terça-feira, 9 de setembro de 2014

Em busca de sabedoria



É importante a todos os irmãos sejam na condição encarnada e desencarnada a busca da sabedoria, mas qual seria o ponto fundamental desta virtude? Ter um conhecimento mais apurado? Uma cultura com maiores requintes? Ser intelectual e mais destacado no meio em que se habilita? Certamente que estas arguições não traduzem as respostas para a verdadeira sabedoria, pode até auxiliar, mas jamais será o essencial para a prática deste condão.

O dom do sábio não é adquirido nos acentos acadêmicos e sim no cotidiano da existência, a primeira postura do verdadeiro escolhido é ter o instituto da humildade a seu favor e no comportamento social, é saber que nada sabe, como dizia o destacado filosofo Sócrates, o sábio é o que busca com satisfação e disciplina a busca do conhecimento da vida, busca a própria verdade e não espera conduzir o seu caminho com a verdade alheia pelo comodismo e pela preguiça, busca através deste conhecimento ou desta dita verdade de seu semelhante o ponto de apoio para o autoconhecimento do que lhe é passado, o que infelizmente acontece na vida dos irmãos é se acomodar com o que é lhe posicionando e nisto cria-se os preconceitos e toda forma nefasta do mal impregnado nos injustos julgamentos em desfavor do seu semelhante.

O sábio verdadeiro aprenderá todos os dias com maior qualidade convivendo com os mais humildes do que propriamente com os eleitos doutores do conhecimento que se intitulam privilegiados em face aos assuntos mais complexos da humanidade e que também não tiveram que se esforçar para adquirir vantagens e mesmo fortunas perecíveis da matéria, pois somente através da luta e da conquista merecida é que se conhece o verdadeiro sentido o valor de cada mérito adquirido, pois quem vence as adversidades sabe como valorizar cada instante e cada ponto de satisfação meritória recebida e que saberá louvar a Deus de verdade pelo que produz de eficaz no caminho da vida e de seus semelhantes.

Não significa que é errado adquirir conhecimentos intelectuais e estudar com propriedade os assuntos mais desafiadores da natureza de um modo generalizado, ao contrario, pelo conhecimento e pelo estudo é que se busca a construção da verdade e de tornar a vida de seu próximo mais confortável e com instinto de produzir sempre o bem, o conhecimento mais importante da vida são as experiências e a vivência das virtudes mais importantes do ser, são elas que de verdade abrem as portas da salvação e traz consigo uma legião de amigos e é o que fará do espírito o verdadeiro sábio, pois a sabedoria não escolhe títulos terrenos, brota como orvalho na vida daqueles que tiveram a paciência de esperar o momento de destaque e de confiança do Senhor para fazer-se pescadores de homens.

A postura do bom pescador esta em trazer para si todos àqueles que aproveitam a oportunidade para aprender a sabedoria de Deus, assim como Jesus designou a Pedro a este posto supremo de pescador de homens temos o dever de ter a sabedoria de também trazer para conosco homens de boa vontade e ser a rede de esperança para caminharmos juntos ao reino eterno, pois ninguém será salvo pelo egoísmo e pela individualidade e sim pela fraternidade e pela caridade aliada à fé na salvação. E como faço para merecer fazer parte desta rede de irmãos rumo à eternidade? Não há mistério algum, afinal Jesus já nos mostrou o caminho e agora espera de nós a verdadeira postura e atitude de um verdadeiro filho de Deus com bons pensamentos, lealdade a Deus e com seus semelhantes, ter a compreensão que ninguém pensa e age como nós e por isto a paciência e a tolerância devem ser naturais em nossa existência, saber falar e orientar no momento oportuno, calar-se no momento devido, ser o auxilio das dificuldades alheias sem observar credos, etnias, nacionalidades ou qualquer outra fonte de felicidade que o individuo escolhe para ser feliz e ser um verdadeiro filho de Deus no compromisso da propagação do bem em toda sua instancia e forma, buscar a sabedoria com humildade e tendo no coração e na consciência de que somente o criador é onisciente e detentor de todas as verdades e respostas e quem reconhece essa realidade terá todas as possibilidades de viver a paz e a sabedoria, afinal quem compreende que nada é desta vida superior a ninguém e que no universo do seu conhecimento busca auxiliar o seu próximo terá todas as virtudes necessárias do bom sábio e as porta da felicidade mais favorável.

Saber que nada sabe já é o suficiente para se ter a sabedoria.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário