sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Jardins do Divino



Nenhuma atividade no bem é insignificante. As mais altas árvores são oriundas de minúsculas sementes. (Chico Xavier)

Quem somos nós neste infinito universo onde parecemos um insignificante grão de areia e quase que imperceptível? A verdade é que somos frutos de uma vontade divina que se encheu de todo seu amor e nos fez possível existir.

Ao vislumbrarmos o grande oceano da vida percebemos e é nítido a sua magnitude, mas vemos que ele se sustenta numa base que o faz possível exibir toda a sua grandeza e de belíssimas criaturas que habitam o seu meio ambiente e que também esconde infindáveis mistérios de Deus que assim como o universo reservam inúmeras belezas em que ainda não nos é possível conhecer por ainda não termos atingindo a maturidade e os méritos necessários para aprecia-los.  Compreendam meus amados que no meio em que vivemos nos é permitido conviver com as amostras de todas as formulas semelhantes ao jardim do Éden, onde ainda nos é cegos há uma incalculável reserva de belezas coloridas e reluzentes em um campo sagrado para aqueles que realmente são merecedores de fazer parte desta realidade e da eternidade no paraíso de Deus que é possível a cada um de nós, para isto basta sermos fieis as leis divinas e sermos obedientes a sua vontade amando uns aos outros principalmente compreendendo as suas fraquezas diversas.

Não nos classifiquemos como seres incapazes a pratica do bem independente da grandeza da obra, para Deus não importa que você construa palácios suntuosos, ou que plante uma floresta, ele quer que sejamos unidos na sua graça com todas as oportunidades possíveis que ele nos oferece, todo bem que praticamos é o nosso advogado por toda eternidade, por isto amados irmãos não desperdice as oportunidades que lhe são oferecidas para praticar o bem a todo o momento e também não espere as condecorações de seu ato benevolente, pois isto é para aqueles que não aprenderam a amar de verdade, pois quem ama a Deus naturalmente todos os seus atos surtem como ato espontâneo, como é Deus para conosco que a todo o momento nos permite compartilhar a grandeza do seu amor.

O grande oceano divino somente é possível se sustentado pelos grãos de areia que em conjunto e união o faz sustentação, cada grão tem a sua importância fundamental neste processo, assim somos amados como um grão de areia neste infinito e que jamais seria possível o desenvolvimento sem a nossa existência e união que o Pai nos estabeleceu. Por isto que a nossa importância de existir já nos faz a mola propulsora da pratica do bem e aonde sua instancia esta em cada oportunidade a nossa disposição, por isto façamos hoje a nossa parte construindo sempre a permanente obra do amanhã a fazer-nos confortar na eterna felicidade.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário