sexta-feira, 17 de julho de 2015

A Importância do Evangelho Praticado


 

Pensa que a morte virá para ti como para todos, que os títulos não te pouparão a ela; que pode te atingir amanhã, hoje ou daqui à uma hora; e se te fechas no teu orgulho, então eu te lastimo, pois serás digno de piedade! (Allan Kardec).
 

A destruição da matéria ainda é pauta de bastante discussão quanto ao destino que o aguarda e mesmo a postura diária a merecer algo a mais. Recebemos a missão de propagar o bem em qualquer galáxia que estacionamos o nosso espírito diante o merecimento das ações praticadas em cada estação da vida, e também se recebe a liberdade para instruir o caminho por desertos longínquos e desgastantes diante das aventuras irresponsáveis. 

Quando desembarcamos no planeta de nada mais sabemos, apenas a essência das habilidades que se adquirem ao longo da historia e que se acende a cada renascimento a proporcionar a facilidade de renovação das tarefas e dos novos sentidos e novas descobertas. A sociedade tem evoluído a cada ciclo e proporcionado ao espírito as oportunidades de praticar as benéficas de Deus a favor do equilíbrio. Infelizmente vemos ainda homens engatinhando na evolução quanto a sentimentos e comportamentos para com a vida e seu próximo e proporcionado a inércia e a falta de perspectiva para algo melhor. Evidente que há muitos que aproveitam a chance e evolui, mas há muitos ainda necessitando tomar o seu instrumento nesta vida e fazer a sua morada.  

O tempo esta ficando escasso para o mal, logo seus praticantes estão sendo retirados do convívio e levado para mundos  pouco evoluídos a poder repensar e recomeçar a valorizar as possibilidades dispostas a pratica da caridade verdadeira que não se limita a doação, e sim a toda ação para o bem.  

O Senhor já proporcionou Cristos ao longo da humanidade, assim como seu unigênito Jesus, que trouxe e codificou nas ações e obras do evangelho transcrito por seus discípulos e membros de uma sociedade que pôde e testemunha a vontade de Deus facilmente acessível ao nosso conhecimento. E àqueles que nascem privados de toda palavra? Compreendem-se irmãos que o evangelho praticado não esta apenas no conhecimento teórico do código divino e sim na obra verdadeira e natural gerado do coração. Pode-se muitos serem salvos sem conhecer qualquer versículo da palavra, e um doutor das escrituras serem levado à inferioridade do universo a aprender o sinônimo da caridade. Assim irmãos havemos de praticar o verdadeiro evangelho de Jesus nas praticas naturais da criação e não somente motivado por um sumario que diz o que há de fazer ou não fazer. É fundamental ir além das fronteiras literárias tomando-o como regra e forma de praticar a importância do evangelho da salvação. 

Comece a praticar o evangelho compreendendo o seu próximo amando uns aos outros, pois somente assim poderá entender a razão de existir e de tudo prover no universo quanto às diferenças não compreendidas. Pratique o bem sem exigir do seu próximo algo que este não possa subsidiar ou mesmo fazê-lo ter em situações vexatórias. O Criador nos da às tarefas verdadeiras para merecer o salário da eternidade, mas em modo algum exigirá de nós sacrifícios impossíveis como escalar os montes e montanhas e ou mesmo situações humilhantes da desonra. Ele pedirá simplesmente que façamos o melhor de nós e que persistamos na prática singela do amor a si e ao próximo. 

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

17/07/2015

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário