quarta-feira, 24 de junho de 2015

Libertação



O corpo quase sempre sofre mais durante a vida do que no momento da morte; a Alma nenhuma parte toma nisso. Os sofrimentos que algumas vezes se experimentam no instante da morte são um gozo para o Espírito que se vê chegar o termo do seu exílio. (Allan Kardec).


Os mistérios entre o céu e a terra ainda desafiam muitos irmãos que ainda buscam um sinal da grandeza de Deus a poder tomar a sua bandeira e caminhar para a felicidade e a libertação dos pecados. Jesus veio e já nos mostrou a verdade, como importantes profetas que vieram e contribuíram com altruísmos a verdadeira caminhada para a salvação.

O que acontece com humanidade ao longo de sua historia é a descrença em compreender a grandeza de Deus nas ações e nos sentimentos. Muitos buscam querer se destacar junto ao pai com suntuosos projetos e templos crendo que a magnitude da visão seja bem quista pelo Criador. Esta forma de comportamento entre os homens acontecem por ainda engatinharem nos projetos maiores da regeneração e da felicidade, e também movidos por sentimento ruinosos como o orgulho, a inveja, a cólera, a intolerância que cegam os irmãos para os sinais de Deus que vive em nós mesmo, como a inteligência e o discernimento de compreender o verdadeiro sentido de viver.

Quando os irmãos desperdiçam as oportunidades divinas, seja em qualquer época da sua situação, encarnada ou não, a misericórdia de Deus permitirá o renascimento, como já acontece diariamente na vida carnal pelo sono, onde os homens vivem a ressurreição com um novo dia para fazer melhor do que o anterior. Com a renovação do espirito nas oportunidades de progresso, a alma vivenciará experiências marcantes naquele envolto chamado corpo físico a purgar a verdadeira purificação. As doenças que surgem no corpo é o reflexo desta purificação do espírito, vejam que quando se comete qualquer excesso contra os organismos, a doença se manifesta a fim de expurgar o mal e poder reequilibrar. O organismo do espirito acompanha a mesma vertente, todo excesso nocivo se transformará em elementos a expulsar os males e poder reequilibrar a alma que não adoece como o corpo físico, mas que sente o reflexo de todo excesso. E o Criador na sua infinita onisciência oferecerá a carne como centrifuga a retirar as células cancerígenas do pecado que adoece a alma e a existência a poder-nos purificar e libertar de todo os males.

Por isto irmão compreenda que as dores sentidas no corpo físico, não é punição ou mesmo injustiça, mas sim resultado de todo excesso praticado em qualquer tempo da existência. As dores são atos de limpeza e purificação da alma que promovida pela graça de Deus nos credenciará a salvação e a libertação dos nossos pecados. E saiba que, seja o tempo que for preciso, o Criador nos oferta a oportunidade de subir na sociedade da regeneração, mas antes haveremos de expiar a nós mesmos e provar para o Criador que merecemos de fato a prosperidade da felicidade.

Entende-te que todo ato nocivo, independente da sua forma, se voltará como célula doente contra nós mesmo, como também o bem praticado, que é o nosso dever, é o balsamo para a alma e o antidoto contra todas as enfermidades por toda a eternidade nos oferecendo o crédito dos merecidos bônus de realização, alegria e paz.  O essencial é nunca desistir de caminhar mesmo com todos os percalços da realidade, aproveite e louve a Deus a vida que ele lhe favorece e pelas oportunidades de todos os dias a poder se curar das enfermidades e purificação a fazer merecer parte do baquete do senhor na mesa da misericórdia.

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

24/06/2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário