sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Calma




Fico triste quando alguém me ofende, mas, com certeza, eu ficaria mais triste se fosse eu o ofensor... Magoar alguém é terrível! (Chico Xavier)


Vive-se no universo da adversidade de sentimentos e comportamentos distintos parâmetros comportamentais dos seres de Deus, cada irmão nasce único que se molda ao longo do caminho, mas sempre pautados por uma esperança ao estado de tranquilidade e felicidade verdadeira.  Afinal quem não busca para si os momentos áureos da paz e sem nada para se aborrecer, este sentido está em quem escolhe o caminho do bem tanto quanto o caminho do mal, mesmo com as diferenças das escolhas, mas todos buscando de algum modo uma paz e uma satisfação pessoal e claro que as consequências das escolhas serão compatíveis.

A busca do progresso atravessa uma ponte inesgotável de recursos virtuosos para a construção de uma passarela de oportunidades e conquistas em que cada irmão possa percorrer e a cada nova situação um motivo a mais para seguir evoluindo positivamente. Haverá no momento individual de todos nós, seja no envolto corporal físico como livre da obsessão da matéria o enfrentamento de uma realidade de situações adversas aonde necessariamente havemos de viver para conquistar as experiências fundamentais para elevar-se no caminho e poder assim trazer consigo e credenciar-se a salvar outros irmãos em situação párea a sua ou mesmo em situações de maior complexidade da normalidade existencial.

Somos iguais apesar de todas as diferenças, cada um caminhando a sua realidade, mas vivendo a importância de cada um em coletivamente a fazer com que a vida seja cada dia mais serena e proveitosa em todas as suas possibilidades, afinal nas alegrias e mesmos nas tristezas sempre encontraremos o amparo de alguém a compartilhar o nosso sentimento, seja ele qual for.

As diferenças pessoais impõe a cada um o exercício da paciência e da tolerância e não há o que se falar e viver de amor sem viverem estes dois institutos em que podemos reconhecer ser a base fundamental de toda uma estrutura solida para a elevação de demais outras virtudes em nossa infinita morada.

Os desafios da vida vêm a todo o momento instigando em todos nós a escola alheia, aprendemos com todos, principalmente em saber que somos tão vulneráveis a fraquezas quanto os que são conosco em suas varias manifestações. Deus nos quer perfeitos e para isto nos ensina na pratica a existência das desigualdades em todas as suas esferas, nos coloca em sociedade para aprofundar as suas lições, nos da uma família para ensinar, aprender e amar como cada um é em suas individualidades, nos dá os amigos que nos dá uma visão maior da que imaginamos para nós, pois são os amigos que nos alertam para os riscos que muitas vezes caminhamos e até mesmo nos dando a lição de que não somos tão capazes como cremos e que precisamos evoluir muito mais, Ele nos dá a chave do progresso nas pernas e na consciência a limitar a existência com respeito quando inicia-se o caminho do outro.

Não importa qual posição da caminhada rumo ao Reino eterno de Deus você esteja, no plano do Criador não há competitividade ou qual a melhor posição do que o outro, somos iguais e passaremos pelo mesmo processo igualitário, estamos caminhando ao mesmo destino, há aqueles que avançaram um pouco mais e adquiriram para si virtudes e conhecimentos meritórios, mas atrás de nós tem outros que vem como também ao nosso lado. Cada um na sua peculiar evolução e limitação, e nesta vertente estamos todos juntos numa mesma caminhada e consequentemente haverá pessoas que chegarão até nós querendo manifestar o seu conhecimento e sentimentos, haverá casos em que estaremos preparados para discutir como há outros que fugirão a nossa evolução ao qual deveremos buscar sempre o conhecimento.  

O mais importante em todas estas matérias é buscar o equilíbrio e a serenidade em todos os momentos que a vida nos chama a progredir e acontece com bastante ocorrência na maioria detentora de certo conhecimento ou também detentora de uma significativa ignorância são as ofensas e os desrespeitos para com seu próximo e também em toda forma de vida imposta a todos nós a nos mostrar a limitação da nossa liberdade e elevar o respeito na totalidade de sua esfera. A agressão ao seu próximo ou qualquer criatura onde incluímos os animais e a natureza ecologia não traz beneficio algum para seus praticantes e vitimas, ao contrario, instiga o ódio, a tristeza, a magoa e todos estes sentimentos corrosivos ao bem estar natural, há irmãos que praticam o crime da ofensa como esporte, outros por necessidade e outros por simples prazer o que consome toda uma tranquilidade e uma paz.

Haverá momentos em que deveremos ser firmes em nossa colocação contra as prerrogativas do mal, haverá situações em que deveremos ser mais enérgicos para com o próximo mostrando a ele o próprio limite, como o pai e a mãe ao ensinar sua prole do que é certo ou errado, assim é em um todo nesta comunhão da vida, ensinamos e aprendemos e se precisar, seja mais severo e mostrando sempre ao outro aonde é o erro e como poderá mudar para melhor oferecendo sempre o nosso apoio, pois é isto que Deus quer de todos nós que é ajudando um ao outro como desejamos aprender em nosso desconhecimento e para isto não precisa causar dores maiores ao outro.

Engana–se que agressão e ofensa ao outro são apenas nas palavras, não, está num universo que muitas vezes praticamos e não conseguimos identificar em nós mesmo, muitas vezes praticamos excesso sem limites. Não há como qualificar e exemplificar aqui quais são estes erros e exageros ofensivos que praticamos, por isto que é importante ver ao nosso redor e buscar aceitar com humildade e atenção as críticas principalmente quando somos chamados à atenção quanto a determinadas posturas que temos frente à sociedade em geral. É muito ruim ser ofendido, imaginem então ser o ofensor, pois a mesma dor que sentimos é a mesma que provocamos quando praticamos o abuso, sendo que muitas vezes numa proporção nocivamente incalculável.

Por isto nos momentos de maior desafio meus amados mantenham sempre a serenidade e a calma e saibam que não será perdendo uma discussão que te fará menor ou um perdedor, não será se calando a uma ofensa que poderá se considerar um fraco, sejamos sábios e não tente revidar ao mal por mais que a revolta possa abater sobre você, se for preciso se defender que o faça, mas com respeito sem devolver com o mesmo crime ao qual esta sendo sentenciado injustamente.

É notório que as palavras destas preposições possam parecer na consciência de muitos como absurda e impossível de serem colocadas e adotadas em praticas e que é mais fácil escrever do que se praticar, mas sigamos as lições do código divino em que nosso mestre Jesus Cristo nos deu a maior prova de que com esforço podemos alcançar a salvação com maior louvor, se te baterem numa face dê a outra, isto é sabedoria e não humilhação. Por isto façamos um pouco mais de esforço e praticamos as sabias e enriquecedora oferta e vivencia do amor verdadeiro com a paz de Jesus em nosso coração.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário