terça-feira, 21 de julho de 2015

A Escola da Reencarnação



Nunca aja por impulso de uma raiva, ela nos leva a fazer coisas das quais iremos realmente nos arrepender. (Allan Kardec).

Há discussões que se propagam entre os seres quanto aos acontecimentos cotidianos nas ações do bem e do mal em sua estrada evolutiva. Situações que acontecem em que muitos chegam a questionar ao Pai o porquê da permissão quanto às ações perversas do inimigo afrontando e desejando nos desviar da estrada salvadora.

É importante destacar que somos concebidos de uma vontade instituídos de inteligência, sentimentos e ações, como o livre arbítrio como permissão a fazer o que desejar. Compreendendo que sempre estaremos de posse do conhecimento de ambas as instâncias, bem como suas consequências distintas. Independente do tempo que renasce no planeta e ou mesmo retorna ao plano eterno, saberemos de ambos os lados.

Falta a busca pelo conhecimento aos homens da verdadeira estrofe da salvação plena, e enquanto não absorvermos o proposto do evangelho em nosso espirito, a serviço da humanidade, havemos de continuar a renascer quantas vezes forem necessárias a merecer os privilégios de Deus e assim sintonizar-nos na divina providência.

Para o homem entrar no reino céus, é preciso que renasça novamente, como nos instruiu Jesus ao dar-nos a certeza de que o renascimento é a essência para a salvação. Acúmulos das experiências são marcados no espírito, e que se reflete na carne como impacto centrifugo a acumular os excessos a serem expirados através da limpeza que nos são oportunizados. A reencarnação é a melhor e mais precisa fonte de renovação e purificação do espirito, e ao sofrer com os desafios da carne, recebemos a chance de regenerar-nos e a expiar os pecados para assim elevar-nos conforme a vontade do Pai.

Os atos e sentimentos habitantes nos pulmões a impulsionar nossa tarefa e obra, nos trarão o reflexo em nosso prontuário eterno e que nele serão gravado todos os nossos sentidos. Os homens que ainda estagiam no plano terreno traz em seu grau curricular o reflexo de uma vida primata, traduzidos explicitamente nos seus sentimentos inferiores como o egoísmo, o orgulho e a inveja que são responsáveis pelo desencadear de uma serie de fatores errôneos e que colocam os seres humanos em um patamar distante do ideal.

O Criador envia anjos com exemplos a instruir os indivíduos a tomar a sua ferramenta e caminhar no rumo evolutivo. Os homens terrenos estão se libertando de um estágio primitivo, onde em muitos momentos serão incapazes de perceber os sinais divinos, pois os prazeres da carne ainda permanecem em chamas no seu íntimo em que muitos, inclusive, carregam no espirito quando liberto da obsessão da carne, ocasionado, quase sempre, um transtorno dimensional e que em causam sérios problemas a si e a aqueles que buscam o seu refúgio. E será nas estações da reencarnação que permitirá ao homem a retirada destes exageros da sua conduta a ajustar o espírito a degraus privilegiados. E quanto tempo poderá levar? Depende de cada um em viver a fé nas promessas de Deus, que nunca falhou, e caminhar sob a vontade do Pai e não a de si.

E de posse deste exemplo podemos compreender parte das diferenças que há no planeta azul e que confundem parte dos homens. Este estágio é fundamental na busca da verdadeira mudança, em que aproveitando as oportunidades de capacitação evangélica de Cristo atingindo o arrependimento e a vivência do amor ensinado e distribuído por Ele.

Somos intrinsecamente responsáveis por todos os atos cometidos na vida, o que se reflete na carne e no purgar e ou mesmo a paz da consciência é resultado de todas as ações pessoais. É compreensível que muitos podem sofrer com interferências ao cometimento de atos desacerbados contra seu próximo e ao seu meio ambiente. Há fatos que podem levar o homem à escolha pelo mal como sua única porta de saída, e isto acontece porque muitos são insensíveis à percepção dos sinais divinos. E isto acontece porque os sentimentos inferiores, como já apontamos, são capazes de cegar a grandeza de Deus no próprio coração, em que somente aquele que busca viver na humildade será capaz de enxerga-la.

Quantas estações haveremos de desembarcar? Não sabemos. E entendendo que em todas elas seremos instruídos a prática exclusiva do bem, e que nenhum espírito concebido e levado à reencarnação, independente da sua evolução, será programado a praticar o mal contra o seu semelhante e a natureza de diversa classificação que o acolhe sob a vontade de Deus.

Somos capacitados e levados ao exercício do bem, e toda ação contrária a este principio, é fruto da própria vontade e índole sob o efeito do espírito do engano. Sabendo que mesmo vivendo nas dificuldades, nunca seremos abandonados, mesmo buscando as estradas tortuosas do pecado. E sempre nos será disposto o sentido da salvação em qualquer momento, basta querer, e percebendo que mesmo buscando o caminho de volta ao bem, haveremos de saldar os débitos, a Deus e ao próximo. Por isto se vive em dificuldade qualquer, compreenda, é reflexo da sua própria ação, aproveite a oportunidade e busque dar testemunho da sua fé, provando que Deus esta contigo, sorria e ame sempre.

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.
21/07/2015



Nenhum comentário:

Postar um comentário