domingo, 29 de março de 2015

Atração


 
 

"Os bons espíritos simpatizam com os homens de bem, ou suscetíveis de se melhorar. Os espíritos inferiores, com os homens viciosos ou que podem viciar-se. Daí seu apego, resultante da semelhança de sensações." (Allan Kardec) 

 

A história nos testemunha a formação da grande família no contexto eterno da alma em comunhão com os princípios do amor e da fraternidade universal. Compreende-se que o homem sem o outro não caminha e não prospera na sua existência e estagna no seu tempo. 

Trazemos em nossa existência às características de todos os elementos essenciais a sobrevivência humana e qual será a nossa posição diante dos planos do Criador. Todos são acompanhados de anjos de toda seara celestes, há os que nos acompanham presencialmente diante da encarnação compartilhada, bem aqueles que se encontram nas diferentes dimensões, mas que se unem no laço do amor eterno. 

Como recebemos do Criador a liberdade para conduzir nossa caminhada por onde nos convenie, consequentemete se formarão ao nosso redor a mesma legião de espíritos e irmãos afins no propósito de compartilhar da mesma vontade e dos mesmos gostos. Abrimos as portas do coração para aqueles que nos faz busca e o que consequentemente se refletirá na nossa condição presente quanto as facilidade ou as dificuldades conforme a semeadura. 

Os irmãos se cercam daqueles que sua consciência e atitudes promover, quem pratica o bem atrairá os bons, mesmo que sofram com as interferências e os preconceitos das instancias do mal, tendo fé permanecerá na proteção de amigos de todas a searas, cabendo a cada um a força da resistência quanto aos ferozes ataques e a manutenção da fé e a esperança da vida eterna no reino dos céus. Já aqueles irmãos propagadores do mal, terão ao seu redor o quinhão de lagrimas que as suas ações propõem para a própria existência e daqueles a quem os cerca, o que consequentemente atrairá a realidade de perdas que essas instâncias são capazes de produzir na vida do homem.  

Aqueles irmãos que estiverem envolto com as instancias dos males em sua concepção, receberão sempre o aporte do bem o instruindo a se arrepender e procurar mudar. As probabilidades e os sinais a todos o momento o incitará na condução de volta a estrada do bem, mas se não houver a força de vontade este se perderá na própria sepultura da esperança e poderá  morrer para sempre. Já aqueles irmãos que se arrependem de verdade receberão de Deus a oportunidade para a felicidade eterna. 

Para muitos irmãos a manutenção e a pratica do bem é difícil em meio às forças incisiva do mal fazendo um exercito de pessoas a abalroar qualquer perspectiva de melhora. Muitos irmãos que desanimam com a caminhada, tenderão a se perder no choro e nos rangeres de dentes e verá sua fé esvaindo-se como vento por caminhos da perdição e do pecado.  Sabendo que os desafios são a escola do espírito a superar a si próprio a fazer sempre o melhor para merecer o reino de Deus na eternidade. 

Em nenhum momento o Criador nos disse que a caminhada seria fácil, ao contrario, os desafios são contínuos e em todas as esferas, mas se desejarmos chegar à morada eterna havemos de nos graduar na própria bondade. Nenhuma árvore se frutifica ao acaso, devendo-a passar e vencer todas as etapas, principalmente desvencilhando das pragas das lavouras favorecendo a morte, mas se esta árvore obedece ao propósito do Criador e exerce sua função sem fadigar vencerá os impropérios e ofertará o melhor. 

Enquadramo-nos neste propósito, e recebemos de Deus o dom da vida para o aperfeiçoamento vencendo os obstáculos para ofertar o melhor. E se nos obstáculos da vida você desanimar, o que atrairá a você serão os oficineiros do mal que vivem em busca de uma oficina vazia a produzir morte, choros, rangeres de dente, estagnação, omissão, inércia, perdas e mais perdas na vida em todo sentido. 

E neste propósito irmãos busque fazer da sua vida a construção da instância que melhor lhe atraia, e compreenda que: não haverá vitória sem luta, amor sem compreensão e perdão, vida sem esperança. Por isto se o desejo é vencer, busque romper com os obstáculos da preguiça e da acomodação que você mesmo lhe impõe e construa a sua ponte para o reino dos céus. E se não quiser vencer, não faça nada, assim não requererá esforços e basta entregar as rédeas e o comando da sua vida a aqueles condutores que poderão fazer dela aquilo que mereça. Mas lembre-se que há qualquer momento Deus estará pronto a  receber todos os pecadores arrependidos.  

E mesmo a alma estando imunda e dilacerada pelo mal, lembre-se, Deus nos enviou o salvador, o seu unigênito para resgatar todos os arrependidos, injustiçados e doentes do espírito, aquele que veio para reviver os mortos. 

E todo aquele que estiver perdido buscando ajuda, será ajudado, e se estiver sozinho, sem esperança, se a morte lhe aproxima, chame por Jesus, ele atenderá ao nosso clamor para nos amparar e salvar-nos para a vida eterna.  

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

29/03/2015

terça-feira, 24 de março de 2015

Conviver


 

 

O sinal mais característico da imperfeição do homem é o seu interesse pessoal. (Allan Kardec)
 

Cada um carrega no mais profundo intimo as suas verdades e sentimentos aliados as ações, bem como as lições para ensinar e o discernimento para aprender.
 

Nenhuma criatura humana pode caminhar isolada como uma ilha fechada e sem qualquer possibilidade de acesso por quem deseja viver ao nosso universo. Para compreender parte dos mistérios do criador ao nosso redor e convívio devemos aprender a compartilhar ideias e evolução. 

O planeta de expiações nos proporciona a diversidade de irmãos na mais complexa natureza expostas ao nosso crescimento moral e espiritual por toda uma existência. Os irmãos que se fazem presente no globo são fundamentais ter na sua consciência que não há superioridade de importância para Deus, independente da riqueza que se acumula. Para o Pai o que importa são o uso de nossas possibilidades e habilidades a serviço da comunidade fraterna humana. 

É perigoso para aquele que diante de suas convicções crerem ter o poder da sapiência exclusiva, pois muitas vezes estes se perdem isolados no próprio abismo existencial e não se permite conhecer a grandeza do mundo na mais singela forma de amor. 

Sentimentos como o orgulho e a vaidade são capazes de transformar o homem num triste e solitário ser, pois quando se alimenta na perspicácia destes famigerados atos, candidata-se a mais forma de falência humana. Compreender que de nada sabemos, mas que de tudo aprendemos nos faz candidatos a felicidade e a salvação, respeitar o outro em sua completa concepção nos faz verdadeiros cristão. 

A confraternização aponta todas as diferenças que ao nosso redor e Jesus nos ensinou a amar e a respeitar a todos com dignidade e ser humildade e mansos a merecer fazer parte do reino.  

O Criador nos coloca a frente de uma ampla convergência de diferenças, como as diversas etnias culturas e nacionalidades se misturando, as ideias e disputas políticas acirradas nas suas convicções, as paixões demonstradas diante uma ideia.   

Diferentes discussões do evangelho também são propostas na busca da salvação. Saber conviver com distintas hierarquias e naturezas e de diferentes gêneros, aproveitar do conhecimento para ensinar aqueles que não conhecem da matéria.  

Essa explanação representa uma ideia do instituto conviver, que nos ensina que podemos auxiliar o nosso irmão com altruísmo praticando um bom trabalho mesmo defendendo teses opostas.  

A importância da união de todos os elementos como os minerais, os vegetais, os animais, os homens e os anjos convivendo em unidade, é de nos ensinar a lidar e a respeitar todas as diferenças, saber que somos eternos dependentes.
 

Caminhamos para a purificação da alma, mas lembre-se que essa graça depende apenas de nós. E compreenda que será nos pequenos atos como perdoando, aprendendo, ensinando, persistindo, disciplinando e amando que nos permitirá um merecido paraíso. 

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

24/03/2015

sábado, 21 de março de 2015

Meu Jardim





 

O egoísmo, o orgulho, a vaidade, a ambição, a cupidez, o ódio,a inveja, o ciúme, a maledicência são para a alma ervas venenosas das quais é preciso a cada dia arrancar algumas hastes, e que têm como contraveneno: a caridade e a humildade. (Allan Kardec) 

Somos concebidos na natureza sob a vontade de Deus, e ao longo de muitas jornadas vamos experimentar variadas  situações com o único propósito de nos elevar a pratica do bem e promove-la na sua acústica. 

Consideramo-nos jardineiros da própria vida, recebemos terra fértil para o bom plantio e consequentemente a qualidade da oferta para com a sociedade. Assim como nos belos jardins, havemos de cultivar toda espécie de plantação, onde a diversidade promove a confraternização da importância e da beleza proposta. Por isto fazemos este propósito para a vida. É-nos permitido no latifúndio de nossa alma o cultivo de toda a espécie das virtudes de Deus. Compreendendo que para o Criador não importa qual o fruto seja o melhor ou mais belo, para Ele importa é a nossa capacidade de alimentar e de proteger sempre.  

Como ocorre nos grandes pomares, o zelo é importante para que as pragas não venham a sucumbir toda beleza exposta, o jardineiro deve cuidar de tudo e com toda atenção para quando nas primeiras ameaças esteja hábeis e prontos a eliminar todo mal. Em nossa existência devemos manter sempre o mesmo cuidado e vigília.  

O cuidado conosco deve ser constante, pois a nuvem da tempestade esta aposta a nos acometer nas trevas e na promoção de toda catástrofe existencial, com o desvio dos sentimentos e das emoções para com o surgimento das ervas daninhas de todos os males inferiores. 

A importância maior é nos manter atentos para que o nosso maior elixir, a fé, se mantenha imaculada e unida à caridade e a humildade na promoção da verdadeira beleza e há exalar por todos os cantos.  

Sabendo zelar com amor pelo grande jardim da vida, tenhamos a certeza de sermos regados com a água da abundância pelo amor infinito de Deus. Cuide bem do seu jardim, a vida, para que ela lhe retribua na mesma recíproca. 

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos

21/03/2015

quarta-feira, 18 de março de 2015

Além

 


Possuímos em nós mesmos pelo pensamento e a vontade um poder de ação que se estende muito além dos limites de nossa esfera corpórea. (Allan Kardec)
 

Somos muito mais do que pensamos ser, mesmo com os limites e os desafios diários, cada ser carrega em sua concepção algo muito maior do que apenas a sua existência, possuímos o amor de Deus capaz de nos proteger em sua infinita graça e aonde o impossível que nos incita a desistência da prosperidade nos mostra como podemos tornar possível. 

O Criador nos proporciona a oportunidade do desenvolvimento, caso contrario não haveria a razão do existir. Ao longo da sua jornada muitos se perdem pela astucia do próprio engano através dos atalhos por julgarem serem os mais fáceis, mas muitos se deparam com uma triste realidade escondida por detrás das falsas facilidades que logo se esvai com a brisa da realidade.  

Entendam que tudo faz parte de uma importante lição, onde até mesmo as quedas dos obstáculos do pecado nos servem de disciplina a elevar o espírito ao progresso e comprovar o nosso poder de transformação ao merecimento da beneficias desejadas. 

Ninguém irá ao pai senão por mim, assim disse Jesus aos seus apóstolos e aos habitantes daquela cidade e que segue ecoando em nossos corações. Neste propósito Jesus nos convoca a tomarmos sob seu poderoso amparo a bagagem da vida e caminhar pelas relvas da vida e pelo tapete das folhas do arvoredo da fraternidade ao reino de Deus. E Jesus nos aponta e nos prova o quanto podemos ir além do nosso próprio limite.  

Muitos se julgam incapazes de tornar realidade a vivência de um sonho, mas não lutam. Poucos são os que experimentam o gosto do sucesso, muitos triunfam, outros moldam seus desejos, há os que desistem, mas que buscam novas atividades e muitos permanecesse inerte e omissos consigo mesmo e vivem a esperar por um milagre impossível. 

Compreenda irmão a interpretação desta proposição que ilustra o poder de transformação habitante em cada um de nós e  veja que não há nenhum segredo oculto ou um mistério indecifrável para promover a nossa evolução.  

Deus nos mostra o quanto é possível construir e viver as virtudes sagradas do amor em toda sua concepção, mas para se tornar possível é fundamental que tenhamos boa vontade e buscando sempre o desbravamento no próprio interior e revelando a capacidade ainda inexplorável de nossa infinidade.  

Busque conhecer-te melhor. 

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos

18/03/2015

terça-feira, 17 de março de 2015


 


Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da Humanidade. (Allan Kardec)
 

Há em todos os nós o amplificador da alma e dos sonhos em se tornarem realidade e de se viver as virtudes do bem, desde que tomemos as rédeas de nossa existência e coloquemos em pratica o compromisso com Deus de elevar a nossa evolução por campos reluzentes e verdejantes da salvação. 

Inserimos somos na sociedade pela vontade do divino e nada que nos ocorre no presente vem ao acaso, surgimos como uma labareda no universo acendendo a chama da própria escuridão e também de irmãos que necessitam de luz em sua caminhada. Possuímos o dom de Deus de tornar o planeta cada vez melhor numa perfeita oferenda, a união é a única ferramenta capaz de promover a realidade da paz e do amor entre as nações. Havemos de refletir qual o verdadeiro trabalho que desempenhamos para a melhoria da existência e a promoção de um mundo cada vez possível a fraternidade. 

Atravessamos por diversas pontes da existência e cada etapa encontraremos obstáculos a serem superadas e lições a serem aprendidas. Temos tem o direito de sonhar e vislumbrar um paraíso perfeito. Aprendendo que a realidade do presente nos credencia a fazer por merecer a realidade deste sonho, basta acreditar, persistir, acreditar no possível e por fim mãos a obra construindo uma solida morada nos latifúndios e na vastidão dos mares no infinito oceano de Deus no amor. 

Quando a verdade de Deus se fizer reinante em seu coração e em todas as suas ações cotidianas e aceitar com resignação e humildade a sua realidade, saiba que há de triunfar e que certamente haverá um tesouro no céu por mérito e um paraíso reservado de paz e de felicidade. Mas acredite que as chagas de hoje é o alivio do amanhã. E aquele que estiver cansado, mas que tem fé haverá de repousar no colo de Jesus e no travesseiro da proteção e do amor.  

Labute com perseverança a razão do momento para que o amanhã seja melhor. E compreenda que sem o digno trabalho não há o devido mérito nem a tão pleiteada compensação dos céus. E quem não esperançar pelo que crer viverá somente do impossível. 

Interpretação de Fé é acreditar, e você? No que acredita? Qual é o seu sonho? 

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos

17/03/2015.

 

 

sábado, 14 de março de 2015

Caridade



Fora da caridade não há salvação. (Allan Kardec)
 

A vida nos proporciona a todo o momento as melhores condições de se praticar o amor em toda sua magnitude. A bondade e a caridade não é exclusividade de uma doutrina ou na outra. O bem que dispomos a praticar deve ser maior do que as pequenas disputas que  servem apenas para afastar os homens da mais pura celebração da fraternidade. 

Jesus nos deu a lição mais importante para se alcançar a salvação e todos os méritos da vida, o amor, tão singela ortografia, mas gigante no seu contexto. Devemos amar e doar sempre sem esperar o repto,  ofertar um coração e uma existência de bondade capaz de transpor as barreiras do mal, glorificando nossa ação com mansidão e humildade e contribuindo para a formação da camada superior da benevolência. 

Na vida planetária vemos o principio da caridade se transformando em bandeiras oportunistas a querer conquistar bens supérfluos e totalmente perecíveis e descartáveis na caminhada, que são os aplausos e os reconhecimentos a que interessam apenas ao egoísmo. É fundamental conhecer a grandeza deste bem, ainda são poucos os irmãos desprendidos capazes de praticar este ato em toda sua acústica, mas sempre há tempo para se viver, comece abrindo um sorriso espontâneo e respeitando todas as diferenças, para as demais virtudes divinas brotarem naturalmente no coração sincero. 

A caridade é um dever de todo aquele que entrega a sua vida e amor a Deus em busca da salvação, lembrando que este sentimento não tem patente e muito menos rótulos, mas é a nossa maior missão.
 

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos. 

sexta-feira, 13 de março de 2015

Vencer


 

"Com a inveja e o ciúme, não há calma nem repouso para aquele que está atacado desse mal: os objetos de sua cobiça, de seu ódio, de seu despeito, se levantam diante dele como fantasmas que não lhe dão nenhuma trégua e o perseguem até no sono." 

Somos livres e como tal responsáveis pelos atos e consequências das escolhas preferidas. Não há vilões que possam ser responsáveis decisivamente pelas quedas e falências em determinados instantes da existência, provemos em nosso cotidiano do resultado de busca para a própria subsistência. 

Todos são cercados por testemunhas, mas nenhuma com a força do impulso que provem do arbítrio pessoal. Não somos fantoches para se deixar guiar sem o discernimento pessoal, para onde vamos e aonde permaneceremos nada mais é que fruto e resultado da consciência atraída por sentimentos pessoais e muitas vezes movida por uma ganância que poderá seriamente comprometer a caminhada presente que se refletirá nas instancias adiante. 

Fazemos arvoredos das sementes cultivadas, e quando se semeia no campo da vida os grãos do pecado, não há como ofertarmos frutos sadios, decisivamente condena-se a própria decadência e nestas circunstâncias proverá a falência da paz e da felicidade que se estagna na complexidade do progresso.  

Não há como uma árvore ruim dar bons frutos e nem uma árvore boa germinar maus néctares. Quando se desencadeia na alma um mau fruto, havemos, se for preciso, cortar uma galha ou toda ela para que não comprometa toda uma estrutura de boas possibilidades, afinal é preferível entrar no reino dos céus cocho do que se perder por inteiro no pecado nos choros e rangeres de dente.  

Em todos os momentos de nossa caminhada recebemos do Criador o adubo do  bem e do amor para poder sempre ofertar o melhor, mas se formos omissos, inertes aliado ao comodismo e à preguiça não há como a safra ser boa. Nosso pai deseja que sejamos bons e naturais para buscá-lo de verdade e transformar as nossas misérias em cinzas e submergir como verdadeira árvore do bem da vida eterna. 

E lembre-se que a sentença da nossa consciência vale pelo julgamento dos nossos atos.
 

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

quarta-feira, 11 de março de 2015

Benevolência


 

Não façais aos outros o que não quereríeis que vos fosse feito, mas fazei-lhe, ao contrário, todo o bem que está em vosso poder fazer-lhe. (Allan Kardec)

 

Deus nosso criador nos ofertou o dom mais supremo, a vida, e junto a ela nos presenteou com o discernimento, bem como o livre arbítrio nos dando a oportunidade de escolher o que melhor nos convenie. 

Ao longo da humanidade vemos o quanto a sociedade humana prosperou em significantes matérias comportamentais e sociais, e evidente que ainda não estamos de acordo com a vontade divina, ainda havemos de trabalhar muito para alcançar as melhores posições, mas cada passo conquistado é uma dádiva eterna. 

Fora-nos dada à oportunidade de conviver com outros irmãos e com demais criações da natureza conforme a vontade eterna onde é disseminada na qualidade mineral, vegetal, animal, humana e angelical. A cada fonte de vida inserida em suas respectivas classes forma a engrenagem vital de todo o universo, onde a importância de cada espécie se mostra real e de extrema serventia para com o propósito maior da benevolência suprema. 

Fora dada ao homem a faculdade do estudo de cada espécie, onde pôde se comprovar a importância de cada elemento natural para a manutenção de toda espécie viva. Ao mesmo instante em que se comprovam importantes benefícios na natureza, os seres humanos, tanto na forma encarnada como desencarnada, traz seu papel essencial na proposta de Deus para com o progresso do universo.  

Ao homem foi dado o poder de zelar por toda forma da natureza, bem como promover todo o progresso e proteção a todas as classes,  principalmente aos seus pares rumo a condição angelical. A caminhada para chegada ao ápice levará muito tempo, lastro este que não se define numa única concepção ou em qualquer previsão, somente entre o Criador e o nosso espírito. Tempo este que dependente  somente de nós se vamos alongar ou minimizar, basta boa vontade para consigo e seu semelhante.  

Para o homem atingir graus significativos nos planos de Deus, há de moldar o espírito a cada encarnação que lhe é dada a oportunidade para prosperidade. Mas o que se  testemunha são espíritos de grande capacidade para promover o bem se perdendo pelos labirintos dos sentimentos inferiores encantados pela astucia do mal. E para merecer de fato o melhor é preciso disciplina, paciência, tolerância, perdão, superação, devotamento, perseverança, fé e amor incondicional e em muitos casos o desapego. 

A história nos remete a vida de inúmeros irmãos conhecidos e anônimos que deram exemplos de fé e resistiram toda a tentação e passaram a cumprir toda instrução de Deus. Muitos se arrependeram e tomaram o caminho da salvação. Para todos é dada a mesma oportunidade, basta cada um tomar a sua cruz e fazer dela a força da sua fé imperecível para lutar. Ser obedientes e fieis a Deus alcança-se a misericórdia divina e a possibilidade de entrar mais rápido no reino sagrado.  

Mesmo que o mundo possa nos ferir arduamente com seus chicotes afiados, a injustiça ferina nos açoitando movidas pela sujidade do pecado instruído pelo maligno havemos de elevar a nossa confiança a Deus e entregar nossa vida a seu comando, e acreditando nas palavras de Jesus que nos disse: todo aquele pequeno que é humilhado na terra será exaltado no céu. 

Busque refletir todos seus atos e sentimentos na mesma imagem que deseja ver reluzido em sua vida. Ame seu próximo compreendendo e ajudando-o de toda forma. Compreenda que toda forma de auxilio com o propósito do bem é uma oração fundamental. Promova a paz sob vontade de Deus refletida no soar de sua consciência instruindo sempre a pratica do bem. 

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos

terça-feira, 10 de março de 2015

Conteúdo



 

O corpo existe tão somente para que o Espírito se manifeste. (Allan Kardec)
 

Qualquer produto a que viemos utilizar para nossa necessidade é envolvido por um envoltório protético para que possa conservar o mais importante, a sua essência, e após ser utilizado todo seu conteúdo, sua embalagem é descarta, ficando apenas a lembrança interna do produto e nada mais. Afinal conhecemos a qualidade do produto experimentando a sua essência mesmo que a embalagem seja simples. 

Para muitos irmãos o impacto de uma bela embalagem pode deduzir a qualidade melhor quanto a um produto, enquanto outra de manifestação mais singela é facilmente descarta.
 

Se muitos caminhassem por uma floresta e logo sentisse sede, e se deparasse com um pequeno riacho sem nenhuma beleza e adiante vislumbrasse uma bela fonte, muitos iriam pelo impacto visual, ignorando o pequeno riacho que apenas tem o seu interior a oferecer.  

Nesta mesma vertente classificamos o nosso espírito, onde para crescer e evoluir necessita de uma embalagem, o corpo carnal, sendo que todos os atos são praticados por nossa alma. Ao contrario das embalagens comerciais, devemos zelar pelo corpo como a mais importante moradia do espírito, onde nele poderemos progredir cada vez mais rumo ao reino dos céus. Recebemos do Criador esta fantástica moradia momentânea, onde podemos comprovar a perfeição desta casta. Muitos irmãos recebem a oportunidade pelo merecimento a chance de construir a própria moradia antes de desembarcar na próxima estação, outros já são designados com sua moradia estabelecida para que possa saldar suas dividas com os recursos oferecidos. 

Independente da estética corporal, o espírito deve zelar pelo mais importante, o intimo, pois é nele que de fato estará a nossa única prosperidade. O corpo físico é apenas o acondicionamento da alma moldada pelo períspirito onde utilizamos para guardar a principal essência e fazer dele o produto mais importante da existência, pois ao cessar a vida encarnada descartamos o corpo e elevamos para a eternidade a nossa alma. 

Infeliz é aquele que crê destacar a beleza estética como instrumento principal de qualidade, pois quem assim classifica seu universo perde a oportunidade de viver o estado de alegria verdadeiro e da construção da felicidade eterna, atrasando significantemente a sua evolução. 

Compreendam irmãos que ao mesmo tempo em que devemos zelar pelo espírito, havemos de conservar a saúde da carne.  

A má utilização do corpo físico poderá ser debitada em nossa divida e ao utilizá-lo de forma irresponsável  poderá acarretar na morte prematura, levando assim a uma famigerada conseqüência negativa e ao autoflagelo da consciência, pois por negligencia levou-se a um desfecho inesperado. 

Busque sempre encontrar o conteúdo verdadeiro em cada irmão e em cada fonte de vida algo maior e mais profundo do que a estética física. Aperfeiçoe cada vez mais o seu íntimo com as melhores atitudes e sentimentos para com o bem, e fazendo do seu núcleo uma verdadeira oferenda.
 

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

 


domingo, 8 de março de 2015

Busca


 

O fardo é proporcional às forças, como a recompensa será proporcional à resignação e à coragem. (Allan Kardec)

 

Ao longo do desenvolvimento da sociedade tem-se criado uma enigma quanto a verdadeira face de Deus perante nós e em todo o universo que nos cercam neste grande mistério.

 

Quando consultamos e estudamos as passagens sagradas da humanidade, vemos a atuação de Deus sob os povos e também o que desde a época se é herdado com o renascer das gerações.

 

Nenhuma criatura pode-se considerar desprivilegiado, afinal é do Criador de tudo e do universo que nos faz existir. Acompanhamos na historia inúmeros enviados que tem propagado e pregado a vontade de Deus sob a linguagem pátria de cada coração.

 

Diversos pontos podem parecer indecifráveis no meio de uma nevoa de conceitos subversivos a ordem divina e com o intuito de atrair noviços a uma ordem egoística e preconceituosa quanto às possibilidades de Deus que nos é favorável ao conhecimento. Entre todas estas características há a lei da reencarnação, onde podemos compreendê-la nos estudos mais profundos e sinceros do livro sagrado e codificado nos estudos de Allan Kardec que nos norteia ao entendimento e ao esclarecimento de pontos obscuros que em diversos momentos não encontramos as devidas respostas.

 

Compreendendo e entendendo os motivos de tudo ocorrer a nossa volta e mesmo conosco se faz primordial o conhecimento para o avançar da evolução mais célere, e quanto mais aprofundar nos estudos maior poderá ser o esclarecimento e favorável auxiliar em nossa fundamental mudança em determinadas posturas a merecer o tal sonhado tesouro no céu que Jesus já nos esclareceu a oportunidade de recebê-lo.

 

O instituto da reencarnação na humanidade levanta uma serie de discussões quanto ao seu aceite, para uns é impossível retornar e refazer a sua caminhada, outros aceitam com certo descrédito e tem os que plenamente estão convictos e buscam a cada dia melhorar sua postura frente à vida e a Deus. Analisemos a seguinte reflexão: se um irmão comete uma serie de erros conscientes, e outro irmão segue com obediência a vontade de Deus no planeta que o acolhe, seria justo este primeiro ter os mesmos privilégios que o segundo apenas com o cessar de sua jornada e nenhuma conseqüência atribuída a ele? E aquele outro não receber a recompensa merecidas dos céus pelo eximo trabalho desprendido e realizado independente da natureza?

 

A encarnação planetária do espírito vem esclarecer o teor e o entendimento de haver extrema diferenças no planeta, onde determinadas situações confrontam o nosso equilíbrio e mesmo entender a justiça divina diante de fortes impactos sociais. Quando nos colocamos aos estudos verdadeiros, esclarecemos que nada acontece por acaso, e a cada ciclo que findamos prestamos contas de todos os atos e sentimentos, dos pros e contras, e recebendo assim a sentença conforme a proporcionalidade de nossa própria consciência. Nenhum de nós será condenado às penalidades sem tê-la motivado, e nenhum de nós  receberá as recompensas sem tê-la merecida.

 

O Criador conhece muito bem a cada um de nós e sempre nos proporcionará as oportunidades do recomeço e impondo a cada um de nós a sua merecida conseqüência, por isto amado comece desde já a organizar o seu próprio céu.

 

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

 

 

sexta-feira, 6 de março de 2015

Gratidão


"Honrar o pai e a mãe não é somente respeitá-los, mas também assisti-los nas suas necessidades; proporcionar-lhes o repouso na velhice; cercá-los de solicitude, como eles fizeram por nós na infância." (Allan Kardec)


Todos os mandamentos colocados ao nosso conhecimento por Moises através  da psicografia de Deus no primeiro livro sagrado escrito da humanidade nos trazem o sumário de nossa postura no universo independente se nos encontramos na condição encarnada ou livre da obsessão da carne com o objetivo da própria evolução. Nenhum dos regramentos poderá ser classificado como mais importante do que o outro, todos são listados no mesmo nível e nos traz a disposição e conseqüentemente o resultado advindo das escolhas.

Entre todos os mandamentos há aquele que nos diz que devemos honrar nossos pais e nossas mães. Sabemos o quanto a nossa existência é importante para Deus e também  para os nossos pais que são fundamentais para que possamos evoluir. Nascemos de uma só carne e de um só coração, somos recepcionados no amor que nos guiará para o caminho do bem e nos ensinando com toda a paciência o sentido do descobrimento e do renascimento diário para com as beneficias de Deus. 

A obra de Deus é sublime e principalmente ao nos conceder o direito e o poder de gerar uma nova vida e proporcionar ao irmão recém chegado a oportunidade de poder reviver e renascer com intensidade o nascer e o pôr do sol e de sentir a magia real concretizado em nosso espírito. Ter a confiança de poder ser um bom servo do Criador na humanidade e servindo-se cada vez mais do balsamo da purificação que nos fará reverenciar com louvor aqueles que nos são mais sagrados. 

A vida é fonte eterna que passa por diversas etapas e experiências (André Luiz).  

Em  determinadas ocasiões e por conseqüência de nossos resgates poderemos não ter a oportunidade de sermos pais ou mães de um irmão na atual encarnação, mas todos sem exceção somos filhos. Existimos pela razão de havermos um pai e uma mãe, e independente da nossa qualificação profissional, intelectual, cultural e evolutiva devemos ser eternamente gratos. Honrando-os não somente com respeito que nos é dever, mas proporcionando a eles a mesma devoção que sempre tiveram conosco e sermos obedientes aos seus alertas e cuidados, por isto amamo-los intensamente.                                                                                              

E é importante termos o seguinte entendimento em nosso coração e em nossa consciência, mesmo nossos pais sendo nossos principais pilares, nossa principal referência para a nossa caminhada terrena evolutiva, são pessoas capazes de errar também, ao qual haveremos de ter a mesma paciência e respeito ao qual eles sempre doam a nós. 

Ocorre no planeta de expiações e por exigências do destino de sermos amparados não por pais e mães concebidos no ventre, mas do amor, saibam que devemos honrá-los sem qualquer desequilíbrio de nossa balança da vida. 

Converse sempre com seus pais e escute-os sempre, se há alguma magoa, compreenda peça perdão e perdoe-os enquanto pode fazê-lo; se há matéria que discorde, dialogue; se há alguma dificuldade, confie e desabafe; se há dores, peça o remédio; se há tristeza, peça colo, se há alegria, compartilhe; se há amor, devote-o; se há a velhice da idade corporal, ampare-os; se as mãos e as pernas tremerem, segurem-nas; se não conseguirem manter a mesma firmeza para levar o alimento a boca e deixar que estes caiam sobre a mesa, paciência e amor. 

Busque não deixar para a saudade e para o remorso o que pode ser vivido e reparado neste mesmo instante, procure viver a paz no coração de saber que de fato honra-os. Não os abandone jamais.
 

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos

terça-feira, 3 de março de 2015

Exemplos


 
A felicidade depende das qualidades próprias do indivíduo e não do estado material do meio em que se acha. (Allan Kardec)
 
Em uma determinada cidade no interior havia um lugarejo simples com casas de madeira e de sapê, animais andando pelos quintais e em cada habitação um grande pomar com frutas, uma horta repleta de verduras e legumes para a subsistência pessoal. Mais adiante havia um rio com água limpa que serve de alimento e também o banhar do corpo físico de todos os habitantes. Neste lugar havia uma senhora, dona Silvia, pessoa bastante humilde, casinha simples e uma vida pacata, todos iam ate ela em busca de um conselho, de uma palavra agradável que ela dispunha a qualquer visitante, fazia orações e benzia a todos que pedia.
 
Nesta mesma localidade, como na maioria das pequenas cidades, havia os mandatários da cidade, e entre eles o líder, senhor Jerônimo, um homem bastante austero e dono de muitas posses na cidade e também na  capital. Construiu todo seu patrimônio com suor e também muito exploração da simplicidade e humildade daquele povo.
 
Por ser um homem temido na região por seus domínios na cidade, Jerônimo se valia do poder para conseguir tudo que queria, principalmente daqueles ribeirinhos que viviam de seu suor. Toda plantação de cada residência era cobrado por ele um percentual, valendo da sua posição nada o fazia parar seus desmandos, nem mesmo dona Silvia escapou de sua fúria, mesmo não cobrando sequer um vintém para atender, era cobrada dela uma parte da sua aposentadoria, e mesmo com toda a prepotência sempre ouvia de dona Silvia uma benção sincera e ele sempre zombava e ria desta senhora e caminhava de volta para sua fazenda.
 
Certa vez sua filha precisou de cuidados médicos, pois fora acometida por uma grave doença, ficou um bom tempo na internação e saiu ainda bem debilitada, nenhum medico conseguiu identificar a causa da doença, e valendo-se de sua posse, Jerônimo a levou para a capital crendo que teria os melhores recursos, ficou meses e a sua doença não fora descoberta, o poderoso mandatário da cidade gastou boa parte de seus bens e nada resolveu, então decidiu levá-la para casa e esperar pelo pior.
 
Ao chegar na cidade e vendo boa parte do seu patrimônio comprometido saiu a fazer suas indevidas cobranças no lugarejo, mas a internação de sua filha correu aos cantos da cidade, mas Jerônimo não descia de seu pedestal e fora a diante, em cada casa que entrava ouvia dos seus moradores um desejo de melhoras e o homem irascível não agradecia e em algumas casas até tratava os moradores com arrogância que lhe era peculiar.
 
Quando adentrou a casa de dona Silvia foi cobrando sua parcela, a pobre senhora prontamente entregou-lhe sua parte, mas tocada por uma luz divina disse ao homem: - o Senhor me permite orar por sua filha? O homem incrédulo replicou: - Para que, já gastei uma fortuna e nada resolveu e a senhora acha que uma oração vai curar minha filha? Tenho mais que fazer do que ouvir estas besteiras. E a senhora insistiu, - pelo menos me deixe orar, não vai causar nenhum mal a ela, pelo contrario. Irritado o homem disse. – então pode fazer, mas quero ouvir o que a senhora vai falar, depois vai esta mandando coisas ruins para ela e ou ficar aqui para defendê-la. E então a senhora pegou seu terço e começou a orar em voz alta na presença de Jerônimo e ao terminar ela explanou: - o amor de Deus é tão grande que permitiu que ela fosse curada. Em tom de deboche ele saiu escarnando da oração e de dona Silvia.
 
Ao chegar a sua fazenda, Jerônimo teve uma grata surpresa, sua filha estava fora da cama e brincando no alpendre de sua casa, o homem se emocionou com o feito, afinal, ao sair de casa tinha deixado-a deitada e sem qualquer reação e ao voltar e a vê-la nesta disposição deixou o homem repleto de alegria e lembrou-se da oração daquela senhora, só que seu orgulho não o permitiu ir agradecê-la, pois seria muito para um homem como ele, acostumado somente a dar ordens, mas a partir daquele instante decidiu não mais cobrar injustamente indevidos valores daquela população.
 
Esta lição nos traz a seguinte reflexão e exemplo: Não importa o quanto você tem guardado no cofre, nas instituições financeiras e das posses que adquiriu ao longo da vida, afinal, dependendo do momento você poderá dilapidá-lo e não conseguir a solução de qualquer mal que possa acometê-lo, mas quando Deus é chamado com o coração manso e humilde o que parecia impossível pode-se tornar possível a um simples pedido. E lembre-se que muitas vezes a solução do seu problema pode esta num simples sinal e até mesmo em quem você mais despreza por não fazer parte do seu status social. E saibam que são das pequenas coisas que se faz sustentação para as grandes, como os grãos de areia que pode há primeiro instante ser ignorado e parecer insignificante, mas vislumbrem do que seria do infinito oceano sem a união de todos os grãos.
 
Por isto irmãos busquem viver os melhores momentos da vida que é possível a todas as classes, procure amar mais e buscar nos exemplos de seu próximo, afastado de todos os preconceitos, algo de bom para si mesmo.
 
Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos
03/03/2015
 

Amar

 
Todo efeito tem uma causa. Todo efeito inteligente tem uma causa inteligente. O poder da causa inteligente está na razão da grandeza do efeito. (Allan Kardec)
 
A definição literária da caridade é um dos institutos mais importantes que o amor pode expressar por este universo, e a todos que se servem da nossa oferta verdadeira e caritativa receberá a graça desprendida de nossa vontade ao bem praticado.
 
O desejo de se praticar o bem muitas vezes se perde pelo choque dos interesses sórdidos da ação, muitos o fazem com o único propósito de receber o reconhecimento de um ato praticado, que nada mais é que uma obrigação moral de todos nós enquanto filhos de Deus. Qualquer beneficio que nos propomos a fazer, e se desejamos soar ao vento a sua obra, perde-se o seu imediato feito maior e já não terá de Deus a obrigação de ser recompensado, afinal, já o adquiriu sua condecoração. O que a mão direita faz a esquerda não tem que saber e nesta vertente caminhamos ao merecido progresso de nossa existência.
 
A fé é como um grão de mostarda a qualquer atividade voltada ao bem e é uma importante ação quanto a nossa obrigação e sabendo que quanto mais trabalharmos melhores serão os nossos salários, desde que observemos mais e fiquemos mais calados sem querer soar as trombetas de qualquer atividade.
 
A quantidade que se pratica pelo bem não deve ser contabilizada a números de indivíduos, pode até querer ajudar a muitos, mas poderá ocorrer de não atingir a devida qualidade do que ajudar apenas um irmão e conseguir dele a grandeza de sua obra.
 
Procuremos ajudar com qualidade cada tarefa que nos é designado, e lembre-se, não se afobe quanto a quantidade, pois é preferível cuidar bem de um irmão e com a devida qualidade do que abraçar a muitos e não atingir o mínimo de sua potencialidade ao bem, por isto vale a dica, não se desespere em querer fazer demais algo sem haver a devida paciência para com a sua capacidade, tenha calma e continue a sua tarefa com louvor e pratique o amor com a merecida qualidade.
 
Lembre-se que o bom cristão não se mede pelos suntuosos trabalhos ou pela riqueza dos ouros, mas sim pelo resultado eficaz de cada trabalho bem realizado, mesmo que aos olhos da sociedade não apareça a magnitude esperada. Compreenda que o bom servidor terá de Deus o seu merecido tesouro no céu, pois a fé em sua boa ação proporcionará a qualidade de sua posição na vida eterna.
 
Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.