segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Obediência

Obediência

Ninguém pode dizer que me segue se não obedece aos mandamentos da Lei de meu Pai. (Jesus)
Irmãos,

A caminhada não será fácil, mas a chegada valerá a pena. A partir deste principio Cristo nos aponta o estimulo para continuar adiante em busca da prosperidade a caminho do reino eterno. Não basta apenas querer entrar por vontade, é preciso merecer, e para isto o Criador estabeleceu o caminho por meio do primeiro livro escrito que norteia a humanidade ao seu principal objetivo.

A história nos remete a atenção quanto aos irmãos que se destacaram por suas obras em obediência ao Criador e que foram responsáveis por anunciar a sua vontade diante os exemplos praticados em sociedade a que também podemos e devemos labutar a favor da fraternidade. Diversos venceram a miséria humana diante o ardor de seus preconceitos e julgamentos quanto à intensão de seu proposito, quantos foram escarnecidos por clamar o evangelho, mas que acreditaram no Senhor e anunciou o conhecimento a todos.

Jesus foi e é exemplo do amor do Pai que nos entregou para caminharmos no ritmo virtuoso do bem e do amor ao próximo. Inúmeros são seus exemplos a nos impulsionar a tarefa designada, assim como as instruções para vencer os obstáculos do caminho que sugeri-nos a desistência e a acomodação porque a caminhada causará a fadiga.

Irmãos, possuímos a inteligência a capacitar-nos quanto à vontade de Deus a favor do bem. Não podemos limitar-se somente através do conhecimento de um irmão, mas sim captar do seu conhecimento o impulso favorável à busca da verdade em Deus através da influencia dos caminhos construídos que nos guiará a tarefa produzida. Afinal estamos na mesma estrada, uns mais adiante e outros antes, mas encontramo-nos no caminho ao qual somos responsáveis.

Saiba que para se chegar a este patamar fora-nos necessário suor e préstimo com o auxilio daqueles que o Criador nos oferecera como a família, os amigos, os vizinhos. Entendam a Deus meus irmãos, por mais que não esteja aonde deseja estar é porque é preciso vivenciar esta lição atual. E logre a certeza de que será através da sua vontade, da sua capacidade laboral e espiritual que favorecerá o mundo que deseja, mas para isto é fundamental ser obediente à vontade de Deus.

É maravilhoso seguir o Cristo, mas o melhor é fazer da sua obra e da sua liderança a ferramenta da prosperidade universal a que podemos praticar de verdade tornando o seu ambiente favorável a pratica do evangelho de amor. Compreendendo que a lição de Cristo segue intrinsecamente os mandamentos de Deus, por isto não surtira o efeito fundamental caso não absorva com a qualidade pura a vontade divina através do trabalho baseado nos mandamentos a serviço da fraternidade real da sua obra.
Entenda que para seguir de verdade o Cristo rumo ao Reino de Deus é preciso:

Amar a Deus sobre todas as coisas, ou seja, reconhecer que ele é o único senhor do céu e da terra, o Senhor do existir, o Senhor do possível, o Senhor da vida e renunciar ao pecado dos seus personagens;
Não tomar seu santo nome em vão, não usa-lo para prejudicar teu próximo, barganhar vantagens egoísticas, provocar derramamento de sangue em teu nome;
Guardar um dia, ou seja, voltar-se para si e buscar a reforma e o expurgo do pecado que escure o caminho;
Honrar seus pais, ou seja, obedecê-los e acolhe-los no momento da sua dependência;
Não matar os sonhos de seu semelhante, progresso, caminho e mesmo interromper a sua jornada;
Não pecar quanto à castidade, ou seja, valorar o que de sagrado tens a favor da continuidade da vida;
Não roubar sonhos e bens de teu próximo;
Não levantar falsos contra seus semelhantes, não julgando e sentenciando quanto as suas particularidades;
Não desejar o cônjuge alheio e não trair e não ser desleal com aquele que contraído em núpcias recebem a benção divina a formar a sagrada família;
Não cobiçar as coisas alheias, afinal todos tem aquilo que por mérito conquistara, dar tudo a quem por direito conquistou;

Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

16/11/2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário