quinta-feira, 2 de julho de 2015

Dois rios




Os que desejam ir para frente separam-se dos que se obstinam em ficar para trás. (Allan Kardec).

Eu vim para salvar aqueles que estão em perdidos, vim para curar os enfermos, vim para aqueles que estão cansados, vim para chamar para junto de meu Pai os arrependidos dos seus pecados. Começamos nossa proposição destacando a mensagem de Cristo junto ao povo que manifestou para aqueles que de fato desejam a gloria de Deus. E como também nos ensinou, o reino dos céus é como uma rede de arrasto, em que passa apanhando todos os irmãos de variadas espécies se unindo no único proposito divino.

A existência é repleta de escolhas e tendo somente dois únicos caminhos. Cada irmão se habilita em determinada tarefa em fazer do seu conhecimento a busca do desenvolvimento de sua capacidade para o bem ao próximo. Entendendo que nenhuma ação voltada para o bem se estagna egoisticamente ao seu descobridor, ela se estende ao universo, assim também como as ações voltadas a perdição.

Importantes descobertas vieram por irmãos que trouxeram ao planeta a evolução do tempo. Quantas benéficas expuseram advindas de uma experiência espiritual e que colocaram aos encarnados o resultado dos ensaios de suas inventivas.

O avanço evolutivo de nossa existência somente é possível quando nos cercamos de irmãos com a mesma finalidade da evolução plena. Irmãos que vencem conosco os obstáculos e mesmo as desconfianças de uma sociedade perversa que dizem muitas vezes que não vamos conseguir determinado feito, mas que com fé e união a Jesus conseguem romper com as barreiras do pessimismo de variadas espécies e triunfar na gloria eterna.

Para se habilitar aos melhores lugares na mesa de Deus é preciso se unir aos irmãos como o mesmo proposito ao bem e jamais desprezando, humilhando e mesmo achincalhando aqueles que se destinam a estagnar o seu tempo na própria improdutividade, a estes é fundamental à misericórdia e a compaixão dos homens, pois a de Deus todos nós já temos. Estes irmãos receberão a mesma chance de vencer e se unir àqueles demais na sociedade eterna. Sabendo que são pessoas que necessitam de amparo e suporte, essencialmente daqueles que já alcançaram um patamar privilegiado no universo de Deus, não por sorte e sim por mérito.

Compreendemos da responsabilidade para com o próximo nas suas dificuldades, assim como nas nossas, em que também almejamos o mesmo auxílio. Para ser possível a preciosa evolução eterna é necessário fazer a escolha pelo o bem, e ao qual nesta estrada encontraremos os beneméritos de Deus a nos apoiar intrinsecamente ao progresso. Para aqueles que desejarem tomar um rumo em contrário, irão se encontrar com irmãos afins a sua caminhada, o que levará a um caminho descoordenado e sem destino.
Abrangendo a realidade que há entre as duas veredas do destino e da decisão pessoal a sua conveniência, e consequentemente aos distintos resultados pulsando o espírito, todos conhecerão as instâncias que há entre as duas realidades, ou seja, o bem e o mal. Afinal não há como ter o conhecimento de uma determinada informação ou de algo sem ter vivenciando na própria experiência. E se concluímos e ou mesmo fazemos desta situação parâmetros entre o certo e o errado sem o devido conhecimento da verdade, muitas vezes, torna-se um injusto preconceito.

Com a sabedoria adquirida e convivendo com irmãos de ambos os lados, será fundamental a escolha com quem deseja caminhar, percebendo que mesmo fazendo a escolha pelo bem, todos aqueles irmãos que escolheram o caminho inverso e que estão entregues as sujidades do no caminho do mal, são dignos de respeito. E mesmo que os seus exageros levam a perversidade dos atos, é preciso fazer uma autorreflexão, ou seja, todos e inclusive você estarão sujeitos a cair nas tentações do pecado e cometer alguma indiscrição, e que também desejará ser compreendido e perdoado.

É difícil muitas vezes ter uma sensibilidade cristã diante das situações que surgem quanto à miséria do pecado se manifestando nos homens, e em alguns momentos as virtudes sagradas se posicionarão como um adversário perante a própria consciência e nas ações quanto à vontade de Deus em fraternidade, mas não há outro caminho do que praticar o amor pleno, e não importa quanto tempo seja necessário, o esforço deve começar desde agora.

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

02/07/2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário