quinta-feira, 23 de abril de 2015

Universo de Deus


 

 

O Universo é a criação suprema de Deus. Abrange todos os seres racionais e irracionais, animados e inanimados, materiais e imaterias. (Allan Kardec).

Quem é Deus? Há alguma definição? Será que a nossa limitação nos permitiria de fato  compreender e dizer quem é o pai de verdade? E qual a sua importância em nossa realidade? Compreende-se a sua bondade de pai, Criador de tudo, das oportunidades e das possibilidades que desfrutamos em fraternidade coletiva com as diferenças dos iguais nas suas diferentes formas. 

O Criador nos fez a sua semelhança, por isto basta olhar para seu próximo e ao seu redor e ver tudo refletido nos contornos de Deus em tudo e em todos nós.  

E o que ele quer de todos nós? Apenas obediência a sua vontade e ser leal em todos os princípios humanitários para com a lealdade ao próximo em todos os aspectos, afinal, não há exclusividade entre os homens, simplesmente a distribuição de tarefas e a responsabilidade de tornar conhecidos os anseios da informação e da formação do irmão. Compreendemos que é nossa responsabilidade tornar possível o que de Deus nos é consentido. 

Não há como o homem mudar a vontade natural do Criador, tudo que dele vem tudo se realiza, mas o homem por teimosia tem dificultado a sua evolução por razões ambiciosas, e desde então há o desequilíbrio entre os povos, elevando assim a uma série de conseqüências negativas na humanidade.  

Para se alcançar a plenitude da felicidade é preciso aceitar e obedecer à vontade do pai, afinal, tudo é possível pela razão da sua vontade, como o nosso existir. Ao nascer de cada dia, o Senhor determina se será chuvoso, ensolarado, nublado, nevado, frio ou calor, podemos até ter nossa preferência, mas o que é determinado pela vontade do divino, havemos de aceitar. E neste propósito está à condução da nossa existência, poderá haver matéria que discordamos aos quais havemos de aceitar o destino que não pode ser mudado para vivenciarmos a nossa elevação, e quando desobedecemos ao Pai, havemos de arcar com as todas as conseqüências, e sempre desagradáveis e de difícil compreensão muitas de nossa parte. 

E por razões diversas e até mesmo por motivos sórdidos muitos irmãos contradizem do que seria e o que é a vontade de Deus.  Todavia o homem se reuniu para falar sobre a obra de Deus, bem como reunidos em nome de Jesus criaram doutrinas a discutir em igrejas os rumos de sua sociedade. A dureza dos corações levou o homem a agir em situações contrárias a vontade verdadeira do pai pela ação perversa do maligno. E usando o nome do Criador em vão impede muitos irmãos de buscarem um norte de oportunidades frente aos preconceitos por matérias diversas. 

Não afronte o Criador com o pecado que pode ser evitado, afinal, temos o discernimento para distinguir o certo e o errado, se erramos por ignorância, temos sempre a oportunidade para corrigir, e se permanecer no erro por acomodação e omissão aceite o destino.  Lembrando que somos todos filhos dele, e ele nos aceita como somos e com as nossas escolhas pessoais, se erramos, ele é o único capaz de nos julgar e sentenciar a nossa responsabilidade. Compreenda que o Criador não é limitado e preconceituoso como o coração dos homens, se ele aceita você como é, quem mais pode condená-lo? E para ser salvo e viver conforme a vontade de Deus basta entender na íntegra e cumprir os seus mandamentos. 

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

23/04/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário