quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Forças Caritativas



A caridade é um exercício espiritual... Quem pratica o bem, coloca em movimento as forças da alma. (Chico Xavier)

Fora da caridade não há salvação, com essa afirmação Allan Kardec difundia uma das mais importantes obras do universo, a prova da existência de um mundo espiritual.

Praticando as lições de Jesus em nosso eterno espírito aprendemos que o evangelho do bem está na busca de uma realidade quanto à difusão da alma na pratica da verdadeira caridade em que possamos exercer uns aos outros como o dever de propagar a bondade em toda sua esfera.

O espiritismo, obra principal das nossas atividades terrenas, jamais poderá ser considerado a mais importante ou a melhor doutrina entre as outras, ao contrario, ela é simplesmente um dos caminhos como demais outras religiões predominantes no planeta com o proposito de difundir as lições de Cristo com disciplina na busca de um lugar merecido e feliz neste infinito universo.

A prática da caridade tão popularizada entre os homens traz uma significante confusão quanto a sua verdadeira extensão, ou seja, será que se eu ofertar algo estaria assim contribuindo para a caridade? Certamente quem será beneficiado com este ato poderá recebê-la como tal, mas pergunta-se (...) será que o coração está aberto para essa realidade? Será que doar algo não estaria contribuindo para a elevação da vaidade em querer ser admirado e aplaudido por aqueles que assistem a essa ação? E qual é o verdadeiro sentido de doar? É apenas dar algo ao menos favorecido? De certo há diversas teorias que possam ser interpretadas pelos seus atores, mas a verdadeira caridade é algo que não se define em poucas gramaticas, pois sua extensão é infinita.

Pode-se praticar a caridade em todos os aspectos, na profissão ou fora dela, a verdade o sentido da caridade esta em ser bom e buscar a bondade e propagar essa virtude por todos os lugares e formas, não será apenas dando algo que receberá as benéficas do céu, ao contrário, a verdadeira colheita dos bens divinos estará  na pratica diária para com o bem, o olhar generoso para a conquista alheia, o olhar benevolente sob as necessidades dos nossos irmãos mais necessitados, do olhar atencioso a uma criança que descobre o mundo pela magica da pureza, do auxilio aos animais na condução da sua evolução, no zelo a toda forma de natureza presente em nosso ambiente, o honrar nossos pais, a amar o outro como a si mesmo, perdoar as ofensas e pedir perdão quanto aos erros praticados, arrepender-se dos pecados, oferecer oportunidades a quem pede qualquer auxilio, na liderança e na condução de uma nação em trabalhar para amenizar a pobreza material e levar dignidade para um povo sem que haja interesses egoísticos e longe dos atos corruptíveis, respeitar profundamente todas as diferenças existentes no planeta, compreender as fraquezas do outro que caminha na evolução sem exigir dele algo que não seja capaz de oferecer o mínimo, prestar conhecimento ao ignorante da matéria ao qual domina sem cecear por muitas vezes este não lhe proporcionar os respectivos honorários, a escutar uma angustia bem como uma alegria, enfim, o que nos faz a certeza de que o exercício da caridade nos leva a pratica-la em todos os momentos da nossa jornada, nada nos impede, seja em qual estação desembarcamos, pois toda sua pratica é possível a cada um de nós, e ao levarmos toda forma de alivio ao próximo já estará exercendo um ato de caridade, onde ninguém poderá retirar de nós o instigar deste impulso que simplesmente nos cabe dar o primeiro passo rumo ao exercício da obra máxima da caridade.

Busque praticar todo o bem que puder exercer, busque superar todas as expectativas próprias de elevação e crescimento, busque surpreender a si mesmo elevando cada vez mais a lição de Deus por todos os cantos, onde poderão testemunhar com gratidão o florir do bem no coração alheio e sendo fundamentais na colheita destes frutos quanto ao bem que ajudou a produzir, entendam que ao praticarmos toda forma de caridade e o bem que dispomos a praticar, tenha na fé a certeza de que todos os atos verdadeiros serão o nosso eterno advogado na eternidade.

Por isto seja bem vindo à vontade de Deus.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário