terça-feira, 19 de maio de 2015

Razão do Renascimento



O homem é um espírito encarnado em um corpo material. O períspirito é o corpo semi material que une o Espirito ao corpo material. (Allan Kardec).

Parte dos amigos já compreende o instituto da encarnação para o desenvolvimento e a necessidade de renovação da vida humana a atingir a salvação eterna. O espirito, a luz de Deus, é concebido pela vontade suprema nos tornamos realidade divina perante o universo.

A existência não acaba com destruição da matéria, se renova com a missão de continuar o progresso, de aparar os excessos nocivos, eliminando os maus instintos e adquirindo novas experiências para com a oportunidade da benevolência a merecer a sociedade eterna.

Cada um traz em sua concepção material a busca da elevação, com as suas peculiares dificuldades a serem vencidas e as oportunidades coletivas a serem aproveitadas, trazendo o livre arbítrio disposta pela confiança divina para fazer a nossa parte e torna-nos merecedores de receber o quinhão devido da justa graça.

A matéria orgânica é o veiculo fundamental e perecível do eterno espirito, o corpo material é importante e responsável condutor do progresso e é nele que a alma reflete todo o seu histórico da vida eterna. Compreende-se que há matérias ao qual viemos com o destino traçado, aos quais não poderemos desviar o foco como instrumento de purificação e superação, como demais situações que conduziremos a nossa direção conforme a conveniência nos permitir e a curiosidade aguçar.

Nenhuma ação da criatura humana é esquecida ou desprezada, podemos mentir e até mesmo enganar os nossos semelhantes, mas o corpo espiritual guarda todo um histórico das ações praticadas na vida planetária e também espiritual, e como ocorre com qualquer máquina, haverá a necessidade em algum momento de passar pela retifica para ajustar as avarias e poder cumprir com o determinado e seguir renovados rumo à salvação. E neste sentido renovamos através da encarnação as possibilidades de progredir e subir com Cristo na sociedade divina aos mundos mais evoluídos, como temos o arbítrio para se mantiver estagnado no tempo atendendo ao chamamento do comodismo e da preguiça quanto à labuta. Quem assim dispõe a sua caminhada poderá passar pela oportuna estação sem nada a produzir, tendo que novamente passar pelo processo da reiteração do estagio, atrasando a própria evolução, para atingir a libertação da alma rumo à sociedade de Deus em seu reino eterno.

O reflexo na carne é o resultado de todas as ações praticadas e é todo o histórico da vontade do espírito, tanto pelas ações quanto pelos sentimentos expostos e alimentados, se conheces alguém ou tem alguma limitação física, compreenda, o Criador não é injusto ou punitivo, e sim misericordioso e que oferece sempre as oportunidades para refazer um novo fim, mesmo que não compreendido de imediato pela limitação humana. A realidade da renovação e do sentido da existência esta em saldar os débitos e fazer por merecer o verdadeiro progresso, atendendo as preces pessoais e daqueles que se unem em rogativos de busca de paz e de perdão.

Busque aproveitar as oportunidades da sua encarnação, pois nunca se sabe quando teremos uma nova oportunidade para refazer o melhor e retirar os maus instintos que podem convergir na consciência, sendo o angustiante e dolorido chicote da alma por um tempo considerável. Saiba que é na renovação da vida humana que esta o sentido de existir e o caminho para merecer fazer parte do reino eterno possível a todos àqueles que justamente merecem.

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.
19/05/2015.


Nenhum comentário:

Postar um comentário