segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Paciência para mudar



Não há problema que não possa ser solucionado pela paciência. (Chico Xavier)


A busca do crescimento e da evolução espiritual passa por diversas etapas na existência pessoal de cada irmão e de cada ser vivo em sintonia com a vida em que estamos inseridos nesta importante coletividade de oportunidades para adquirir novas e eternas experiências para o campo de trabalho em todas as esferas existenciais aos quais estamos inseridos no universo pela vontade divina.

A escalada para atingir o topo do mundo no reino de Deus requererá de cada irmão disciplina, abnegação e fé para valorizar cada conquista e mesmo cada dificuldade que é imposta a cada membro da sociedade de Deus a continuar a busca da satisfação e da paz construída pelas próprias mãos e pelo trabalho edificante de ajuda universal.

Cada irmão atravessa nessa seara existencial desafios tanto destinados para o crescimento natural quanto construído pela própria vontade, eis o universo da lei de ação e reação, ninguém colhe aquilo que não plantou e a cada nova experiência seja na matéria como na vida espiritual é acumulado em nosso livro único do espirito, que a cada capitulo, ou seja, a cada oportunidade de renovação e de reforma dos males construídos é dada a chance de reparação para saldar até a ultima fatura, há os que aproveitam a oportunidade e outros que acumulam mais débitos e que necessariamente se verão na única possibilidade da reencarnação para adquirir novas experiências e resgatar o que é necessário.

Diante desta realidade podemos adentrar no nosso universo mais intimo e encontrar as razões e as responsabilidades da nossa caminhada e também a veracidade dos desafios que nela podemos encontrar parte das respostas ao lidarmos quanto aos desafios de nosso desenvolvimento e não simplesmente ficar culpando a Deus pelas situações desafiadoras que assolam a nossa verdade sem inquiri-lo tão quanto reivindicar a pauta de injustiças que não nos cabe arbitrar e principalmente quanto ao fardo que produzimos diante do livre arbítrio que é a lei da nossa liberdade a tomar o rumo necessário que melhor nos convenie. E saber que somos diretamente responsáveis através de nossos atos das determinadas escolhas que tomamos com a dose de irresponsabilidade por querer viver um momento de aventura, onde poderá custar uma existência, pois aquele que perde a oportunidade para crescer positivamente nesta estrada vital não saberá quanto tempo serão necessários para recuperar este instante e quanto tempo será necessário para recuperar um tempo perdido.

Independente da magnitude do desafio em vem tomar conta da nossa paz e do nosso equilíbrio universal em nossa mais completa estrutura e que nos colocam frente a frente conosco mesmo e com a caminhada e os obstáculos a seguir, temos que acima de tudo acreditar em nós mesmos e na força e nas inúmeras oportunidades que Deus sempre nos proporciona para vencer o dia nosso de cada dia, a começar pela existência, havemos de respirar fundo e reorganizar o nosso planejamento e estabelecer as nossas metas e os objetivos para o triunfo e se a reforma da paz e do equilíbrio é desejada por todos nós, então façamos a nossa parte mesmo diante dos desafios que vem mais para somar que para subtrair, mesmo que a razão e a emoção possam ver ao contrario, pois toda dificuldade vem como oportunidade de crescimento existencial, e todos aqueles que sabem o gosto da vitória de cada obstáculo superado sabe o quanto a sua força fora necessária para se alcançar tamanho objetivo e realidade.

A paciência é uma das maiores virtudes que qualquer irmão pode ter em sua base, pois é através dela, deste pilar sustentador, que o erguimento de qualquer outra estrutura sagrada poderá com êxito alcançar a totalidade desta obra, chegara-se ao telhado desta proteção na plenitude da conquista e ver que cada grão de areia concretizado, ou seja, cada ponto de fé renovado e forte é essencial para a manutenção da segurança divina e que qualquer desafio a mais que porventura vier a atemorizar, saberá este que estará protegido por uma estrutura forte erguida pelas próprias mãos e pelo próprio trabalho e saberá lidar com todos estes e os novos desafios bem como poderá abrigar em sua intimidade todo aquele irmão que clama por um socorro.

Irmãos amados sejamos o pedreiro de nossa obra e avalie neste instante em si em que ponto esta a sua construção pessoal? Que matéria prima ainda falta para seguir elevando-se nesta permanente construção?

Em que parte esta até atingir a totalidade por completo do seu abrigo?  Ainda falta adquiri novos materiais? Quais? Que belezas pensam em preencher e ornamentar cada ponto de si com louvor para estruturar o que de mais sagrado Deus lhe proporcionou, o seu espirito eterno?

Quanto tempo ainda precisa para concretizar cada grão de areia? Esta fazendo certo? Precisa de ajuda? Onde e em quem encontrar?

E a paciência, já a instituiu em sua estrutura? Se sim ótimo então aproveite para continuar o trabalho, e se ainda não a colocou a sua disposição, ainda há tempo para instaura-la em si esta virtude fundamental sustentador de toda sua realidade e reestruturar com segurança os pontos onde ainda esta vulnerável a qualquer queda.

Poderá acontecer seja aquele que a obra já esta em face final de conclusão e quanto quem esta iniciando ou esta na metade do caminho, parte desta construção se ruir e ter que novamente recomeçar tudo, seja do ponto que avariou seja quiçá de recomeçar tudo novamente, mas aquele que desde o primeiro instante edificou a paciência como pilar fundamental sustentador de sua obra não haverá problema para recomeçar novamente, pois neste instante onde tudo parece perdido é que novamente poderá se reconstruir ao redor da paciência todas as demais virtudes necessárias para a mesma casa, mas com novas e fortes paredes e um suntuoso telhado de sabedoria a continuar abrigando o teu espirito e também os outros mais que desejam esta em sua morada de oportunidades, segurança e sabedoria eterna.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário