quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Fazer é melhor do que ser




"Na vida, não vale tanto o que temos, nem tanto importa o que somos. Vale o que realizamos com aquilo que possuímos e, acima de tudo, importa o que fazemos de nós!" (Chico Xavier).


Evoluir é o caminho natural de todos os seres vivos em consonância com as nossas ações e sentimentos dispostos a nós e quanto a nossa oferta diante da sociedade que temos o dever de ser o facilitador do progresso universal em todos os aspectos que somos habilitados a praticar.

Dentro deste proposito nos será disponibilizados acessórios a agilizar o que temos a oferecer, tanto no campo intelectual quanto na labuta corporal em todos os aspectos, como o professor que se habilita a ensinar seus alunos, cumpre a sua missão de ensinar e não cobra posteriormente os louros ou mesmo permutas pelo sucesso de seus pupilos no adiante de suas carreiras. Assim devemos agir dentro do que nos é oferecido por méritos e que havemos de agradecer o Senhor às oportunidades independentemente de quantidade do que adquirimos e temos a disposto, pois todo acessório essencial no planeta não lhe é favorável na prestação de contas quanto do dessepulto a matéria, onde seguimos perante a nossa consciência a defesa do que produzimos, sendo que os títulos e qualquer bem ficam no passado, importando somente o que de eficaz produzimos e proporcionamos a fazer com o que nos fora fracionado.

A existência é como um grande campado que é dado ao homem para produção do seu alimento para a sua caminhada e também no ofertar de sua colheita para alimentar outros mais, as sementes da prosperidade já nasce em cada um de nós, bastando-nos a semear por todo campo e esperar o resultado de todo esforço produzido a cada momento, e a cada sementeira enraizada esperando os frutos desejados. Agora se a inercia fizer vida na concepção de quem recebe este ambiente e nada se produz, o campo existirá, mas nenhuma perspectiva poderá se esperar deste campestre, talvez por um percurso de um pássaro que traz em si uma semente e deixar cair neste campo poderá até nascer alguma produção, mas se o cuidado não for reciproco ao proposito de crescimento que se propõe a semente, nenhuma qualidade poderá se esperar deste fruto, poderá até dar algo, mas nada de continuidade, onde este passará toda uma oportunidade improdutiva e sem qualquer resultado a apresentar no instante de nossa contabilidade diante de que nos confiou à produtividade divina.

Saiba que no momento de prestar suas contas não lhe será perguntado que tipo de árvore você foi ou qual foi o seu porte e o seu tamanho, lhe será arguido se prestou sombra da proteção a aquele que necessitava de um abrigo quanto às tormentas das tempestades e mesmo ao alivio do calor dos problemas por estes enfrentados e se encontrou em ti um conforto, se o seu fruto lhe dado de graça fora distribuído do mesmo proposito, se cultivou a qualidade de cada néctar produzido por sua vontade, se acolheu todos aqueles com gratidão a admiração que tiveram com você, se louvou aquela outra arvore que produziu os frutos e a semente para que você existisse. Neste campo não importa qual a sua dimensão, a verdade e o mais importante é o que pôde ser realizado dentro de um conjunto de situações, pode acontecer de ter uma grande arvore no centro desta campina, mas dará abrigo a poucas pessoas e ofertará poucos alimentos, sendo que em outra planície há vários pequenos arbustos, mas com poder muito maior de proteção e de oferta.

É importante compreender essa proposição meus amados. Não busque trabalhar apenas um único cultivo, onde até poderá atender a algumas necessidades alheias, sendo que neste sentido sempre haverá a necessidade de fazer uma seleção, até mesmo injusta, e que deixará sempre alguém desprotegido e faminto e também não vislumbre com o volume e nem procure criar uma grandeza a querer ser admirado por outros pelo seu porte, o mais interessante é ter o poder de oferecer maior a abrangência de sua proposta aos atendimentos por sua qualidade de segurança na proteção e no alimento doado e saiba que quanto mais oferecer abrigo e frutos maiores será o seu bônus e méritos para com o Senhor que lhe deu uma existência de bastante fartura. Lembrando também que não basta apenas ter a quantidade de árvores se não zelar com atenção e os devidos cuidados para o fortalecimento de sua raiz com as principais vitaminas da existência que é a fé, a doação, a fraternidade, a lealdade, a paciência, a tolerância e acima de tudo o amor para ser assim o produto do fruto da felicidade.

Meus queridos todos nós temos uma potencialidade magnânima e o poder de felicidade incrível para se viver e ofertar, mesmo nas dificuldades enfrentadas no cotidiano e claro que haverá momentos em que a fé poderá ser abalada e a confiança no senhor colocada em xeque por diversos momentos conflitoso que são vividos por você e por uma quantidade quase que unanime de irmãos planetários e mesmo espirituais, mas tudo que vivemos é fruto de nossa plantação e também é o antidoto importante para a resistência a enfrentar diversas outras modalidades de situações negativas e fortalecer-se para sempre viver a alegria na alma, o que ocorre muitas vezes é que sentimentos inferiores invadem o coração e a consciência de muitos que o faz somente lamentar a situação viciosa e nada faz criar para mudar a realidade e não é este proposito que o Senhor quer de nós, ele quer que superemos cada obstáculo com dignidade e coragem, pois até mesmo seu unigênito teve de passar e vencer todas as dificuldades como a desconfiança e também as agressões diversas, mas sempre teve quem o escutasse e o seguisse e por estes morreu e são para aqueles que acreditam em nós, como Deus, que devemos sempre estar produzindo o melhor de nós..


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário