afinal, é o Pai que nos rege e nos conduz, por isto aproveite a oportunidade a fazer o melhor que possuis e evolua.

Conseguiras com bom humor a qualidade para a sua edificação, aproveite o instante sagrado para sorrir, emocionar, dialogar, orar, progredir, trabalhar, divertir e amar sempre.

Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

29/03/2016. 

segunda-feira, 28 de março de 2016

Julgam-te



Filhos e filhas,

Não te encolerize aos que te julgam e praticam a injusta sentença do preconceito e que queiram prejudicar-te quanto às características do seu estereotípico sob o impacto de sua presença no aspecto que o identifica.

Aqueles que professam proposições sobre ti ou contra outrem não sabem o que dizem, assemelham-te a multidão inflamada e corrompida que condenaram e crucificou o Mestre Jesus sob a herege dos fariseus, saduceus e escribas.

E diante a cólera alheia não percam a qualidade que o Criador que lhe ofertou, sejas virtuoso e superior como Jesus, perdoe os teus inimigos amando-o como um espírito enfermo que requer os medicamentos para suas necessidades. Entregue os seus julgadores a justiça divina que te fará justo sob os homens e amado da divindade, continue a caminhada certa sem virar-te para traz o que poderia tornar-te uma estatua de sal; aquele que estagna ao seu tempo e nada poderá removê-lo do lugar; ficando a deriva no espaçar do tempo restando às dificuldades do caminho de um instante perdido ao qual não se sabe quando lhe será novamente oportuna.

Tenhais a consciência de tua obra e os seus sentimentos livres para contigo e para com o Criador, se praticas o evangelho e colocas em pratica os teus mandamentos cumpri com a vontade do eterno, e aos que lhe apontam defeitos e erros sob a autoridade do egoísmo, da inveja, do orgulho e da vaidade não acredites, pois conheces e sabes da tua verdade, use das mentiras e das conspirações usadas contra ti como a lição fundamental da superação e pavimentar da sua felicidade.

Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

28/03/2016.

quarta-feira, 23 de março de 2016

Tesouro Inestimável



Filhos e filhas

Na sociedade material é comum o acumulo de bens associados como forma de status, poder e mesmo de sentimentos e comportamentos frente à comunidade. E muitos, mesmo esbanjando os seus pertences e posses, tende a escondê-los e guarda-los e mesmo não podendo usufrui-los com liberdade com o receio de serem furtados e ou sofrerem represálias diversas por conta destes bens.

Então é errado acumular estes e outros bens materiais? De forma alguma. Os bens que conquistados através dos esforços e da dedicação coroam-se com a aquisição do conforto promovido como fruto do resultado meritório. O conselho é que ao mesmo tempo em que podemos acumular bens, não esquecer de valorizar e expor o maior dos tesouros, aquele que nasce em cada um de nós, ou seja, os dons do espírito santo de Deus nas virtudes da permanência e construção do bem.

Bens matérias não traduzem os verdadeiros valores que o espírito deve manter e conquistar no universo de Deus. Possuir ou não possuir determinados pertences não auxiliarão o irmão no progresso e ou na sua evolução verdadeira na sociedade eterna, poderão prestar auxilio, como na caridade e na servidão alheia, mas não é o principal condutor das almas por toda a eternidade.

Um irmão pode acumular bens e títulos ao longo de sua estadia planetária, mas poderá estar solitário e muitas vezes cercados de irmãos interessados nas vantagens que poderão dispor; enquanto em uma simples maloca pouco se tem para viver, mas amor e paz preenchidos com sorrisos espontâneos e diálogos puros e serenos dando acalanto as almas e a vida. E neste proposito poderá haver irmãos abastados e que vivem cercados das maiores virtudes do homem, e um irmão desfavorecido perdidos e desviados do caminho pelas estradas longas e tortuosas do engano.

A qualidade do indivíduo no universo é refletida nos bens que se acumulam na alma e que, por onde caminhar, o acompanhará como ferramenta fundamental para novas e eternas conquistas propiciando as oportunidades do presente a ter consigo as graças que são conquistadas pela vontade e pelas virtudes sagradas, são os sentimentos e os atos que perpetuam no espírito oferecendo o primor do estagio da felicidade maior aonde nenhum diamante, nenhum ouro ou qualquer demais preciosidade poderão compra-la.

As virtudes do espírito santo de Deus exposta na estrutura humana que nos completa são os verdadeiros e únicos tesouros com os quais havemos de preserva-la para sempre, são estas as fortunas que nunca poderão ser furtadas ou roubadas, pois nos pertence assim como a consciência.

A riqueza do espírito santo de Deus, ou seja, a nossa é:
A fé que nos instiga o impulso ao trabalho e a pratica do bem e do amor que nos faz crédulos das promessas do Pai e servos do Verbo no caminho da salvação pessoal e alheia;
A esperança de alcançarmos a plenitude de Deus com todos aqueles que amamos e que são importantes em nosso desenvolvimento eterno;
A caridade que amplia o entendimento as necessidades do outro e também a nossa em compreender que somos iguais nas fraquezas e plausíveis de melhorias. Desprender e desapegar de sentimentos odiosos e falíveis que não traduzem a verdadeira prosperidade;
A prudência para não julgar a vida e o teu semelhante injustamente assim como não desafiar o Criador quanto às provas e expiações, ser prudente no trabalho e nas obras divinas, ser atento para não cair nas tentações da ganancia que cegam as ovelhas de Deus ao sentido do bem;
A justiça que nos faz merecedores da graças eternas, que nos faz creditar a quem é devido as conquistar e a colheita do que plantamos;
A força para caminhar com as oportunidades vencendo os obstáculos e as tentações malignas na perdição da mentira e toda sua oferta;
A temperança para não incorrer nas indiscrições e nos excessos noviços que podem leva a solidão e a tristeza, como a perda das oportunidades. Buscando o equilíbrio traduzido na paz e no estagio de alegrias;
A sabedoria a prestar com eloquência a vontade de Deus a serviço das virtudes do universo, amando, perdoando, compreendendo, auxiliando e doando;
O conselho a passar ao outro o seu conhecimento sem corromper e também absorver o conhecimento de teu semelhante a tornarmos virtuosos divinos;
A inteligência em utilizar-se do discernimento disposto pelo bem da família e de toda a sociedade que o acolhe; desfrutar da inteligência transformadora como o estudante dedicado ao seu proposito, os pais responsáveis na condução ao bem de seus filhos, o filho honrando seus pais, ser o amigo fiel e grato, ser um bom profissional na sua capacidade e habilidade, ser um bom governante na condução de sua nação, ser um bom sacerdote na preservação do evangelho de Cristo sem interesses sórdidos e ambiciosos;
A ciência para transformar os recursos naturais, morais e espirituais do homem a serviço da prosperidade coletiva ver-se converter as maldades em bondade, a mentira em verdade, o ódio em amor, à ofensa em perdão, o adultério em lealdade, o choro em sorriso, a tristeza em alegria, a descrença na fé;
A piedade em fazer pelo outro aquilo que gostaria que fizesse por você, não fazer ao outro o que não gostaria que fizessem a ti e aos seus, não humilhar, não desprezar, não destratar por qualquer motivo;
O temor a Deus fazendo a vontade celeste o proposito da evolução fraterna e coletiva sem o medo de chegar até o Pai, vá até ele agora mesmo, afinal, pertencemos ao seu organismo divino, por isto o Criador compreende todas as necessidades e fraquezas humanas, como as virtudes praticadas. Ele fará a sua parte o melhor para crescermos mesmo diante as dificuldades mantendo as oportunidades para mudarmos, e a nós cabendo fazer a nossa parte, ou seja, atitude.

Mostre a todos a sua melhor riqueza, exponha a todos o seu mais inestimável tesouro que são as virtudes do espírito santo em que fortuna nenhuma terá o poder de adquiri a você. Não tenha receio de ofertar o seu tesouro com o receio que possam toma-lo, afinal  o que o Criador lhe ofertou é exclusivamente seu, por isto faça o melhor e não priva teu irmão ao seu reluzir.

Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.
23/03/2016.


terça-feira, 22 de março de 2016

Perdoar



Filhos e filhas,

A vida é a escola do aprendizado permanente do amor. Virtude consagrada de Deus que nos permite caminhar livres e serenos pela estrada existencial nos permitindo coroar o objetivo da felicidade e da paz ao lado daqueles que zelamos pela convivência por mais um instante.

Aqueles que não estão conosco momentaneamente e que partem antes, é traduzido pela saudade que emanamos de esperança ao reencontro. É o tempo de sentir o quanto amamos e muitas vezes não desfrutamos o suficiente para amenizar a grande dor da partida repentina pelos que voltam para o plano espiritual quanto os que retornam ao planeta pelo processo encarnatório em que todos viverão o processo evolutivo da morada eterna.

Quando não desfrutamos da máxima convivência daqueles que amamos diante a prática nefasta dos sentimentos odiosos pelos interesses primitivos da conduta, carregaremos um fardo muito pesado na consciência e em nossa alma diante as oportunidades perdidas pelo orgulho e pela vaidade em querer ter razão a sermos felizes de verdade, quantas vezes furtamo-nos das oportunidades sagradas do convívio pacifico e sereno por conta da individualidade inflamada e da magoa soberba que poderiam ser sanada com humildade e um simplificado perdão.

Compreendam todos que não somos anjos e muito menos demônios como muitos ainda queiram nos qualificar pelo comportamento e pelas atitudes diante a crença, tradição, costumes, etnias, nacionalidades e escolhas, somos sim espíritos em múltiplas experiências humanas em busca da felicidade plena de paz ao convívio do Criador com aqueles que amamos de verdade.

E importante evidenciar que não estamos limitados no amor à família e aqueles que estão na medula de nossa intimidade, este sentimento deve-se espalhar como as partículas de Deus a tocar a face de nos levitar nas virtudes sem olhar a quem. E se o anseio é fazer parte do banquete sagrado de Deus olhe para o outro como realmente irmãos que são essências para a base da eternidade, começando por perdoar setenta vezes setenta vezes quantas forem necessárias, pois que não perdoa estará sentenciando a própria solidão.

Perdoe o seu semelhante, perdoe os equívocos de seus familiares, afinal são crianças como você que evolui no tempo a mesma direção. Somos irmãos que amadurecem com coletividade, somos unidades de Deus em busca da dignidade humana em harmonia. Desfrute o melhor que a vida lhe proporciona amando e perdoando para também ser amado e perdoado.

Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

22/03/2016.

segunda-feira, 21 de março de 2016

Proponente ajuda



Filhos e filhas,

Um dos pilares sustentadores da caridade é o de propiciar o auxilio ao teu semelhante naquela necessidade em que porventura se encontram, seja pela busca pelo conhecimento, como de sua sustentabilidade em diversos patamares de sua exclusiva evolução.

Necessitamos de todos para o desenvolvimento intimo e de toda a humanidade neste universo divino em que somos regidos pela orquestra dos anjos de Deus em perfeita filarmônica de nosso eterno espetáculo, a vida.

Prestar a solidariedade ao teu irmão vai além de subsidiar as suas necessidades materiais, afinal, não somente do pão vive o homem, e sim de toda a palavra. E o que está escrito nesta palavra? De certo um dos pilares de nossa regência, “faça a sua parte que eu te ajudarei”. E nesta proposição está a base moral e humana perante a face do Criador diante a sociedade em que pertencemos.

Propor ajudar não é fazer por aquele o que lhe cabe como tarefa e missão; ajudar é proporcionar o acender do conhecimento para a busca do exclusivo progresso; ajudar é ensinar o teu semelhante a pescar sem ter de colocar a isca ao anzol a todo o tempo; ajudar é mostrar ao outro como se procede em colocar em pratica o conhecimento adquirido.

O auxilio prestado ao teu semelhante pelo clarear de sua competência proporcionará algo inestimável para o seu progresso, o do conhecimento de caminhar com as ferramentas ao acervo de sua posse a desbravar o universo da vontade e de sua necessidade.

Não furte ao teu próximo à luz que te ilumina, compartilhe o bem que nunca lhe faltará, mostre ao teu irmão onde está o brilho de sua própria existência. E saibam todos que somos luzes de Deus a iluminar a estrada da coragem e da salvação diante as trevas do pecado que insistentemente visa fazer sombra no iluminar de nossa estrada ambicionando ofuscá-la no breu do preconceito e da inércia quanto ao desenvolvimento solidário ao bem comum e do equilíbrio.

E aquele irmão que diante os auxílios recebidos não reagirem e fizer a sua parte para melhorar, caber-lhe-á do mínimo para sua subsistência dependente da humilhante tarefa de pirangar as migalhas de uma sociedade em que em sua ampla resposta não será complacente para com as suas necessidades.

Construa as pontes eternas das oportunidades a ter consigo as passagens livres e seguras para a felicidade devolutas das quedas no abismo das tristezas, favoreçam em ti e a todos as possibilidades a alegria e a disposição para o bem que está em si mesmo.

Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

21/03/2016.

sexta-feira, 18 de março de 2016

Profissão de fé



Filhos e filhas,

Professar a fé é a graça exclusiva manifestada da vontade a tornar homens os mensageiros do Senhor na pratica do amor e no sentimento de vencer o mundo com as ferramentas disposta deste instituto. A fé é a crença no Senhor na sua possibilidade de alcançar todos os seus objetivos, entre eles de ser feliz.

A fé é a virtude sagrada como demais sentimentos espirituais expressos a vida e aonde não poderá ser encontrada nas prateleiras bibliográficas, há-se teorias, e muitas, mas a pratica é o conforto pessoal das ações em que cada emana o amor e a paz particular a todas as nações como força a modificar o que desejar e buscar os melhores laços da vida ao alcance do ponto mais alto de Deus, a paz e a felicidade.

E o que é essa tal felicidade? Não há definição. Certamente é o de fazer o que mais gostamos e que não prejudiquem a outrem. E o que mais gostamos? Traga em você a sua resposta. Como posso manifestar a minha fé? Trabalhando incessantemente em busca dos seus sonhos e objetivos, mesmo que demore a desfruta-los. Posso ter algo para praticar a minha fé? Sem duvidas. Podemos nesta existência ter como instrumento diversos recursos para manifestar esta graça, uns a depositam em um amuleto, em uma tradição e costumes doutrinarias, em um irmão e ou um profeta em que admiramos e nos inspira a sermos melhores, em objetos diversos que tem como bandeira a busca pelo seu resultado, e enfim, a fé pode ser manifestada e proclamada de todas as formas, mas sem tê-los como algo superior ao Criador, pois sabemos que ele é o maior de todas as coisas, e a forma em que chegaremos a ele, bem como nos teremos a ele é de livre arbítrio e alcance.

Compreenda e respeite a fé alheia, pois não há aquela que possa ser melhor ou menor do que a sua, todas são perfeitas aos seus exclusivos que os tornam bons servos de Deus ao mesmo sentido, vá em frente e faça o melhor, remova para onde desejar as montanhas de seus sonhos à eternidade perfeita.

Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

18/03/2016.

quinta-feira, 17 de março de 2016

Quem esta ao seu lado?



Filhos e filhas,

Compreende-se que no momento da reencarnação o espírito terá novas experiências na matéria e terá destinado à consciência do local e da família que o abrigará ao longo de sua jornada e independente do tempo de permanência.

A sua necessidade é também a do nosso semelhante, e evidente com as premências diversas, mas no rumo à mesma direção. O lugar e a família que nos receberão estarão vinculados por toda eternidade, mesmo que ajam escalas hierárquicas diferenciadas e posições alternadas, mas que necessárias para o eterno desenvolvimento. E saibam que não há como mudar as origens, e sim modificá-las melhorando os equívocos desde que estejam dispostos.

Em seguida conheceremos demais irmãos que farão parte de nossa história e que estarão progredindo no planeta, e neste proposito conheceremos pessoas, lugares, ambientes, nações, costumes e tradições como algumas que virão de encontro aos ideais proclamadas e demais equiparadas.

E neste caminho estaremos diante a todas as formulas e estilos de escritas biográficas e ao qual haveremos de respeita-los assim como exigimos, afinal a fé é um horizonte de oportunidades a formar o homem de bem. E para Deus a liberdade que nos é disposta é o arbítrio a trilhar os caminhos a que queremos atingir neste universo, e se o modo que conduz o seu destino não traz prejuízos e ofensas a ti, a Deus e ao seu semelhante, e o torna um espírito feliz e prospero, siga o seu curso natural e colha os seus frutos. E haverá também nesta vereda sagrada o encontro com as forças maléficas a todo o instante querendo usar o homem a perder o próprio homem na falência da sua felicidade e da sua salvação. E neste propósito havemos de nos proteger na fé e em Cristo a não desgarrarmos do único pastor que nos conduz a morada eterna.

Podemos não escolher unilateralmente o nosso lugar e a nossa família, pois tudo já está traçado ao nosso desenvolvimento e que de alguma forma escolhemos pelos feitos praticados nos caminhos já percorridos, e com os quais temos diretamente o compromisso de reparar os erros e acertar moralmente para um bom ambiente coletivo.  E há o arbítrio de escolher aqueles irmãos amigos que estarão junto conosco; assim como Cristo que escolheu os doze apóstolos a prover a boa nova; e que unidos à base familiar ao núcleo social formaremos o conceito da vida e o resultado fundamental de nossa prestação, pois havemos de unir-se ao bem para promovê-lo. E aqueles irmãos que se afastam da linhagem do bem terão suas devidas colheitas disposta pela vontade e impactada pela justiça divina, mas com a oportunidade de fazer parte da seara de amor esforçando-se ao arrependimento e na disposição para mudar, como nós, que a qualquer instante podemos mudar os rumos e os equívocos promovidos pelas instâncias do preconceito e do pecado a que venham falir o homem.

Separe o joio do trigo e tenham em sua casta intima aqueles que poderão te tornar melhor e assim prover o melhor ao teu semelhante. Resistam às formulas pecaminosas quanto as oportunidades que lhe são oferecidas a ganancia e a tentação e ou pela oferta daquele irmão quanto as mentiras e as ruinosas ações e sentimentos do mal. E àqueles desviados tenham o compromisso de mostrar-lhe o caminho do bem e do arrependimento, afinal são espíritos doentes e que requerem atenção, como todos encarnados e desencarnados que não estão isentos de adoecerem diante as pragas do pecado e falirem a sua evolução. Tenham piedade e caridade para com estes, mostra-lhes o caminho da luz, e se não quererem não perca a fé e a esperança e também não se enfureça, pois quem está doente muitas vezes não reconhece as próprias enfermidades, e não há como força-los a aceitar a luz que brilha sobre o seu coração, afinal quem vive diante as trevas demora a se acostumar com a força da luz da vida, por isto paciência.

Promovam e construam o seu próprio ambiente com aqueles que queiram progredir, e tenham sempre a bandeira da paz hasteada no respeito e no amor na promoção da fé pessoal a serviço coletivo do social e do bem maior.

Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

17/03/2016.

quarta-feira, 16 de março de 2016

Família certa



Filhos e filhas,

Compreende-se que todos os elementos são pertencentes a um agrupamento familiar, os minerais, os vegetais, os animais e os homens todos pertencentes à unidade intima da fraternidade designado pelo Criador.

Os planos de Deus são perfeitos a sua proposta diante as necessidades de cada um na busca pelo aperfeiçoamento e pela edificação exclusiva a mundos felizes nesta realidade sagrada ao qual somos elementos importantes.

Desembarcamos no planeta com o propósito do desenvolvimento, somos concebidos e recebidos no seio ao qual eternamente estaremos vinculamos a denominada família.

Não há erros nos designo do Criador, mesmo que as exclusivas provas e expiações do entendimento se façam duvidas quanto ao clã em que somos acolhidos. Assim se equivalem as matérias aos quais havemos de superar e trabalhar na busca deste norte eterno da felicidade.

A história se inicia a partir da vontade divina que nos destina o habitat em que pousamos compostos pela liberdade de escolha e tendo a responsabilidade de designar o próprio caminho pelas vias oferecidas e cabendo-nos o discernimento pelas escolhas. E por todos os caminhos percorridos acumulamos créditos e débitos ao longo desta jornada que se equilibra na sorte do presente, e que ao longo do caminho formamos o enlace familiar a conduzir a prosperidade pelos mundos ao qual edificamos neste universo. São evidentes que os impactos gerados são atos praticados e inerentes ao momento atual, assim como na reparação dos enganos para com os nossos semelhantes que adentram a nossa história formando importantes personagens desta eternidade.

E não há como mudar o destino traçados das nossas necessidades e razões, pois somos perfeitos naquilo que é proposto pelo Pai.

Somos expostos aos irmãos aos quais os débitos se acumulam e que haveremos de estreitar os laços na pratica da tolerância e da paciência de amor e na condução da encarnação diante a missão da reparação destas dividas. Somos designados a este ambiente, e sim, estamos na família certa. Eis a razão de alguns membros da família viverem em conflitos contínuos, pois é a prova divina de amabilidade em aprender e equilibrar na convivência fraterna aos complexos resgates advinda de tempos conturbados de nossa espécie para com este irmão e o agrupamento pertencente.  

Equivalesse-se a este plano os indivíduos que se apartam dos laços sanguíneos por diversas razões e acolhidos por demais famílias do coração. As razões para este acontecimento estão sincronizadas ao propósito do destino em que há de vivenciar na expiação as provas de sua resistência e existência ao progresso para com a reparação dos seus enganos, assim como a nova família que assume o compromisso eterno de acolher filhos do coração ao auxilio de sua peculiar evolução.

O clã de Deus é formado na unidade do amor, afinal somos todos irmãos, e é esta a virtude que havemos de praticar por todo o horizonte ao qual somos designados.

Sejam gratos pelas suas origens e história. Não se revolte e não se entristeça caso os conflitos em seu lar desafiam a paz e mesmo o equilíbrio, afinal estagiamos na faculdade da vida a atingir a autoridade máxima do amor.
Entenda que não há como mudar um destino que nós mesmos escolhemos, assim como a família a qual pertencemos seja tradicional ou adotiva. Compreenda que é na unidade familiar que está à necessidade pessoal de purificação e edificação da alma no universo eterno de felicidade e amor. Não basta ser bom apenas para com o vizinho e os amigos, pois é no enlace intimo da cumplicidade que esta a verdadeira obra de edificação do amor e da resistência a todas as maledicências. Não falte para com os seus a máxima qualidade do amor, respeito, auxilio, aprendizado, ensinamento e perdão. Edifique-se na prosperidade fraterna.

Filhos entendam que, mesmo que haja conflitos permanentes, discussões e até mesmo rejeições será neste lar que encontrarão o abrigo, a proteção e a defesa, e é ela que te compreenderá. Saibam todos que mesmo a estirpe rígida é ela que te cuidará para sempre.

E neste grupo que nasce e vive a mais perfeita virtude do espírito santo, o amor.  Por isto não fujas da responsabilidade, respire fundo, tenha a calma e a tolerância, agradeça a Deus a oportunidade. E tente assim compreender a forma de expressar e demonstrar o amor por sua família a você, todos nós amamos de uma forma exclusiva e confortável, mesmo que não aja o imediato compreender e nasçam os desgastantes conflitos, mas você também tem a sua forma de amar e quer ser compreendido afinal.

 Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

16/03/2016.

terça-feira, 15 de março de 2016

Endereço certo



Filhos e filhas,

Entenda que ninguém desembarca no planeta em algum lugar e ou mesmo em uma família que possa considere-la errada. Somos todos direcionados a um ambiente e a uma sociedade certa a conduzir o próprio progresso. Por isto não indague a Deus por estar em um sitio mesmo que possa considera-lo aquém de sua considerável evolução, seja ela do nível social, cultural e ou intelectual.

A programação da encarnação é direcionada ao destino conforme os méritos da própria história. O cronograma vital, ao qual cumpriremos, é traçado em conformidade com todo o processo evolutivo no desenvolvimento da alma em prosperas habilidades junto à sociedade encarnada, assim como vivenciar matérias de aprimoramento e provas do espírito a expiar débitos que são acumuladas advindas de um longo período de equívocos em que a sorte o designou a realidade de sua existência.

Honre, agradeça e valorize a terra e a sua família, mesmo que adotada de coração, pois são estes os responsáveis por propiciar o auxilio quanto as suas oportunidades ao progresso. E também com todos aqueles demais irmãos anônimos e conhecidos que completam e são importantes no delinear de toda nossa história.

Por isto compreenda que aonde nascera e onde está neste instante é o seu ambiente propício e designado como parte essencial do desenvolvimento do seu destino. Compreende-se que muitos poderão sair de suas origens a conquistar novos espaços, mas a raiz da sua história nunca deixará de fazer parte do seu conto.

Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

14/03/2016.

segunda-feira, 14 de março de 2016

Auxiliadores do bem



Filhos e filhas,

Busquemos compreender a proposta do universo para com a realidade e as possibilidades dispostas a tornar digna e possível a vontade divina. Expor o conhecimento e tornando-se hábeis instrutores da palavra formam-se os auxiliares do bem rumo à universalização do amor e da caridade como os instrumentos fundamentais do espírito aos anseios da paz e da felicidade construtiva.

E qual a nossa função neste universo? Ser instrumento de Deus. E o que desta função devo fazer? A vontade de Deus. E o que recebo? A graça eterna. E caso não quiser cumprir para com este proposito, poderei fazer o que quero? De certo. Afinal o livre arbítrio é lei e dela a sua liberdade. E o que posso esperar? A proporcionalidade de todos os atos sentido e praticado. Vou ser castigado? Não existe castigo, e sim a colheita da sementeira de nossa vontade. Devo conhecer da palavra para ser salvo? Não somente, mas colocando em pratica o seu proposito, pois de nada adianta o conhecimento sem as atitudes. Então devo ser um religioso e ter uma religião para fazer cumprir a vontade de Deus? Não necessariamente. Entendam que os templos são instrumentos e um caminho importante a Deus, mas de certo o que pavimentará a estrada para o reino será as nossas exclusivas ações e sentimentos para com o a vontade de Deus na sociedade ao qual pertencemos.  E de certo que há irmãos nas trevas nos templos como fora, em que o ato da intolerância e do preconceito ainda impera sobre os preceitos dogmáticos e desrespeitos de muitos para com a busca e a fé alheia.

A interpretação da palavra e da vontade do eterno é amplificada em diversas linguagens. E intente-se de que não há como decifrar o empenho de Deus quanto às linhas eternas por uma única orientação. Há de buscarmos um objetivo que facilitará o conforto exclusivo aos atos a se praticar todo o bem e livres ao exame divino desde que a pratica suprema esteja sob a ótica do respeito e da tolerância. E caso não estejas de acordo com os ensinamentos e crença de se semelhante, busque a sua estrada, e se este estiver contrariando a força celestial somente o Criador poderá interpretar e julgar.

A todo o instante somos agraciados com auxiliares do bem. E seja o sacerdote não somente um líder, mas o mensageiro da paz que fará a todos os cordeiros de Deus a proposta da esperança.

Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

14/03/2016.

sexta-feira, 11 de março de 2016

Fazer a diferença



Filhos e filhas,

É notório que a busca pelo melhor em qualidade é alvo da cobiça em querer um melhor vestuário, uma melhor residência, um melhor salário, uma melhor refeição, e enfim, buscam-se o melhor a todo o instante. De certo que a qualidade do melhor produto terá os maiores valores por conta da sua qualidade de acabamento, de resistência e também da atenção disposta em determinado produto e ou mesmo serviço que justificará o seu valor. E neste mesmo molde encontramos utensílios de qualidade ínfima, com valores menores, e que propõe ao mesmo fim, mas que perderá a sua qualidade acentuadamente não resistindo à carga revelando o seu real padrão.

E nesta preposição equiparamos de forma relativa o comportamento e característica do homem frente à humanidade, em que a qualidade do seu ato será o seu real valor perante o universo. Ao contrario das marcas que não há como se desvencilhar da exclusiva qualidade, o caráter humano a qualquer tempo poderá ser reformando para melhor e o mesmo podendo ocorrer com aquele que prisma pelo melhor e que poderá se perder na miséria pecaminosa senão manter a oração e a vigília constantes.

Ser um bom cristão e de elogiável qualidade requererá a manutenção e evolução de sua predisposição na simplicidade e na humildade de coração a todo o momento. Poderemos ser alvo de admiração, mas de ser uma pessoa do bem. Admirar o teu próximo e dele instigar a vontade de melhorar é louvável, e claro que não há como querer ser idêntico ao outro, afinal somos seres únicos de vontades e tradições, mas sempre poderemos busca noutro um marco de amor.

A se tornar um bom cristão e obediente à vontade de Deus quererá o máximo de esforço pessoal, ter resistência às tentações malignas que deseja nos tornar cópias de suas amarras do pecado, ter a atenção para não cair às traças destrutivas a corroer a consciência e o melhor que se possui. Havemos de orar e vigiar a todo instante para que as pragas que rondam toda a estrutura humana não venham perder o que de Deus fora criado.

Lamentavelmente nos deparamos com a falsidade ambicionando se passar pelo que há de originariamente melhor, são estes os aproveitadores da boa fé física e espiritual a usurpar e ludibriar o outro se passando artificialmente de bom, mas com a qualidade aquém do original. Pois a imitação deseja ser bom como o de essência e quer se equiparar a poder ter o mesmo valor. E assim também é na conduta do evangelho, aonde muitos desejam ser um bom cristão, conhecer de toda a palavra, mas que praticam é o anticristo do preconceito, da intolerância, das barganhas inoportunas e indevidas contrariando cada mandamento do eterno ao seu egoísmo, ou seja, a fé se torna artificial e a busca falível.

Não é errado, pelo contrario, em querer ser um bom cristão e servo do Senhor, pois é divino e possível a todos, basta querer e praticar os esforços contínuos e exclusivos a todo o instante. E não queira ter de provar a outrem a sua melhor marca, afinal a todo o momento seremos julgados por comportamentos e demais características, preocupe-se em provar para si mesmo a sua qualidade, valorize as conquistas e exponha de melhor a sociedade a sua verdadeira marca.

O verdadeiramente bom cristão é obediente à vontade do Criador, é aquele que se utiliza do livre arbítrio para ser e fazer o melhor, mesmo que aja equívocos em algum momento, mas usa-o a favor exclusivo do bem, da reforma permanente do coração e das atitudes.

Compreendam que somos todos errantes em busca do acerto, e de fato haverá equívocos que nos seguirão como sombras pelo deserto. E serão muitos genuinamente que quererão mudar. E por mais que as marcas possam permanecer por conta do preconceito e mesmo pela desconfiança de muitos, Deus saberá quem você realmente é, e lhe fará a devida e plena justiça.

Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.
11/03/2016.



quinta-feira, 10 de março de 2016

Renascer tantas vezes quanto necessário.



Filhos e filhas,

Questionamos as dificuldades no curso da caminhada desejando compreender as razões do divino diante as provas e expiações aos quais havemos de vivencia-las. Arguimos o porquê há irmãos que se beneficiam consideravelmente na vida material sem esforços enquanto outros tanto labutam e em suas conquistas sempre encontram dificuldades? Porque há irmãos morando em situações precárias e outros abastadamente?

Entendam que somos concebidos da vontade divina recebendo o privilegio da inteligência e do arbítrio a guiar o destino por vias que nos são são oferendadas. De certo que somos delineados da advinda vontade de Deus, se permaneceremos ou desviaremos neste curso não será da vontade divina, e sim da vontade e do arbítrio disposto.

Atentos à lição de Jesus que explana que o homem deverá saldar até o ultimo centavo a merecer o reino dos céus.

O momento nos revela como ainda somos fracos e limitados na condição do destino, aonde encarnados e desencarnados ainda se entregam as paixões limitadas que acabam por ser o vilão da própria existência.

Há determinadas manchas exposta no espírito que ainda permanecerá por um longo período de expurgo em sua realidade havendo a necessidade de renascer tantas vezes quanto necessária para progredir e atingir a purificação. Eis assim a razão de tamanha adversidade social e espiritual testemunhada.

Nenhuma ação da criatura é esquecida ou desprezada, tudo é relacionada na história e refletida na peculiaridade. Não há evolução deixando as sujidades do pecado para trás sem expurgar os malefícios.

Atos como o desprezo ao menos favorecido; o desprezo ao ser humano, a criança, o jovem, o idoso, o enfermo físico e espiritual; o abonado contra o miserável; o patrão na exploração aos empregados.

O efeito da avareza em poder auxiliar os necessitados e preferir a inércia e a omissão; guardar os bens supérfluo e perecível as traças que poderiam subsidiar um necessitado; ter condições e desdenhar o apuro alheio.

Instigar a ira e não flexibilizar diante a fraqueza e ignorância do outro, não perdoar as mínimas lacunas, encolerizar nas pequenas situações, ser implacável ao erro.

Atender os anseios da soberba humilhando o outro de posse às conquistas.

Eternizar o orgulho na alma não perdoando o outro, não se prestar a tarefas humildes, não ser simples, omitir os sentimentos, poder amar e não demonstrar, não abraçar e não respeitar o diferente.

Inflar a corrupção em todos os aspectos, enganar o teu próximo com interesse sórdido, corromper a fé alheia deturpando a vontade divina a alimentar a ganância da vontade pessoal, abusar do desespero de outrem; receber o voto em confiança de um povo a governar seus interesses a melhoria e prometer sonhos com fulcro na lasciva pessoal furtando seus governados aos benefícios.

Não se desvencilhar das armadilhas da vaidade que afastam os homens da estrada divina cometendo as indiscrições para com teu semelhante.

Receber a vida de um animal a prover o seu desenvolvimento, mas o maltrata, abandona, humilha e o agride.

Receber de Deus a floresta que dá sombra e o alimento, mas desmatar em razão de um dito progresso tecnológico soberbo e vaidoso.

Receber do mineral a água para sessar a sede de todos, mas maltrata-a, contamina-a e desperdiça-a a atender os anseios de um poder, de uma aventura e ou pelo prazer a maldade.

Não respeitar as leis humanas e divinas.

Deixar de recolher os impostos sonegando-os.

Ser omisso a condução e os designo de sua pátria.

Se apossar de vantagens ilícitas e indevidas.

Não amar a Deus sobre todas as coisas a partir dos seus.

Usar o santo nome de Deus em vão ao interesse egoístico.

Desonrar seus pais e seus ancestrais.

Ser ingrato.

Não guardar o dia de sábado ao Senhor.

Matar o teu próximo da vida física e também de sonhos e expectativas por inveja.

Roubar objetos que não te pertence, como tudo que é devido ao outro.

Levantar falso contra teu próximo em suas ideologias e comportamentos.

Desejar as conquistas que são devidas do outro.

Adulterar contra teu cônjuge.

Odiar, magoar, fazer guerras, ofender, humilhar, ser preconceituoso, descortês, trair, armar emboscadas, ferir e enfim, são essas nas mínimas citações que comparadas a muitos outros deslizes que praticamos por vontade que retarda o próprio desenvolvimento. Por isto analisem. É Deus quem promove todos estes e demais outros excessos ruinosos? Ele que nos oferece o melhor, a oportunidade e a perfeição, seria ele o destruidor da própria obra?

Deus nos ama incondicionalmente que nos permite um novo recomeço. Quanto às dificuldades enfrentadas, intente-se, o será que provocamos a regresso para merecer tamanho ardor? Porque não me lembro de nada? De certo que o recomeço e os méritos a serem conquistados devem ser genuínos e não praticados por alguma razão egoística. Se fosse permitido ao homem saber toda a razão de suas dores e dificuldades e diante o estagio de sua evolução estas conquistas não seriam plenas, e sim artificiais, pois o choque de interesses sórdidos e pessoais ainda conduzem os homens em seu processo evolutivo impedindo-o de prosperar vertiginosamente.

Não pretenda em vão quanto às dores e as dificuldades do caminho, pois são reflexos dos próprios débitos acumulados e expostos à provação e expiação que diante a graça divina nos proporciona o direito de poder evoluir no tempo e subir aos mundos mais felizes. Assim como aquele irmão em situação material dita favorável, aonde recebe em confiança a oportunidade e o dever de fazer o bem sem questionar impossibilidades a propagá-lo.

Não veja no outro o questionamento para o atual cenário do seu caminho. Não vire uma estatua da evolução parado e imóvel ao tempo. Preocupe-se com a sua necessidade de edificação e diante as oportunidades faça o seu melhor.

Ande continuamente em frente. O passado justifica o presente e no instante certo compreenderá com justiça e amor os impropérios recorrentes. Desejas melhorar? Então faça a sua parte e não espere um magico e ilusório milagre.

Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

10/03/2016.