segunda-feira, 20 de outubro de 2014

O MUNDO DOS ANIMAIS



Nós seres humanos, estamos na natureza para auxiliar o progresso dos animais, na mesma proporção que os anjos estão para nos auxiliar. Portanto quem chuta ou maltrata um animal é alguém que não aprendeu a amar. (Chico Xavier)

Poucos são os irmãos que conseguem sentir a natureza e o sentimento dos animais, sejam eles domésticos ou selvagens, mas o mundo que estes seres de Deus habitam em comunhão conosco a mesma caminhada e evolução nos traz um universo tão singelo da pureza de sentimentos grandes e pouco compreendido pelos homens.

Os animais assim como os homens passam pelo mesmo processo de necessidades, e muitos se perguntam se os animais também tem alma como a dos homens e nesta certeza profunda afirmo que sim, existe no núcleo dos animais uma alma que passa pelo mesmo processo de evolução, resgates e desenvolvimento em um todo que faz parte destes pequenos seres que ao ser estudado poderão os homens ver o quanto há de aprender com estes irmãos muitas vezes incompreendidos.

Assim como nós que estamos em franca evolução necessitamos de auxilio para o desenvolvimento e o progresso da nossa caminhada e assim alcançar o reino de Deus, onde há o acompanhamento de anjos de Deus em forma invisível ao sistema carnal, bem como a confraternização do dia a dia onde seremos amparados por irmãos com maior poder de ensinamento que nos fará progredir a todo o momento, a começar na figura da família que nos acolhe a tarefa vital de resgate e missão a se cumprir em nome do bem, neste proposito também os animais necessitam de quem atingiu uma significante evolução para poder também se desenvolver e assim ficar a disposição de Deus para novas experiências conforme a vontade divina.

O processo de evolução humana passa por este caminho de ensinamento e aprendizado, se hoje os animais ditos inferiores estão inseridos no nosso dia a dia e temos a nossa responsabilidade de cuidar destes irmãos com o mesmo amor que dispomos aos nossos irmãos em igualdade, então devemos ter a obrigação da paciência e da tolerância para com estes seres de Deus, vejam, se os homens também passam pelo processo de crescimento, os animais não fogem a esta regra e por isto faz de nós, homens, seu porto seguro, ao qual diretamente seremos condutores deste progresso e qualquer desajuste que praticamos conscientemente, principalmente quando há a agressão, nossa conduta será questionada quanto a nossa omissão ou mesmo a perversidade que se pratica a estas nobres criaturas que tem a mesma graça e o mesmo amor de Deus quanto a sua formação e criação, se agredimo-los de alguma forma, significa que ainda estamos bem distante do ideal de alcançar e querer viver qualquer felicidade.

Quando os animais demostra sentimentos puros de amor pelo homem de diversas formas de carinho e atenção e este recebe indiferença, agressões ou qualquer outra forma de desdém, então estes homens estão preparados para passar pelo mesmo sentido de oposição vindos de outros irmãos, se não temos a capacidade de amar os animais, que nenhum mal nos é capaz de fazer, então não estamos preparados para ser amados conforme desejamos.

Se passarmos a observar o comportamento dos animais veremos que nada demais estes seres necessitam para serem felizes, não exige quase nada de seus anjos apenas que sejam compreendidos e que possamos conduzi-los ao caminho que necessitam que é o reino de Deus um lugar para todas as criaturas e aqueles que desenvolvem no seu intimo a sensibilidade de observar os animais e também buscar se igualar a eles poderão ter a certeza de que a voz das pequenas coisas é suficientemente básica para se alcançar a totalidade da felicidade desejada e que para caminhar não é preciso muito, apenas que sejamos obedientes a Deus no proposito de nossa oferta e colheita e que a singela alegria seja contagiante a todos, evidente que os processos são diferentes, mas nada nos impede que a nossa pureza e a nossa inocência sejam conservadas para buscar essa forma virtuosa de bênçãos e graças.

Quanto à agressão aos animais de toda sua forma principalmente na perversidade dos atos seremos responsabilizados da mesma maneira quanto às agressões que cometemos uns aos outros, pois da mesma forma que fomos criados em harmonia e amor e infelizmente muitos se perdem por esta estrada pela força do maligno ao encantamento do pecado, todos os nossos atos serão contabilizados no nosso livro permanente e único da vida e consequentemente as dividas que haveremos de saldar onde se inclui a nossa participação na vida e na evolução destes seres fantásticos que são os animais.

Os animais têm suas necessidades, sentimentos e uma alma se o ferimos com as nossas muitas misérias seria o mesmo se fossemos feridos por aqueles anjos que acreditamos nossa evolução.

Vislumbremos irmãos por um momento se fossemos abandonados sem a menor consideração e respeito, se fossemos agredidos sem quaisquer motivos, feridos por aqueles que inocentemente confiamos o nosso amor? Certamente ficaríamos tristes, sentiríamos medo e também revolta contra quem confiamos e fomos traídos. E como os animais se sentem quando se cometem estes exageros contra eles? Com a diferença que os animais têm a capacidade de esquecer os males que se pratica contra eles, ao contrario do homem que vive a capacidade de guardar rancor e alimentar o ódio e a vingança, já os animais tem simplesmente o instinto de amor e de confiança em nós, por isto visualizamos com muito amor este pequeno pedaço do céu numa forma comum e simples que abano de sua calda a dizer que nos ama como somos.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

Um comentário:

  1. Nós homens e mulheres temos o dever de amar e respeitar nossos irmãos em evolução!

    ResponderExcluir