segunda-feira, 18 de maio de 2015

Seja como uma Criança



A pureza de coração é inseparável da simplicidade e da humildade; ela exclui todo pensamento de egoísmo e de orgulho; é por isso que Jesus toma a criança como símbolo dessa pureza, como a tomou por símbolo de humildade. (Allan Kardec).


Em meio às sujidades é capaz de brotar uma linda flor a se destacar em meio as cinzas das trevas e do pecado que acomete o coração dos homens, nos vastos campos brotam cores, nasce à vida, mantém-se o amor, e em meio aos pântanos surge os lírios desejados, em comunhão com a vida nascem à prosperidade.

Deixem vir a mim as criancinhas, pois o reino dos céus é como elas, e quem não as recebem como tal ainda não aprendeu a amar e ainda não compreendeu a vida sob o olhar de Deus que busca o melhor em cada um de nós o símbolo maior do nosso melhor.

Nas brincadeiras de roda, o mundo sob o girar de uma bola, ser o herói a querer salvar a humanidade de todo o perigo, a satisfação de um abraço e de um carinho, a alegria da família, os pés descalços a continuar a brincadeira, os ponteiros da hora tão grande que o tempo não passa e tendo a eternidade de um instante no abrigar da magia da brincadeira e da pureza de confiar no seu próximo sem as barreiras doa preconceitos, em crer na sinceridade da vida, em compartilhar o presente ganho, em contar para todos que o seu pai é o maior dos heróis, que tem a melhor mãe do mundo. Ao compreender o que é o universo de uma criança, cada momento de um instante poderá fazer parte do nosso entendimento eterno, mas para isto basta deixar a dureza dos corações de lado e viver a intensidade o instante com Deus, e que cada minuto bem vivido valerá cada instante da eternidade.

Há o compromisso com as obrigações aos quais devemos cumprir para o desenvolvimento planetário e espiritual, bem como para a busca do progresso pessoal e coletivo. Mas reservando um espaço privilegiado na estante da vida para a prática intrínseca da caridade e do amor a tornar-nos cada vez os melhores servidores de Deus e a cumprir as tarefas designadas como bons filhos a obedecer ao pai herói. E que cada tarefa seja como uma brincadeira de criança, ao qual não queremos parar brincar.

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

18/05/2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário