sábado, 18 de abril de 2015

Saber e Evoluir


 

 

É um costume existente somente nos mundos imperfeitos. Onde busca-se, para quase tudo, atacar os efeitos e, quase nunca, as causas. (Allan Kardec) 

A imperfeição do homem pode o levar a uma série de indiscrição na sua vida evolutiva, onde poucos buscam o conhecimento do verdadeiro sentido de existir e creditam suas frustrações, angustias e dificuldades como castigo e injustiça de Deus. Muitos questionam, como pode uma pessoa praticar somente o bem e receber um quinhão de lagrimas em sua vida? De certo que as causas a levaram a viver dando testemunha de sua fé. 

Para saber a verdade os seres precisam de alguma espiritualidade, seja ela qual for, mas não apenas das rotuladas religiões humanas e seus costumes, mas da sensibilidade de olhar para si e para o próximo e ver a obra de Deus refletida na sua concepção. O ponto fundamental do progresso humano passa pela semeadura das atitudes nos campos da vida, todo plano deve ser voltado para o bem, e mesmo que ocorra o erro, a tentativa é divina, nos permitindo, o Criador, o reconhecimento dos erros e as oportunidades do recomeço.

Cristo fora traído por trinta moedas de ouro. E nós? Por menos traímos a confiança de Deus, principalmente quando atacamos com veemência os erros alheios impedindo-o muitas vezes de recomeçar uma nova caminhada. Poucos são os que fazem juízo da própria conduta e buscam melhorar e tendo como reflexo as consequências das escolhas.  

O pecado ronda-nos por toda parte incitando a sua prática, a sua astúcia é tão perspicaz que penetra na mais profunda miséria humana atraindo para o seu covo encanto os omissos, os preguiçosos, os maldosos e os comodistas. A salvação tem um caminho mais árduo, mas único e seguro, pois nele tem o Senhor dizendo: “venha comigo, não te abandonarei, estarei sempre contigo”. E mesmo diante desta certeza, muitos ainda preferem os caminhos considerados mais fáceis e incertos, mas chegará o momento que reconhecerá o seu engano, e dará assim início  da dolorosa via crucis, tendo de voltar ao inicio, enfrentar as dificuldades, as causas e efeitos das ações e recomeçar tudo novamente.  

Pode o homem enganar e esconder matéria do outro homem, mas nada ficará ignorada a justiça divina. Cada um receberá na proporcionalidade da sua colheita o fruto das suas escolhas, e importante compreender que não há  e nunca houve castigo de Deus, mas sim consequência e oportunidade para evoluir, principalmente nas dificuldades, sendo essa a escola perfeita da superação e do progresso. 

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário