quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Limpeza Profunda



Ambiente limpo não é o que mais se limpa e sim o que menos se suja. (Chico Xavier)


Numa determinada cidade havia uma senhora que sempre teve mania de limpeza e de ver a sua casa física sempre bela, renovada, nunca estava satisfeita e de tempos em tempos fazia obras para melhorar a fachada, com pinturas e outras adequações para sempre deixar a visão de sua bela casa a reluzir aos olhos de quem trafegasse por perto e fosse admirada por todos. Era sem duvidas uma bela casa. Acontece que a sua vida era sempre marcada por turbulência e sua vaidade excessiva de conservar a aparência de sua casa a tornara uma pessoa infelizmente vazia, brigas eram constantes dentro de casa, ofensas, insultos também aos vizinhos, quem batesse a porta em busca de um auxilio seja qual for era negada qualquer contribuição, mesmo um copo d’agua, não havia ninguém que fosse beneficiado por esta pessoa, com passar do tempo seus familiares foram se afastando, os vizinhos ignorando sua presença e sua casa apesar de toda estética não era mais motivo de admiração, ficará só.

Nesta mesma cidade num lugarejo afastado havia uma senhora que vivia numa casinha modesta, sem luxo, a estrutura de sua casa era simplória, a pintura gasta, enfim não ostentava qualquer beleza aparente. Esta senhora era devota de Maria, mãe de Jesus, todos os dias cumpria sua jornada, levantava, fazia o café, um bolo sempre fresco a mesa e sempre saudada pelos vizinhos e amigos que sempre vinham visita-la, nunca deixava de estampar seu sorriso inocente e meigo. Nunca se deitava antes de rezar o terço e não se levantava sem cumprir as suas orações, quem se aproximava sempre tinham uma mensagem de animo, incentivo e sempre com um beijo na mão e a benção de Maria desejada por ela.

Estes contos meus amados nos mostra que não devemos viver buscando uma aparência superficial para querer viver uma paz ou mesmo querer ser admirado e visto por outros mais, por uma beleza imposta e não natural, a conduta maior deve ser o que se vive no núcleo de nossa individualidade, querer uma estética melhor ou uma casa melhor é o direito de todos, fazendo por merecer qualquer um tem o direito de progredir em todos os sentidos, mas a nossa presença maior deve conservar o que de mais precioso há em nossa raiz e que nos engradece em toda uma estrutura de ser cada dia mais procurado e espontaneamente visitado em sua residência por outros irmãos que desejam compartilhar o melhor de nós.

O espirito é habitante de uma morada temporária e que recebe do criador o compromisso para renovar suas estruturas e reparar os erros, onde terá a oportunidade para reconstruir o que se deteriorou pelo pecado ao longo da existência. Há irmãos que se preocupam demais com essa morada temporária e faz de tudo para modifica-la o tempo todo e para conservar sua aparência e muitas vezes se esquecem de ornamentar todo o seu interior, ficando assim um grande vazio e uma existência sem qualquer sentido e quando chegada a hora de devolver à casa a natureza e retornar a sociedade de Deus na eternidade muitos destes espíritos entrarão em conflito e atravessarão um período de significativos transtornos e principalmente de lamentação quanto as oportunidades perdidas.

Tudo que nos é dado naturalmente pelo pai devem de ser preservados e zelados por sua melhor conservação, principalmente a morada temporária e sem se esquecer de que o espirito, a nossa realidade, é eterno, e ao qual devemos se preocupar em melhorar sempre, buscando limpar todas as sujidades que produzimos e evitar que novas sujeiras do pecado se acumulem em nossa estrutura e em nosso interior.

Com boa vontade e altivez conosco mesmo meus irmãos alcançamos todos os nossos objetivos, mas para isto é preciso começar a agir desde já.

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário