quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Apoteose da Vida





Planejar a infelicidade dos outros é causar com as próprias mãos um abismo pra si mesmo. (Chico Xavier)


A fraternidade é a união entre todas as criaturas de Deus em confraternização nesta infinita existência, cada um traz consigo uma peculiar bagagem e reflexo de prosperidade, sentimentos, vontades, emoções e sonhos a poder habitar com louvor no reino de nosso Pai.

Já nos faz compreendido que não há sequer um irmão que tenhas as mesmas razões e emoções como nós, há sim a harmonia e a simpatia de ideias, mas sempre haverá diferenças e em alguns momentos conflitos de pensamentos e ideologias diversas, sendo que estas diferenças aumentam a nossa capacidade de enriquecer os nossos conhecimentos, pois qualquer um tem a capacidade de ensinar algo, bem como a aprender sempre.

Ideias podem sempre conflitar, como também é natural haver concordância ou não de variados assuntos e pautas em debate, pois este é o sentido de nossa caminhada, há aqueles que deterão maior facilidade em alguns assuntos, como haverá quem tenha um domínio maior que o nosso, e jamais devemos invejar o outro por isto, havemos de sermos humildes em reconhecer as fraquezas, os assuntos que desconhecemos e aproveitar para aprender cada vez mais, afinal temos o poder de absorção privilegiado neste estagio evolutivo que nos encontramos.

O que tem ocorrido com bastante negatividade é a promoção de disputas ruinosas por conflitos de ideias e sentimentos, pois em muitos momentos não se pratica o respeito nos corações dos homens, aumentando assim as discussões violentas e causando sofrimentos e dores a inocentes que acabam sofrendo na maior parte das consequências da falta do amor.

Este caminho não se limita apenas a objetos de disputas entre nações em busca do poder mundial, há uma catástrofe generalizada entre irmãos que causam perturbações por discordarem do outro por diversos motivos e também por preferirem ter razão a querer ser felizes de verdade. E essa pratica nefasta tem levado muitos a escavar a própria infelicidade, e muitos de posse e armados de sentimentos como a inveja, o egoísmo, a vingança deflagram desejos negativos de infelicidade aos seus semelhantes, há aqueles que ativamente provocam algum mal ao outro e há os que alimentam o sentimento do ódio para com o outro.

Façamos uma auto reflexão meus irmãos e vislumbrem quando cometemos ou pensamos algo pejorativo contra nossos semelhantes, veja o quanto este momento causa-nos transtornos e angustias, mesmo que o sentimento esteja submerso a mais raivosa cólera. E aquele que alimenta a contrariedade contra outro irmão não consegue encontrar o próprio equilíbrio, e quem persiste nesta pratica vai arruinando a manutenção da sua paz, pois o pensamento destrutivo que por teimosia mantemos em nossa mente e em nossos corações é o veneno que nos causará as depressões e a estagnação do progresso, pois o mal que desejamos e praticamos é o auto processo de obsessão que causará a própria infelicidade.

Compreendam meus amados e passe adiante essa reflexão: não somos portadores de nenhum poder oniscientes para entender e compreender de todos os assuntos, podemos até encontrar e ser um especialista em algum tema, mas sempre haverá quem conheça ainda mais que nós, como também em momento algum estamos isentos de praticar qualquer erro ou de estarmos equivocados em nosso pensamento e atitudes, pois a grande apoteose da existência é o nosso poder de conhecimento e aprendizado, e aqueles que aproveitam todos os ensejos sem sentimentos inferiores encontrará com facilidade o caminho para a salvação, vamos discutir ideias com respeito ao outro e buscar neste sentido algo que possa favorecer o próprio crescimento em diversos aspectos.

Irmãos, procuremos nos desarmar de todos estes maus sentimentos que servem apenas para causar transtornos a todo o meio ambiente que habitamos, pois o mal desejado e praticado se reflete com a própria ruina, pois deste aspecto perdemos o próprio equilíbrio, por isto vamos respeitar o conhecimento alheio e buscar a calma para a nossa alma.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário