sábado, 21 de março de 2015

Meu Jardim





 

O egoísmo, o orgulho, a vaidade, a ambição, a cupidez, o ódio,a inveja, o ciúme, a maledicência são para a alma ervas venenosas das quais é preciso a cada dia arrancar algumas hastes, e que têm como contraveneno: a caridade e a humildade. (Allan Kardec) 

Somos concebidos na natureza sob a vontade de Deus, e ao longo de muitas jornadas vamos experimentar variadas  situações com o único propósito de nos elevar a pratica do bem e promove-la na sua acústica. 

Consideramo-nos jardineiros da própria vida, recebemos terra fértil para o bom plantio e consequentemente a qualidade da oferta para com a sociedade. Assim como nos belos jardins, havemos de cultivar toda espécie de plantação, onde a diversidade promove a confraternização da importância e da beleza proposta. Por isto fazemos este propósito para a vida. É-nos permitido no latifúndio de nossa alma o cultivo de toda a espécie das virtudes de Deus. Compreendendo que para o Criador não importa qual o fruto seja o melhor ou mais belo, para Ele importa é a nossa capacidade de alimentar e de proteger sempre.  

Como ocorre nos grandes pomares, o zelo é importante para que as pragas não venham a sucumbir toda beleza exposta, o jardineiro deve cuidar de tudo e com toda atenção para quando nas primeiras ameaças esteja hábeis e prontos a eliminar todo mal. Em nossa existência devemos manter sempre o mesmo cuidado e vigília.  

O cuidado conosco deve ser constante, pois a nuvem da tempestade esta aposta a nos acometer nas trevas e na promoção de toda catástrofe existencial, com o desvio dos sentimentos e das emoções para com o surgimento das ervas daninhas de todos os males inferiores. 

A importância maior é nos manter atentos para que o nosso maior elixir, a fé, se mantenha imaculada e unida à caridade e a humildade na promoção da verdadeira beleza e há exalar por todos os cantos.  

Sabendo zelar com amor pelo grande jardim da vida, tenhamos a certeza de sermos regados com a água da abundância pelo amor infinito de Deus. Cuide bem do seu jardim, a vida, para que ela lhe retribua na mesma recíproca. 

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos

21/03/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário