segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Nada é Por Acaso



Ninguém cruza nosso caminho por acaso e nós não entramos na vida de alguém sem nenhuma razão. (Chico Xavier)

A folha de uma árvore não se desprende de seu galho sem que neste momento esteja à vontade de Deus atuando sobre o destino deste ser, e também não seria possível existirmos sem que a vontade divina atuasse em nós oferecendo todas as oportunidades de progresso neste fantástico universo.

Ao mesmo tempo em que a folha de uma árvore se desprende diante da vontade divina, também é possível que ela caia se atuarmos sobre os designíos vitais de sua existência interrompendo arbitrariamente a sua caminhada e progresso. Compreendamos irmãos que nenhum ser existente neste universo que nele inserido está e em franca atividade na sua importância é insignificante a vontade divina, todos os nossos atos e sentimentos é contabilizado em nossa historia, o que produzimos e o que deixamos de produzir tudo é pontuado em nosso livro sagrado e tudo fará parte da reciprocidade da nossa caminhada, o que oferecemos a vida ela nos retribuirá na sua proporcionalidade, mesmo que transponha a atual existência e havemos de salda-la numa nova roupagem.

Atravessamos por diversas pontes da nossa existência vital com o único objetivo sagrado que é a salvação ao reino de Deus, onde começamos a construí-lo em nosso coração através dos nossos sentimentos e das nossas ações que praticamos em todos os aspectos e momentos que levaremos eternamente em nossa alma, mas para se alcançar a tão almejada chegada havemos de vencer cada etapa completa de nossa realidade nesta virtuosa evolução, onde a vida nos mostra a todo o momento e com eficiência as respostas que tanto duvidamos quanto a realidade divina, onde muitos acreditam que determinadas situações seja a sorte de um momento, quanto à realidade negativa quanto positiva de uma coerência momentânea, e ainda são poucos os atribuem o reflexo do passado a sua atual situação e buscam fazer o melhor, por isto o Senhor sempre nos envia anjos a nos alertar quanto às mudanças de nossas posturas que devemos patrocinar a nossa alma.

Para se alcançar a certeza da realidade divina atuando em nossa existência é preciso um pouco mais de espiritualidade em nosso espírito e em nosso conhecimento seja ela qual for, e para se alcançar as respostas é preciso exterminar primeiramente com as disputas e as guerras religiosas que há no planeta de expiações, é necessário acabar com as guerras individuais em nome de sentimentos e desejos egoísticos com o fim de atrair noviços a uma ideia e a uma posição com o único objetivo que de aglutinar homens e mulheres aos seus desejos econômicos. E ao compreendermos que Jesus é único é para todos e não importando como será à maneira de caminharmos até ele, desde que seja repleta do espirito santo de Deus nas atitudes e no amor, podemos alcançar com proficiência a paz profunda da caminhada favorável as nossas instancias, independente de nossos desejos e crenças pessoais.

Porque existimos? Porque nascemos? Porque vivemos? Porque desenvolvemos? Porque morremos? Porque tantas diferenças aos nossos olhos? Porque há fome, há misérias, há guerras sangrentas? Enfim, são estes e demais quesitos que desafiam a nossa consciência e o nosso modo de defrontar com o destino que nos é a realidade da caminhada e mesmo inquirindo ao Senhor o porquê de tamanhas desavenças onde somos testemunhas desta famigerada vida que comungamos a evolução com demais outros irmãos e seres que confraternizam o mesmo espaço.

Muitas das respostas de nossas perguntas podemos encontrar na nossa alma, as pessoas e os acontecimentos que cruzam o nosso caminho independente da ocasião, ou seja, por um momento, por toda uma existência ou por algum relance nos é fundamental essa realidade em nossa caminhada, como a família e os amigos e bem como as pessoas que passam por nós como os colegas de trabalho, os vizinhos, os conhecidos e mesmo os desconhecidos e os enamorados, todos estes exercem uma grande influencia em nossa estrada, mesmo que não seja possível identificar algo tão visível na ocasião, mas ninguém cruza o nosso transpor sem que haja uma matéria positiva que possa nos engradecer, bem como exercermos a mesma reciprocidade.

Se no planeta de expiações os homens respeitassem mais a vontade do Senhor atendendo e praticando com humildade e sem ganancia as lições de Jesus, que é a mais sagrada aliança de Deus para conosco, certamente haveríamos mais a pratica do amor entre os homens e não presenciaríamos tantas misérias espalhadas pelo universo, como também não praticaríamos os exageros errôneos para com os nossos semelhantes e todos os seres vitais em comunhão de seu progresso para conosco.

No planeta de expiações bem como em mundos inferiores os seres sofrem constantemente com importante influencia do pecado que é oferecida pelo perverso por diversos meios e sempre com o intuito de fazer-nos perder pelo caminho do bem, e neste proposito muitos irmãos desviam o seu caminhar por crerem que o caminho do bem é mais árduo e difícil, e de certo que quando o coração é falho e a fé é pouca o caminho de Deus se torna mais embaraçoso e cansativo mesmo, pois muitos destes preferem viver o momento de astucias e das benéficas passageiras do que construir toda uma fonte de felicidade plena, pois a construção é contínua e requererá sempre o esforço pessoal, pois o Senhor nos oferece toda matéria prima necessária a trabalhar nossa obra, e cabendo-nos a liberdade da construção de nossa morada conforme o nosso exclusivo desejo.

Tudo que ocorre conosco é efeito restrito da nossa sementeira e do cuidado que dispomos ao seu amparo, os frutos que vamos colher e oferecer serão por justiça a qualidade do produto quanto ao zelo que dispomos a praticar por nossa vontade.

Quando a raiz apodrece e não é possível mais dar bons frutos é preciso desconjuntar o espirito da terra para que seja novamente replantada com as mesmas sementes sagradas que nos é devida pela graça do Criador, pois não há; por mais que seja difícil vislumbrar; que essa mesma árvore, mesmo que perca a sua qualidade de um novo e sadio fruto, que não tenha um grão sadio para que possa renascer em um novo broto e reflorescer em uma nova oportunidade de ofertar o melhor de si.

São essas as fazes da nossa existência meus amados, nascemos puros e como ótimas sementes criadas por Deus a ofertar o melhor de nós, e sabemos que durante o curso da nossa imortal verdade que é a vida que nunca cessa, podemos perder a nossa qualidade por vontade própria, mas saiba que sempre haverá em nós uma semente boa e que poderá renascer sempre quando a nossa raiz fundamental se perder pelas amaldiçoadas erva daninha do pecado, e aquele que tem fé no Criador saberá que a sua semente espalhada pelo universo sob o olhar divino o favorecerá sempre há uma nova chance de renascer cada vez mais forte e saudável na luz da eterna fraternidade.

E lembre-se de que nas formas em que poderemos renascer será a melhor alternativa que o Senhor na sua misericordiosa bondade encontrará para que possamos nos endireitar e também que consigamos aproveitar as oportunidades que temos a ofertar o melhor de nós, e que possamos aproveitar todos os ensejos para espalhar a nossa boa semente de exemplos e de amor a Deus para que possamos sempre renascer em demais jardins e que nos ofereça o melhor da nossa oferta e acreditando na providencia divina que no momento certo possamos estar renovados e preparados para a salvação.

E para que todos nós possamos evoluir será preciso nascer, viver, renascer, progredir tantas vezes quanto forem necessárias para atingir o mérito em habitar a morada de Deus com louvor colhendo os frutos por mérito próprio.

Por isto aproveitem cada momento da vida.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário