sexta-feira, 28 de novembro de 2014

As lições do passado




A questão mais aflitiva para o espírito no Além é a consciência do tempo perdido. (Chico Xavier)


A cada dia, a cada momento escrevemos a nossa historia onde representa tempos que não voltam mais, o passado nosso simboliza marcas importantes para a nossa manutenção e situação do presente e que decisivamente será fundamental para com as consequências do futuro. Pode o hoje ter as mesmas características de ontem, somente a sensação, pois a cada novo dia que despertamos desde a nossa criação, quanto a nossa concepção em novas roupagens representam novos capítulos de uma historia que temos influencia direta em cada linha que propusemos delinear conforme a vontade do nosso livre arbítrio.

Não há nada mais frustrante quando descobrimos que uma história, ou um instante, ou um momento significativo poderia ter sido mais bem aproveitado por nós se nos desarmássemos de sérios comportamentos e sentimentos ruinosos que tomam conta de nossa vontade, do nosso ser e nos impedindo o progresso que vai passando como o curso do rio que desagua no grande oceano infinito que poderá ser um caminho sem volta.

Em muitos momentos de nossa caminhada criamos determinado espectro que nos faz assombrar-nos com um mundo ilusório de pesadelos e sentimentos que invadem injustamente a nossa existência e a nossa consciência e que nos levam a praticar injustas atitudes para com a vida e para com os nossos semelhantes. Em muitos momentos criamos situações como um mundo de preconceitos para com o próximo por questões mínimas e vazias, cegando-nos para a grandeza da vida e das oportunidades que temos de viver um estado de graça, mas aquele que cria para si uma casta de sentimentos inferiores acaba tornando reais as suas fantasias e o que representa a mais fascinante ilusão do mal com o objetivo de desviar o nosso olhar para o horizonte prospero de bênçãos e na construção da felicidade plena.

Temos a todo o momento as oportunidades para ser melhor e aproveitarmos o máximo de Deus que nos brinda com o dom da vida e de sua obra ao nosso redor, que sempre nos inspira para a prática do bem e para o progresso evolutivo. Dentro deste universo virtuoso do amor podemos vislumbrar com melhor clarividência estas instancias de oportunidades e aproveitar ao máximo as circunstâncias que a todo o momento nos clama a caminhar sadios e equilibrados ao norte da paz e da felicidade, claro que haverá momentos inconstantes na realidade da nossa existência, encarnados e desencarnados, mas tudo nos é proposto como lição para superarmos e conquistar sempre o melhor de nós.

A luta é árdua, mas não maior que as benções merecidas de Deus a nos brindar quanto ao nosso verdadeiro mérito. É importante a cada um de nós aproveitarmos com supremacia todas as oportunidades, vamos afastar de nossa própria consciência os fantasmas do insucesso e que nos faz brotar os injustos e perversos preconceitos, afinal não há nada mais triste do que o remorso da própria consciência nos mostrando como que algo poderia ter sido melhor se não fossemos tão teimosos e se não alimentássemos estes vazios da alma em nossa consciência e o que consequentemente se vê refletido nas nossas atitudes e mesmo nas omissões que podem fazer chorar de arrependimento o nosso espírito.

Podemos a qualquer momento mudar o curso de nossa caminhada para o bem, basta boa vontade consigo mesmo, lembrando que cada um de nós haverá de saldar as dividas, mas com determinação e fé nos caberá conseguimos bem como a consciência sã.

Façamos cada um o melhor de sua parte e mostre aos seus semelhantes no próprio depoimento da reforma eficiente o quanto é divino buscar e caminhar com Deus, trazendo as marcas das experiências e as lições vividas como trunfo de seu próprio sucesso e da salvação.

Caminhem.

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.



quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Caminhe ao lado de Deus



Se as críticas dirigidas a você são verdadeiras, não reclame; se não são, não ligue para elas. (Chico Xavier)

Em toda a nossa existência caminharemos eternamente em progresso de todo o nosso conhecimento, afinal, não há um irmão sequer onisciente e detentor de exclusiva sabedoria suprema e que possa se fazer melhor que outro irmão nesta fraterna caminhada. Somente essa qualidade é privilegio de Deus, que nos fez e é o criador de tudo que existe e em que podemos conviver junto a sua obra ao nosso redor.

Somos seres em constante evolução e aperfeiçoamento, é claro que nesta caminhada encontraremos pessoas que atingiram um nível significante no seu conhecimento e a este lhe caberá o dever de ensinar para auxiliar a outros mais, assim como nosso próprio crescimento, aonde tudo aquilo que nos faz graduados nos é esperado, e que sejamos gratos a Deus, ajudando uns aos outros.

Erros e acertos farão parte de toda a nossa realidade, mas sempre buscando o acerto, afinal, até o mais desenvolvido espírito tem suas fraquezas e a estes também é necessário parar e respirar, bem como buscar estudar e graduar-se na escola da vida eterna que não tem limites para aprender.

O que praticamos para alguns poderá ser errado e para outros acertados, mas somente caberá ao Senhor o julgamento real de nossas condutas, e nenhum irmão; apesar de ser comum; é capaz de julgar um ao outro decisivamente quando ao seu progresso e como será destinada a sua proporcionalidade das consequências e de sua morada.

Como destacado, a pratica do apontamento aos erros é bastante comum e acontece com bastante cólera no planeta expiatório, há aqueles que por inveja e egoísmo apontam e buscam menosprezar o outro por habitar em si sentimentos ruinosos a paz e querer transformar o seu ambiente em conflitos perversos, como há a aqueles munidos do amor de Deus e que de posse do amor puro e celestial nos apontando aonde poderemos corrigir e merecer as bênçãos do divino.

Para Deus não importa os erros que comentemos por ignorância, pois o que será determinante para todos nós é a busca do nosso melhor e como aproveitaremos todas as oportunidades oferecidas por ele para nos modificar quanto as nossas fraquezas.

Somos todos errantes e para isto nos será necessário o amor merecido do próximo a nos ajudar identificar os nossos erros e na sua doação desta digna virtude a nos auxiliar em nosso progresso, e se você recebe uma critica em seu ambiente e sabe na sua intimidade a razão de que lhe é apontado, não se precipite contra este que lhe quer o bem, use desta visão para mudar de verdade, como o pai e a mãe que ampara sua prole a todo o momento, até mesmo nos momentos de desenlace da matéria, pois estes levam o amor por nós para a eternidade e aonde seremos sempre amados por estes nossos anjos eternos que nos doa o seu amor a cuidar de nosso progresso.

E se a ti é apontado infâmias e inverdades com o proposito de lhe desafiar a paz e mesmo prejudica-lo em seu progresso por maldade, seja em qual situação for, mas se tens aliada a sua consciência isenta destas injurias, em primeiro lugar reúna as forças em Jesus, que foi preso e crucificado pela mentira e fraquezas dos homens que são fracos, mas que Ele sempre acreditou na verdade em Deus e se se fez invencível a todas as calunias e até mesmo na morte se fez grande. Por isto amado irmão, você que é vitima injustiças, entregue o seu caminho a Deus e peça-o que lhe dê a mesma força que deu ao seu unigênito e vença pela paz, não enfrente a perversidade do mal com a fúria desproporcional ou mesmo levantando falso contra teu próximo, pois assim estará cometendo outros erros e estabelecendo a guerra sem fim e afastando por muito tempo a construção da paz. E se a infâmia e a mentira do outro nos trouxer prejuízos materiais, lute, e saiba que o nosso maior bem, o espiritual, ninguém poderá prejudica-lo sem a nossa vontade, e acreditando sempre no Deus justo havemos de vencer esta guerra. E por mais que a mentira possa perdurar e fazer-nos chorar, saiba que a verdade poderá até tardar sob a nossa ótica, mas sempre buscando compreender que mesmo nestes momentos, Deus tem um proposito e seu tempo para nós que é certo e justo, por mais que creditamos ao contrario, mas ela nunca falha, pois a verdade é a dadiva maior da justiça de Deus sobre todos nós.

E se você meu amado irmão que sofres com as chagas injustas da mentira, não se entregue ao encantamento do mal como a serpente que hipnotiza o pássaro com o proposito de aniquila-lo, use o momento como oportunidade para fazer-se mais forte na fé e na obediência a Deus, pois o que é seu por direito e mérito sempre encontrará o caminho para chegar até ti, enquanto isto faça da matéria atual a escola da vida e da superação para poder ser merecedor da paz divina que chegará inundando o seu coração com as bênçãos soberanas no instante em que a justiça celeste nos agraciar com a verdade única.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Qual é o seu lado?



Que eu não perca a beleza e a alegria de ver, mesmo sabendo que muitas lágrimas brotarão dos meus olhos e escorrerão por minha alma. (Chico Xavier)

Somos seres perfeitos em toda concepção, e sabem por quê? Fomos criados pelo amor de Deus que nos ama incondicionalmente, se hoje temos o privilegio de sentir, de amar, de alegrar e de ser feliz é que o nosso criador nos permite viver na sua fascinante graça e que está a disposição de todos nós sem privilégios exclusivos de  viver a paz dos anjos em todo seu contexto.

A qualidade de nossa alma ao qual desejamos vive-la depende exclusivamente de nós mesmos, afinal o Senhor nos dá toda inspiração para se praticar o melhor, o planeta de expiações e provas traz consigo os desafios do existir e da pratica da tolerância e da paciência em toda sua magnitude, sendo que a qualquer momento seremos atiçados e colocados à prova quanto a essa virtude, onde uns conseguem superar e outros se entregam ao fervor do momento causando uma camada de rancores e tristezas, pois o homem dominado pelas feras do pecado é capaz de fazer chorar o seu igual.

Cada irmão escolhe para si o melhor lado da vida que o convenie e quem desejar os jardins do bem basta tomar o seu caminho e quem preferir se confortar no caminho do engano, então caminhe. Compreendido é, que o respeito ao livre arbítrio é na sua integra respeitada por nosso Criador quando as nossas escolhas, que nos permite a busca daquilo que desejarmos e sem qualquer influencia, mas nos mostrando a realidade e as consequências de ambos os lados e ao qual nos deixará livres quanto a melhor alternativa, como também livres somos para retornar ao caminho do bem mesmo tomando por teimosia o caminho tortuoso, mas evidente que com os devidos resgates para nos purificar dos nossos erros.

Há flores que podem nascer belas em meio aos escombros das sujidades nos mostrando que não importa o que lhe oferece, mas que ela estará sempre disposta a mostrar o melhor de sua beleza, como há muitas que morrem nestes ambientes, pois não conseguem resistir ao lodo do caminho, e também há muitas não conseguem sobreviver habitando aos belos jardins, porque não lhe é dado o cuidado necessário para sua sustentação, mas quem deseja vencer em todos os aspectos do bem há de resistir ao máximo a querer se manter bela até mesmo nos momentos de decadência do universo, pois não há aquele que pela graça do divino não deixa de se alimentar pelo amor de Deus a se manter digno e capaz de sobreviver às ferocidades do mal, somente aqueles de pouca ou nenhuma fé que se entrega a morte sem luta. Assim deve ser o nosso comportamento e as nossas atitudes diante das adversidades da existência, compreendemos que o planeta nos oferece muitos lodos através dos homens, mas bastará a cada um fazer a sua parte e manter a sua beleza e o seu brilho natural e buscando não se deixar influenciar pelas estas sujidades do pecado que a todo o momento surge a nos perder em suas misérias.

Trabalhe sempre o lado melhor da vida na busca pela paz, pelo amor e pela prosperidade, não há como ser ao contrario, e se desejarmos verdadeiramente sermos salvos, e se quisermos viver a plena felicidade de nossa alma, saberemos que em meio aos pântanos há como nascer vida numa bela e colorida flor, digna a fazer parte do ordenamento da bela casa de Deus a abrilhantar todo o meio a que pertencemos, mas para isto dependerá de nossa própria raiz e de nossa força a superar o mundo que nos insiste em apresentar a morte e os rangeres de dente, aonde tem levado a muitas ovelhas de Deus ao pecado do mundo.

E essa mesma flor que representa a nossa existência, poderá sofrer com as perversidades do planeta e mesmo ao esmagamento do momento a querer nos impedir o avançar da caminhada, podem até conseguir, mas quando criamos ao nosso redor um exercito de amigos verdadeiros, independente da quantidade, seremos amparados e cuidados para que possamos continuar avançando, pois pelo balsamo de Deus seremos todos banhados na sua misericórdia e amor.

Basta viver e enxergar sempre o melhor.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Estações da Vida



"-Tudo tem seu apogeu e seu declínio... É natural que seja assim, todavia, quando tudo parece convergir para o que supomos o nada, eis que a vida ressurge, triunfante e bela!... Novas folhas, novas flores, na infinita benção do recomeço!". (Chico Xavier).

Podemos comparar a nossa caminhada existencial como as quatro estações no ano na vida planetária. Haverá momentos em que tudo será agitado como o verão, quente e nos fazendo ir à luta desbravando e caminhando livremente adiante, como há situações que deveremos nos recolher em nossa intimidade para nos aquecer frente às diversas situações como o inverno que nos faz mais retraídas, aonde deveremos buscar sempre aquele aconchego das nossas necessidades, como também a caminhada do outono, onde tudo parece se perder a nossa instancia, onde nos fará renovar as forças e a fé para nos preparar para a primavera onde as novas flores e a vida nos fará ascender o melhor e o mais belo colorido de Deus a nos contornar com a fascinante existência sob sua graça.

Devemos classificar a nossa caminhada como um lindo poema onde nos faz percorrer a realidade de nossa caminhada e que nos coloca em desafio com a natureza que nos favorece as paginas do grande best seller que é o nosso infinito conto, mas da realidade na caminhada planetária, e não podemos nos iludir na totalidade da nossa tranquilidade na sua inteira concepção universal, evidente que Deus nosso pai trabalha em cada um de nós o prática do amor ao próximo e a nós mesmos em toda sua instancia, compreendemos que este planeta de expiações passa por processo de transformação rumo a regeneração, neste globo convivemos com o bem e o mal, sendo este ultimo nos instigando a pratica nefasta de toda maldade que nos fará estagnar e adiar o nosso progresso assim como toda a Terra.

Estagiamos neste fantástico mundo para aprender toda a resistência do mal que sempre bate a porta do nosso coração querendo fazer morada e nos prometendo uma vida de luxos e toda a mordomia aliada às lascivas vontades e satisfação dos prazeres mundanos que muitos carregam em sua egoística vontade, como também temos Jesus querendo entrar em nossos corações nos prometendo a vida eterna e nos prometendo caminhar conosco até o reino de nosso pai, mas para isto havendo de nos arrepender de todos os nossos pecados em todo o seu conceito e seguir obedientes a Deus amando uns aos outros fraternalmente ajudando toda sua geração.

Caminhar no lado do mal é fácil, pois ele atende as satisfações pessoais nos equivocando numa falsa imagem de tranquilidade, sendo que nos primeiros momentos de fragilidade veremos o quanto nos iludimos diante das margens profundas do abismo e o quanto o desespero nos fará tormenta em nossa consciência do vazio que o imediatismo da egoística satisfação provoca em nossa existência. Já aqueles que escolhem caminhar com Cristo na sua graça e proteção saberão dos desafios adiante e das dificuldades que enfrentarão, pois o próprio Mestre viveu, mas venceu com o amor apesar dos luciferinos ataques daqueles que o crucificaram na cruz de nossos pecados. Ele nos convida ao banquete da vida eterna, mas para isto haveremos de vencer a nós mesmos e se realmente desejamos fazer parte dos escolhidos da direita do Senhor, deveremos todos acolher, vestir e alimentar os famintos e os necessitados que nos procura independente da sua posição social e que nos clama o maior do nosso sentimento, o amor sem fronteiras.

Testemunharemos e vivenciaremos momentos conflituosos e satisfatórios, estes momentos nos faz escola para sempre buscar o equilíbrio e nos manter serenos, principalmente nos momentos de desafios diversos, como o outono, em que as folhas caem para a renovação e preparando para as novas flores da primavera. Todos estes instantes são importantes para aprendermos a domar o próprio impulso, assim como a paciência e a tolerância frente a estes adversários que criamos em nós mesmo, e quando estamos diante das situações de alvoroço contra a nossa capacidade é que nos será provada a nossa resistência e a humildade de reconhecer que temos os nossos limites e para enchermos de coragem e determinação a buscar novos rumos e novos horizontes para a nossa eterna bagagem, saiba que tudo passa e o que fica é o aprendizado eterno e as experiências em poder lutar contra as adversidades que nos surgirão, pois até mesmo nos mundos mais regenerados e felizes havemos de enfrentar momentos em que nos será testada a resistência contras as adversidades com o proposito de nosso próprio crescimento.

O recomeço é uma benção oferecida pelo nosso Pai que nunca nos abandona mesmo no auge de nossos mais perversos pecados, pois sempre nos oferecerá as oportunidades de arrependimento, mesmo que por milênios, mas quanto mais minimizar este tempo pela nossa própria vontade que temos ao nosso dispor, mais rápido seremos recebidos no reino dos céus.

Não espere que a realização de uma graça venha pela inercia e pela omissão, havemos de ir à luta com tudo o que o Senhor nos oferta, assim como os sentidos que possuímos como a fala, o tato, a audição, o olfato, a visão, o sentimento, a inteligência e o pensamento a fazer possível o fruto de nosso merecimento através do trabalho produzido, quando nos desarmamos das nossas armas mais letais como o orgulho, a vaidade, a inveja, o egoísmo e todas as misérias que nos faz inferiores podemos nos preparar para a abundância da felicidade, mas que construída pontualmente por mérito da nossa própria obra real.

Por isto, aproveitem.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Espelho da Alma





"Valoriza os amigos. Respeita os adversários." (Chico Xavier).


Prosperar será sempre um objetivo de todos os espíritos por toda eternidade, independente da qualidade encarnada ou desencarnada que se encontra, e mesmo aqueles irmãos que alcançaram por mérito o reino sagrado dos céus trabalha o seu crescer em todos os aspectos, pois não há uma criatura que detenha todas as respostas, pois este sentido somente é capaz por nosso Deus.

É comum nas diversas experiências existenciais aonde todos caminha nesta rica prosperidade virtuosa repleta de oportunidades de crescimento, o surgimento da oposição que criamos e despertamos frente a outros irmãos que por suas peculiares evoluções se conflitam conosco em diversas matérias e sentimentos, assim como todos nós, a luta nossa da superação da vaidade, do orgulho aliada a diversos comportamentos inferiores que tem causado bastante atraso no progresso de boa parte dos irmãos, que não conseguem superar a si em muitos momentos de forma altruísta os desafios da vida.

Da mesma forma que temos nossos opositores e somos opositores na mesma proporcionalidade e mesmo em alguns casos mais desacerbadas, assim há os nossos afins que durante uma eternidade nos acompanhara por onde estivermos, seja no pensamento quanto ao nosso lado crescendo junto neste campo sagrado do amor incondicional, claro que conflitos e alegrias fazem parte da existência, sendo que o mais importante é caminhar grato a tudo que nos é possível e facilitador a presença de quem nos faz tão bem e que nos auxilia na majestade de nossa paz.

Neste campo dos aliados da fé e do amor estão nossos familiares, amigos, cônjuges e toda uma infinita conquista de fraternos do bem que nos são tão importantes quanto o nosso compromisso com as benevolentes formas de amar.

O amor praticado e sentido que o Nosso Senhor Jesus Cristo espera de cada um de nós, é aquele que possamos distribui-lo incondicionalmente a todos e que vem acompanhado de momentos diversos, o amor verdadeiro é aquele que diz o que não gostaríamos de ouvir, como também gostaríamos, o amor verdadeiro é aquele que nos repreende no momento em cometemos erros e é também aquele que nos cumprimenta diante de uma obra bem realizada, o amor verdadeiro traz desconforto em nós quando cremos estar indo para o caminho certo e somos contrariados por estes que nos ama a sair completamente deste caminho e é aquele que nos acompanha na abundancia da nossa alegria, o amor verdadeiro é aquele que nos coloca a pensar sobre nós mesmo e é aquele que nos diz que estamos no rumo certo, o amor verdadeiro é aquele que chora conosco as nossas tristezas e sorri conosco nos momentos de êxtase, o amor verdadeiro somente é possível quando permitimos que ele faça parte de nós e que possamos expressa-lo de forma universal, alertando e ao mesmo tempo compartilhando o melhor.

A caminhada é o espelho de nossa alma naquilo que refletimos em nossas condutas e sentimentos, não há como querer maquiar algo para se beneficiar em momentos oportunos e após revelar a verdadeira face das sujidades que carregamos em nossa alma, o amor verdadeiro nos é o condutor das mudanças para o bem, e para isto é necessário estarmos receptivos para tê-lo em nossa realidade, pois essa agradável virtude não esta apenas aliada as satisfações e ao bem estar que nos faz comuns e calmos, ele é um sentimento tão completo que nos molda a ser melhores sempre e inclusive nos faz diminuir a cometer certos erros com nosso próximo, mas não o evita, e é comum que a ingratidão faça presença assídua neste meio. Como já explanamos, o amor é um desafio quanto aos sentimentos inferiores da alma que insistimos em carregar em nossas fraquezas, e quando temos alguém que realmente nos ama e nos conflita a nossas atitudes exageradas e erradas muitos de nós se sentem revoltados, pois a estes, ao qual devemos nos incluir, não há muitas vezes a humildade de reconhecer as fraquezas e preferimos machucar a quem se preocupa conosco e dando razão a voz da ilusão.

Eis a razão de que Cristo sofreu e morreu por todos nós, pois ele nos amou e nos ama tanto que muitos não souberam e não sabe compreendê-lo na atualidade, afinal muitos de nós preferimos crucifica-lo e ser ingratos com condenáveis comportamentos e atitudes para conosco e para com os nossos semelhantes do que cada um escutarmos a sua voz dentro de nosso coração pedindo para tomar a atitude de se reformar para melhor, e é essencial refletirmos intimamente, e àquele tiver coragem e crer que esta imune de todos os pecados que possa atirar a primeira pedra contra o seu irmão, pois aquele que com humildade e fé o escutou com amor habita no prometido paraíso e sabe o quanto é preciso lutar contra estes sentimentos inferiores que acabam nos consumindo a estagnação do próprio progresso.

Se você meu amado irmão tem alguma divergência com alguém que te ama e este em algum momento disse algo que não gostou, por estar com coração cheio de orgulho, vaidade e por achar-se inferior ou mesmo crendo ter sua particularidade invadida por este, faça uma profunda reflexão e avalie que, infelizmente este planeta de expiações que é a essencial escola do progresso de todos nós, nele habita e impera a enfermidade do egoísmo e do individualismo e por isto dê graças ao senhor que tens alguém que lhe quer bem genuinamente e não espere o tempo para expressar e reconhecer a qualidade deste amigo verdadeiro, que também esta na sua família nas lapides do epitáfio e da separação pela saudade e do remorso de que poderia ter dado uma qualidade maior a ti e valorizado melhor o seu amigo se o coração estivesse receptivo ao amor de quem te nunca deixará de te amar.

O teu adversário é fundamental para que saiba valorizar o que de melhor a vida lhe proporciona e quanto a estes, se há alguma pendente, não cometa o mesmo crime pelo qual jamais gostaria de cumprir sentença, que é da desonestidade e da injustiça, se não tens apreço por alguém, pelo menos ore por esta alma e não se adoeça por este estar lhe ensinando a dominar os seus impulsos errôneos.

O amor que nos reúne deve sempre caminhar conosco para que o possível da salvação seja real em nossos corações e em nossa existência, abra o coração para receber o sentimento maior que é capaz de nos transformar incondicionalmente para sermos naturalmente melhores.

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.


sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Constante busca



"Se o momento é de crise, não te perturbes, segue... Serve e ora, esperando que suceda o melhor. Queixas, gritos e mágoas são golpes em ti mesmo. Silencia e abençoa, a verdade tem voz." (Chico Xavier).

Em diversos momentos em nossa caminhada evolutiva nos depararemos com situações dúbias, com comportamentos e situações adversas nesta vasta experiência existencial que haveremos de vivencia-las a continuar o rico progresso. Instantes de altos e baixos, alegrias e tristezas, realizações e frustrações, saúde e doenças, serenidade e transtornos, encontros e desencontros, sonhos e pesadelos, vida e morte farão parte do histórico de todos os espíritos. Amado irmão são diversas infinidades de situações antônimas que vivenciamos e que vem justamente para nos ajustar quanto ao equilíbrio que nos fará bons caminhantes e vitoriosos neste universo, e que somente degustaremos o sucesso exclusivamente por próprio mérito.

As situações mais sensíveis que passamos nesta jornada planetária e existencial na eternidade nos servem como prova de fé que o nosso pai nos impõe para que sejamos merecedores de receber as suas graças, é determinante sabermos e compreendermos que praticamente todas as tribulações que vivemos nada mais é que o resultado de um conjunto de situações criadas por nossa própria vontade, quando praticamos exageros e permanecemos no pecado e irredutíveis às mudanças que nos são proposta a todo o instante e sendo que na sua maioria dificilmente buscamos sair da zona de conforto que adaptamos mesmo que no lamaçal. Felizes são aqueles se enchem de fé, determinação e coragem para romper as amarras que impede o progresso, pois este saberá o gosto das benéficas divinas que são contagiantes ao nosso espírito e que nos inspira a ser naturalmente bons e sem qualquer interesse.

Neste molde muitos terminam a sua jornada planetária ainda mais devedores do que o inicio de sua assim encarnação e o que levará em sua bagagem o termômetro de suas obras que avaliará a sua condição, e muitos destes deverão assim aguardar o seu momento de poder retornar e assim conquistar a confiança divina em saldar suas dividas, onde nestes aspectos surgirão na individualidade pessoal uma intensa batalha existencial aliada a novas resistências e novas oportunidades para se tornarem pessoas melhores.

O próprio destino está na nossa vontade, à liberdade que existe em nossos atos nos permite estas escolhas, como também possuímos o discernimento que nos alerta constantemente da intensidade de nossos erros e acertos que praticamos ao longo de nossa biografia, onde a busca do equilíbrio nos faz guerreiros do próprio mérito.

Quando vivemos os momentos de conflitos diversos muitos se revoltam contra Deus, que nada mais faz que nos oferecer as oportunidades de crescimento, seu amor nos apaga um passado que nos permite o recomeço sem vícios, mas carregando na essência e no destino os caminhos traçados originalmente por nossa competência e na sua idônea justiça que nos fará de nossa existência a escola da superação rumo à salvação eterna, mas antes deveremos saldar até o ultimo centavo a merecer um degrau privilegiado.

Surgindo situações conflitantes aceitemos com resignação e humildade sem perder a esperança, quando estagnamos por vontade paramos o progresso de nós mesmos, afinal a nossa picardia e a nossa teimosia não afetará ao Senhor, mas que se entristecerá conosco, só que continuará a exercer a sua justiça que é igual para todos, só que aplicados individualmente conforme criamos. Não percam a serenidade e o equilíbrio irmãos, e não se revolte contra Deus, pois se nos fosse esclarecido os momentos de desafios ao qual somos diretamente os causadores, de certo que a nossa desonra conosco perante o Senhor seria irreparável, pois somos fracos e miseráveis em busca do aperfeiçoamento, mas que deixamos para traz rastros de muita covardia, por isto a importância de continuar a caminhada honesta consigo e trabalhando o respeito coletivo em toda sua instância buscando a purificação de nossa alma, pois quando nos é apagado o passado somos privilegiados a poder recomeçar a caminhada equilibrada, mesmo com todos os desafios, por isto irmãos aproveitemos cada momento com dedicação e compromisso com sua própria felicidade nesta constante busca do melhor.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

No tempo certo



"Sonhos não morrem, apenas adormecem na alma da gente.” (Chico Xavier).

Encontramos em nosso particular universo diversos momentos que nos desafiam a continuar determinantes na manutenção da fé intacta quanto ao proposito divino para o nosso próprio progresso e quando somos colocados de frente com os méritos que havemos de conquistar pelo trabalho diário é que de fato podemos comprovar e destacar a própria força e o que de fato desejamos para a nossa caminhada.

Seguindo em busca do progresso haverá momentos em que os sonhos e os desejos serão adiados por ocasião de alguns insucessos em diversos empreendimentos que propomos a realiza-los, em muitos instantes aqueles que não são fiéis consigo mesmo e não creem na própria capacidade de superação logo nos primeiros desafios já se entregam ao destino sem luta e sem direcionar para o rumo certo a sua caminhada e muitos sem se preocupar em se adaptar e buscar uma qualificação ainda maior para a conquista do sucesso e trabalhar a melhoria de todo o proposito necessário de possibilidades.

A vida nos concede a todo o momento as oportunidades para o crescimento e também para a realização dos nossos sonhos e, que nos oferece os momentos certos para modificar para melhor as nossas condutas e os desejos que é um direito de todos a este sagrado progresso. Quando dedicamos à realização de um desejo, de um projeto, logo nos empenhamos e dedicamos para poder ver nascer o desenvolvimento desta obra, seja em qual esfera for, e quando a busca esta dentro dos princípios divinos seremos agraciados com a sua benção, mas quando há algo que extrapola estas fronteiras não estaremos completamente sãos, poderá até se atingir o objetivo principal, mas estará vulnerável ao fracasso vertiginoso dentro da justiça divina e que mesmo estando errado nos permitirá ainda a chance para a correção, mas aqueles que não buscam este corretivo terá que aceitar com obediência a divina justiça.

Sonhar é possível, já para realiza-los dependerá de cada um de nós na capacidade e na busca da habilidade aperfeiçoada e adquirida com determinação quanto às possibilidades oferecidas, haverá ocasião que não conseguiremos realizar tudo aquilo que desejamos e o que não significa que a busca de viver o sonho deva ser interrompida, mas de certo que é a vontade divina nos estará sugerindo para melhorar algo no que desejamos dentro de um universo de possibilidades. Saibam amado que tudo nos é possível desde que tenhamos fé em nós e façamos honestamente a nossa parte e se há algo que não deu certo no nosso tempo, não desanime, pois no tempo certo seremos agraciados, mas desde que o progresso pessoal não pare em nenhum momento mesmo com os desafios da caminhada.

Faça sempre a sua parte.

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.



Epopeia da Alma





A desilusão de agora será benção depois. (Chico Xavier)


No planeta de expiações havemos de trabalhar com bastante dedicação o nosso mundo de sentimentos aliada a paciência e a tolerância frente aos desafios que os irmãos devem vive-la em sua caminhada, expressar o amor em meio às misérias poderá na concepção de muitos surtir como escarno geral e ou mesmo algo sem sentido principalmente quem atrai para si um mundo sem perspectiva evolutiva.

É possível encontrar com facilidade irmãos que nenhuma obra benéfica é capaz de produzir para si na sua própria existência, onde se entregando a vícios ruinosos que são capazes de leva-lo a miséria da solidão, da tristeza, dos choros e das dificuldades múltiplas e consigo também levar uma infinidade de almas a perdição junto a sua ingerência, a todos estes, e nós que temos um conhecimento e uma sensibilidade divina na nossa consciência e em nossa alma devemos considera-los um paciente que requer bastante cuidado nosso para que não possamos prejudica-lo ainda mais e além de proteger-nos para não nos contaminarmos com suas doenças degenerativas do espirito que poderá fazer-se purgar no sofrimento existencial por tempos e tempos num espaço sideral que criam a si por vontade pessoal.

É comum vermos irmãos que iniciam suas obras beneméritas de auxilio e resgate ao próximo em toda sua instancia possível e após muitas batalhas desistirem e abandonar seu trabalho por se defrontar com constantes desilusões que tem a frente quanto aos desafios para com os demais outros irmãos que estão doentes e que requererá da nossa superação pessoal para que possam vislumbrar uma esperança em sua caminhada, o amor dedicado ao próximo passa por diversos momentos de tribulações, principalmente quando muitos não veem surtir o resultado da raiz das suas inúmeras sementes plantadas e poucas ou mesmo nenhum sinal de vida ou recuperação num irmão necessitado.

E quando nos comprometermos junto ao Senhor de nos doar a causa de nossos irmãos e quando defrontamos com estes desafios, devemos respirar fundo, parar e energizar através das bênçãos divinas, e além de se fortalecer com resignação que sempre deve ir além do orgulho ferido, e deveremos seguir a tarefa e a cotidiana batalha do serviço proposto, pois quando desistimos da obra por fraqueza e por nossa omissão e a nossa inercia não seremos bem recepcionados aos olhos do Criador que nos confiou o dom da saúde, da consciência e do discernimento e que nos permite parar e respirar para renovar as energias e poder recomeçar, e o que poderemos esperar a nosso favor quando falhamos com Deus?

Façamos em nós uma profunda reflexão das nossas fraquezas, das nossas misérias e de todas as nossas chagas e tentem visualizar o que seria de nós se o nosso Pai desistisse de nós por não aguentar tamanhas as nossas sujidades que carregamos na bagagem, pois muitos de nós podemos chegar ao ápice de sermos seres muito até mais difíceis de reformas do que muitos irmãos que propomos a cuidar de suas necessidades mais urgentes e diversas vezes temos as nossas dificuldades de agir e para buscar um caminho para mudarmos e sermos um espirito cada vez melhor, de nos arrepender de nossos pecados e de amarmos uns aos outros como Jesus nos ensinou, e se Deus não nos amasse incondicionalmente, nos daria o sofrimento eterno sem precedente para recuperar e recomeçar novamente a nossa caminhada com as oportunidades para melhorar, a começar pelo próprio momento encarnado, onde muitos recebem do Criador as chances de resgatar todos seus débitos e para renascermos novamente tantas vezes quando forem necessárias para merecer entrar no reino de Deus e viver no meio de nós.

Se a luta vai ser grande, seja em qual obra que você venha a desempenhar, saiba que não será maior que a recompensa e as bênçãos divinas dadas de Deus, que é o nosso amado pai, e que nos espera para vivermos na harmonia do seu amor e da segurança de que estamos completamente salvos. E saibam que a recompensa da gratidão de Deus para com a nossa obra é recompensada com a vida eterna que ele lhe proporcionará as oportunidades para ser feliz de verdade, por isto não abandone a sua tarefa da própria construção e auxilie sempre uns aos outros no erguimento de suas infinitas obras.

Caminhem sempre na paz.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

A Lei da Atração




“Tu escolhes, recolhes, eleges, atrais, buscas, expulsas, modificas tudo aquilo que te rodeia a existência. Teus pensamentos e vontades são a chave de teus atos e atitudes...São as fontes de atração e repulsão na tua jornada vivência." (Chico Xavier)


A liberdade que habita a nossa consciência e a nossa vontade nos faz detentor de todo o momento que nos é exclusivo, somos diretamente e os únicos responsáveis pela qualidade que determinamos para a nossa caminhada, se será boa ou ruim não dependerá de ninguém, apenas de nossa vontade, pois o criador oferece as mesmas oportunidades de felicidade e alegria a todos nós sem privilégios.

Possa muitos se perguntar, pois neste planeta de expiações e provas o porquê de tamanhas discrepâncias culturais e mesmo sociais, o porquê há irmãos vivendo na completa miséria e outros com faraônicas fortunas, não seria o nosso Criador injusto? Evidente que haverá situações que serão agressivos aos olhos de quem vê com a emoção do momento, mas quando refletimos nossa própria existência e avaliamos o certo e o errado de nossa caminhada, podemos comprovar que as consequências de nossa estrada dependem somente de nós e ao olharmos para o lado poderemos ver as oportunidades que o senhor nos oferece a podermos mudar o curso de nossa caminhada quando a colocamos numa estrada tortuosa e repleta de armadilhas e obstáculos.

Esta liberdade que existe em cada um de nós é a mais fascinante prova de amor que o senhor nos oferece, ou seja, somos frutos da sua criação e que poderíamos ser regidos por sua única vontade sem termos o direito de escolhas, mas ao mesmo tempo em que Ele nos oferta o livre arbítrio, nos mostra a realidade de ambas as estradas e suas reais consequências, e quem escolhe o caminho dito mais fácil o do encantamento do pecado, de certo o Senhor lhe respeitará a vontade e sempre proporcionará o direito de se arrepender e estar junto a ele no caminho do possível, como há aqueles que já fazem sua escolha para o caminho melhor e tem seus méritos contemplados.

O que não seria justo para com aqueles que desde o inicio escolheram o caminho do bem, resistindo a todas as tentações possíveis e as mais absurdas ofertas, a compartilhar da mesma proporcionalidade de meritórios progressos de seu caminho para com aqueles que escolheram o caminho obscuro e os que também decidiram retornar ao caminho do bem sem terem de saldar seus débitos para consigo e para com as leis divinas, por isto a diferença no convívio social de todos os homens e os extremos da sociedade e neste sentido podemos vislumbrar que o amor de Deus que nos permite viver igualitariamente na felicidade de seu reino, mas antes havendo-nos de nos purificar completamente de nossos pecados para merecer avançar nesta graça.

Quando compreendendo-nos que a nossa consciência e as nossas atitudes exclusivas são as responsáveis por tudo que nos envolve, poderemos comprovar que somos os únicos responsáveis pela manutenção e pela aquisição da nossa própria felicidade, ou para quem preferir a atração da falta de perspectivas, tristeza e dos choros por séculos e séculos, afinal as oportunidades de progresso nos são oferecidas a todo o momento a começar pela própria existência que são as mesmas para todas as criaturas, assim como tudo aquilo que traz o conforto ou mesmo os desafios, esta a nossa vontade a realidade de nossa caminhada e de sermos os responsáveis para atrair a paz ou as constantes guerras existências com a própria consciência e com o mundo que criamos por nossa própria vontade. O que fazemos e o que sentimos o resultado de toda nossa obra.

Devemos agradecer a lei de Deus que nos proporciona nascer, viver, renascer, progredir tantas vezes quanto nos forem necessárias para nos purificar a merecer o reino sagrado e as oportunidades de renovação da vida a nossa existência e para crescer dia a dia e atrair outros irmãos com a mesma qualidade que desejamos para nós, pois ao ocasionar a própria mudança para melhor podemos inspirar outros mais a virem conosco, pois no amor de Deus na nossa caminhada não se permite o individualismo e o egoísmo para desfrutá-la das oportunidades das alegrias na construção da felicidade.

Compreendam amados que há em nossas mãos e a nossa disposição o mundo que desejamos viver, e saibam que temos a capacidade de renovação e superação a cada instante, por isto não desperdice o momento, aproveitem o comboio que caminha ao progresso que a todo o momento passa e quando deixar-nos escapá-la não saberemos ao certo quando nos será devido um novo embarque.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Templo do Bem




Lembra-te de que falando ou silenciando, sempre é possível fazer algum bem. (Chico Xavier)


Sempre é tempo de praticar o bem em toda sua instancia e a todo o momento, são importantes ocasiões que essa virtude nos convoca a vivê-la, principalmente nos instantes em que a nossa paciência e a nossa tolerância é chamada a pratica-la em toda sua acústica diante dos desafios e confrontos com a maledicência humana a provocar toda forma de discussões ruinosas e violências diversas.

Praticar e viver a virtude da bondade não se adquire nos bancos acadêmicos ou mesmo nas enciclopédias planetárias, são dons fáceis de adota-la, mas que em diversos momentos não sabemos usufrui-la a nosso favor, pois do mesmo modo em que ela é simples ela é instigante a homens que não se desprende de sentimentos e comportamentos inferiores que não consegue resistir por muito tempo à conduta que se deve adotar em viver a totalidade da bondade.

Estes sentimentos inferiores que dominam o homem se traduzem no individualismo e no egoísmo existencial que testemunhamos na vida planetária, é onde a ganancia e toda forma de rebaixamento moral tem transformado os filhos de Deus em inimigos gratuitos, pois estas manifestações indignas do bem faz com que as chagas da humanidade se transformam numa catástrofe silenciosa do mal e que tem atingido a muitos indivíduos ao praticar o que lhe convêm sem respeitar as fronteiras do respeito.

Mas estes comportamentos que ainda existe em muitos de nós, encarnados e desencarnados, ao qual devemos buscar a reforma permanente, ao qual havemos de trabalhar com suor e determinação para extirpar de nossa alma estes males que só vem para devastar os nossos corações e perder-nos pelos vales da sombra e da morte, mas aqueles que têm Deus no seu coração e Jesus na sua alma de nada há de temer, pois o Senhor estará sempre no meio de nós e nenhuma tempestade será capaz para derruba-los, pois a força da fé é intransponível e indestrutível da alma que crê no Senhor do possível.

Haverá diversos momentos em que determinadas situações surgirão a acender a nossa atenção em face às necessidades alheias, será o momento em que deveremos doar-nos de corpo e alma em busca de auxiliar o outro, e este sentido de escutar nos faz estar perto do Senhor, pois aquele que nos confia as suas necessidades é porque tem em ti o alivio de sua angustia dos momentos particulares vividos, e ao doar este momento seremos anjos na vida do outro, ao qual haveremos de nos preencher da sabedoria divina em saber aconselhar no momento em que devemos nos manifestar e silenciar no momento em que o outro lava a sua alma e suas tristezas e angustias do seu coração, devemos estar sempre apostos para ouvir e para falar, mas cream que qualquer destes momentos já estará fazendo parte da fraternidade espiritual que havemos de vivê-la na sua máxima intensidade.

E o mais importante da virtude deste templo em nós é o silencio de nossa alma guardando para si este sagrado segredo que lhe fora prestado em confiança quanto às necessidades de seu semelhante e jamais faça de sua serventia um troféu quanto a uma obrigação que é de todos nós.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Qualidade da Bondade




Ninguém é bom por acaso; a virtude deve ser bem aprendida. (Chico Xavier)


A bondade de nossos atos e sentimentos deve ser uma virtude trabalhada cotidianamente para que todos os sentidos sejam naturais em nossa oferta, este magnifico sentimento da benevolência não se adquire por acaso ou simplesmente que se transforma como magia a querer contagiar o coração e a conduta dos homens planetários.

Ser bom é o objetivo que o criador tem para com todos nós e para que as nossas ações possam beneficiar o meio em que habitamos, é sabiamente divino estar ao lado e praticar esta virtude, muitos se sentem confortáveis ao se deparar com irmãos que expressam essa qualidade e que também não deve ser tido como um fenômeno espantoso, onde muitos que praticam o bem é diferenciando na sociedade que é massacrada pela influencia da astucia do maligno a perder todas as suas ovelhas.

Falar de bondade na conduta nossa de cada dia dever ser destacada como um objetivo permanente, pois o induzimento as armadilhas do inimigo vem devastando o planeta e causando dores e sofrimento desde a origem de tudo, onde pela pratica enganosa trouxe-nos os desafios de reconquistar a confiança do criador e assim podermos novamente habitar eternamente no seu jardim do possível e da felicidade. Encarar essa luta é um desafio permanente, temos as armas da bondade e o mal da sedução a nos encantar em nossa vaidade e orgulho ruinoso a destruir a nossa evolução e que transforma a nossa caminhada numa perversa conduta a serviço do mal contra os nossos semelhantes que foram criados no único amor.

As datas especiais que são comemoradas no planeta azul principalmente em épocas de intenso sentimento como o devotamento do natal do senhor em que transforma o coração de muitos em piedosos samaritanos, aonde muitos destacam a época para abrandar o coração e vislumbrar no outro um sentimento mais caridoso e que após passada as festividades voltam à dureza do egoísmo e do individualismo. Essa pratica do bem datado e pontual não credencia estes exclusivos homens aos beneméritos celestiais, pois o bem deve ser praticado independente de motivação social, quem escolhe estes temas para fazer algo do bem e após voltar à casta da perversidade não cumpriu os designíos do criador, pois a totalidade destes homens muitas vezes o faz buscar os aplausos dos homens por quererem comercializar uma imagem enganosa que não representa a qualidade real de sua alma.

Destacamos nesta mencionada data planetária a pontuar esta preposição que compartilho como todos vocês que representam a mais pura verdade, sendo que muitos praticam o bem caritativo pelos momentos sociais da sociedade que regram a conduta da falsa bondade, e por isto não há porque nos furtar da autocritica em função destas condutas da ilusão, onde até mesmo aqueles que já atingiram um importante grau evolutivo são capazes de praticar oportunamente um ato do bem, por isto a importância fundamental de conhecermos a virtude do verdadeiro bem espontâneo e natural e que representa na verdade a mais sagrada vontade divina a nos instruir a praticar o bem e o amor incondicional a vida que nos serve e compartilhamos em conjunto as oportunidades permanentes.

A virtude do bem verdadeiro é a espontaneidade que doamos com os nossos iguais desprendidos do reconhecimento da nossa oferta, o bem que praticamos deve seguir a maneira de como uma árvore frutífera que doa o seu fruto sem esperar ser reverenciada, simplesmente doa o melhor si e sem cobrar taxa de reconhecimento pelo que é do seu dever determinado pelo criador em exercer.

Compreendido é que a mesma árvore que doa o seu fruto para saciar as necessidades e a fome alheia poderá ser a mesma que receberá destes, motivados pela inveja e pelo egoísmo, o machado do desmatamento e o corte em sua raiz querendo-o impedir que se dê seguimento a sua obra, mas a boa árvore sempre terá em sua raiz forte e indestrutível a força da multiplicidade da reconstrução e do renascimento para dar continuidade a sua obra, ou seja, quando muitos praticam o bem espontâneo e natural acabam por receber a incompreensão de outros pelos seus sentimentos inferiores que desejam impedir o seu progresso sem razão, simplesmente porque a sua grandeza espontânea acaba por incomodar os pequenos que não se julgam capazes de serem úteis em sua estrutura, e muitos destes por se acharem desafiados ou incomodados com a grandeza da nossa obra e da nossa oferta buscam por querer atrapalhar-nos e derrubar a sua fortaleza, mas quando a raiz é forte e escolhida para ser protegida de Deus, podem até querer derruba-lo e ou até mesmo conseguir cortar o seu tronco e diminuir a sua doação, mas tendo na raiz o adubo e a vitamina da determinação, da persistência e da fé nada o fará desanimar e terão as razões do renascimento muito mais fortes e saudáveis, ofertando muito mais frutos do bem de maneira espontânea e verdadeira.

Este é o bem que deve ser ofertado por todos nós, ou seja, de forma espontânea e natural, pois fora desta realidade o bem praticado será artificial e sem qualquer trunfo pessoal perante o Senhor e nada lhe fará defesa no momento de entregar as suas ações perante a corte celestial, onde os primeiros poderão ser os últimos e últimos os primeiros e nesta realidade não há quaisquer bens, conhecimentos, culturas, etnias, nacionalidades, opções diversas ou mesmo as fortunas que possam favorecê-los no instante de entregar a sua consciência e os sentimentos a serem avaliados e sua realidade designada ao rumo construído por si e para onde será encaminhado para dar seguimento a sua evolução e progresso dentro da justiça divina que não falha.

Qualquer um pode praticar e ser bom naturalmente, apenas basta fazer sua parte. E aqueles que fazem o bem apenas por ocasião social que saibam aproveitar este momento e buscar trabalhar a inserção desta prática todos os dias em sua vida, pois qualquer um pode reformar sua conduta e oferta, onde poderão vislumbrar o quanto é magnifico servir o outro com amor espontâneo e consequentemente desfrutar das oportunidades naturais em que esta virtude sagrada proporciona e se a ingratidão do outro lhe atingir, não desanime, pois a conduta inferior não partiu de você, e certamente nosso pai saberá recompensa-lo com gratidão de muitos outros que lhe serão gratos e que desejarão que sejas sempre forte e sadio.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Jardins do Divino



Nenhuma atividade no bem é insignificante. As mais altas árvores são oriundas de minúsculas sementes. (Chico Xavier)

Quem somos nós neste infinito universo onde parecemos um insignificante grão de areia e quase que imperceptível? A verdade é que somos frutos de uma vontade divina que se encheu de todo seu amor e nos fez possível existir.

Ao vislumbrarmos o grande oceano da vida percebemos e é nítido a sua magnitude, mas vemos que ele se sustenta numa base que o faz possível exibir toda a sua grandeza e de belíssimas criaturas que habitam o seu meio ambiente e que também esconde infindáveis mistérios de Deus que assim como o universo reservam inúmeras belezas em que ainda não nos é possível conhecer por ainda não termos atingindo a maturidade e os méritos necessários para aprecia-los.  Compreendam meus amados que no meio em que vivemos nos é permitido conviver com as amostras de todas as formulas semelhantes ao jardim do Éden, onde ainda nos é cegos há uma incalculável reserva de belezas coloridas e reluzentes em um campo sagrado para aqueles que realmente são merecedores de fazer parte desta realidade e da eternidade no paraíso de Deus que é possível a cada um de nós, para isto basta sermos fieis as leis divinas e sermos obedientes a sua vontade amando uns aos outros principalmente compreendendo as suas fraquezas diversas.

Não nos classifiquemos como seres incapazes a pratica do bem independente da grandeza da obra, para Deus não importa que você construa palácios suntuosos, ou que plante uma floresta, ele quer que sejamos unidos na sua graça com todas as oportunidades possíveis que ele nos oferece, todo bem que praticamos é o nosso advogado por toda eternidade, por isto amados irmãos não desperdice as oportunidades que lhe são oferecidas para praticar o bem a todo o momento e também não espere as condecorações de seu ato benevolente, pois isto é para aqueles que não aprenderam a amar de verdade, pois quem ama a Deus naturalmente todos os seus atos surtem como ato espontâneo, como é Deus para conosco que a todo o momento nos permite compartilhar a grandeza do seu amor.

O grande oceano divino somente é possível se sustentado pelos grãos de areia que em conjunto e união o faz sustentação, cada grão tem a sua importância fundamental neste processo, assim somos amados como um grão de areia neste infinito e que jamais seria possível o desenvolvimento sem a nossa existência e união que o Pai nos estabeleceu. Por isto que a nossa importância de existir já nos faz a mola propulsora da pratica do bem e aonde sua instancia esta em cada oportunidade a nossa disposição, por isto façamos hoje a nossa parte construindo sempre a permanente obra do amanhã a fazer-nos confortar na eterna felicidade.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Amor incondicional



Ama sempre, fazendo pelos outros o melhor que possas realizar. Age auxiliando. Serve sem apego. E assim vencerás."
(Chico Xavier)

Na sociedade eterna de Deus muitos irmãos caminham em busca de um norte quanto à realização do desejo do caminho da felicidade plena e pelo gozo de suas possibilidades e oportunidades de caminhar livre e em paz. Muitos desejam, mas poucos fazem de modo acentuadamente a merecer e a viver toda uma acústica destas virtudes sagradas.

Viver estas instâncias é simples e possível a cada um de nós, infelizmente os homens munidos de sentimentos ruinosos acabam por dificultar o acesso aos momentos de gloria por preferirem os sentimentos inferiores que são adquiridos por vontade pessoal que cegam os homens a poder vislumbrar o melhor da vida bem ao seu lado, muitos em busca do sucesso material acabam se esquecendo das básicas e essenciais partículas de alegrias que estão ao seu redor e pronto para serem adotados por nós e assim poder oferecer o melhor dos nossos atos e sentimentos.

O nosso senhor nos criou com o proposito de cuidarmos de toda a sua obra, por isto em cada um de nós há o sentido do discernimento e do sentimento que é nos faz capaz de captar noutro irmão as suas necessidades e assim podermos perceber aonde falham e necessitam de ajustes sob a nossa responsabilidade e amor que nascera em nós pelo amor incondicional de Deus existente em nosso núcleo sagrado. A máxima sempre deve ser: faça para com seu semelhante o que gostariam e desejam que façam por você, e nesta vertente podemos apontar oportunidades dos dois instantes vitais de nossa caminhada, o bem e o mal, se o livre caminho escolhido é o tortuoso, onde muitos conscientemente destacam e demostram as suas mais condenáveis misérias comportamentais devem então aceitar com resignação a mesma situação quando lhes apontarem as suas miseras atitudes e sentimentos, quem oferece os males abrem as oportunidades para receber repito, agora aqueles que preferem e optam pelo caminho do bem deve está sempre preparado para lidar com as adversidades antônimas das virtudes sagradas diante das fraquezas alheias, pois este caminho sagrado é divino, mas com situações que haverá de exigir o melhor de nossa paciência, de nossa tolerância a viver a máxima do amor ao próximo como o senhor espera de cada um de nós.

É o nosso dever auxiliar a vida em um todo, sendo que após estabelecer todo o universo e toda forma de vida o nosso pai nos fez com essa missão, de ajudar no progresso de todas as criaturas e inclusive de nossos iguais com o objetivo de alcançar o seu reino da eternidade feliz, para viver e praticar toda uma indústria de benevolentes atitudes é preciso inicialmente estudar e moldar a si para que não seja consumida por sentimentos que desacelera o progresso que é a vaidade, o orgulho, a ganância que dissemina os piores sentimentos do homem incapaz muitas vezes de fazê-lo visualizar Deus nas singelas manifestações de vida como o ar da existência. A essência da nossa obra passa por adquirir atitudes e sentimentos naturais para com o bem, há diversos irmãos na nossa historia que pode servir de modelo para nossa mudança, como no seio familiar onde poderemos encontrar com melhores exemplos em nossos pais, avôs, filhos e toda uma universalização nos mostrando que podemos e temos uma mola propulsora que pode fazer em nós a reforma desejada para o bem.

Devemos e é o nosso dever fazer o bem em toda sua essência nos nossos atos e sentimentos que jamais deverá ser objeto de troféus ou condecorações diversas por atos que é nossa obrigação e jamais sendo alvo de aplausos e ou confetes, ajudar não é e nunca será ato exclusivo para determinada agremiações, grupos ou pessoas especiais, essa grandeza deve ser inserida naturalmente em nosso cotidiano. Pode um irmão saciar a fome de um faminto, aliviar a sede de um sedento, acolher um miserável, orar por um irmão em desespero, auxiliar de toda forma os animais e toda a natureza, um governante trabalhar para erradicar a miséria e melhorar a qualidade de vida de seus governados e muito mais neste oceano de oportunidades, mas saibam que nenhum ato destes será objeto de álibi quando prestarmos contas de nossos atos, pois tudo isto nos fora determinado, ou seja, praticar o bem em toda a sua instância. O que realmente nos será favorável é a naturalidade que trabalhamos e com empenho a serviço do próximo e os irmãos que com qualidade efetivamente auxiliamos com amor incondicional que é esperado em todos nós e se fomos impecáveis e obedientes às leis e a vontade do criador na nossa oferta. Pois todo bem que produzimos é nosso dever, mas a qualidade silenciosa que colocamos é o que será mais bem avaliado e que contará a nosso favor, agora se fazemos o bem pensando nas glorias, nos títulos terrenos, tocando as trombetas de nossa obrigação com a intensão de ser glorificado pelos homens saibam que quem age neste sentido já receberam seu galardão e nada no céu lhe será mais devido aos agentes de quem auxilia por interesses egoísticos.

Ajudar uns aos outros com qualidade não se mede pela quantidade de pessoas e o tamanho de sua obra, o importante é auxiliar bem e com ampla generosidade, mesmo que seja a um irmão, mas que seja integral e com o devido devotamento a sua assistência do que auxiliar um exército de homens onde poderá apenas oferecer o mínimo de você e que não conseguirá atingir na totalidade de sua real capacidade, além de muitos não conseguirem sentir a sua inclinação verdadeira.

Façamos o nosso dever que nos fora confiado, com qualidade e altruísmos. Atestando a nossa bagagem repleta de amor com as melhores ofertas que recebemos de Deus e que a todo instante nos pede para distribui-la sem o receio de faltar, pois o verdadeiro amor se reproduz a cada instante, por isto não guardamos para nós o que de mais sagrado temos a doar.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.