segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Paciência para mudar



Não há problema que não possa ser solucionado pela paciência. (Chico Xavier)


A busca do crescimento e da evolução espiritual passa por diversas etapas na existência pessoal de cada irmão e de cada ser vivo em sintonia com a vida em que estamos inseridos nesta importante coletividade de oportunidades para adquirir novas e eternas experiências para o campo de trabalho em todas as esferas existenciais aos quais estamos inseridos no universo pela vontade divina.

A escalada para atingir o topo do mundo no reino de Deus requererá de cada irmão disciplina, abnegação e fé para valorizar cada conquista e mesmo cada dificuldade que é imposta a cada membro da sociedade de Deus a continuar a busca da satisfação e da paz construída pelas próprias mãos e pelo trabalho edificante de ajuda universal.

Cada irmão atravessa nessa seara existencial desafios tanto destinados para o crescimento natural quanto construído pela própria vontade, eis o universo da lei de ação e reação, ninguém colhe aquilo que não plantou e a cada nova experiência seja na matéria como na vida espiritual é acumulado em nosso livro único do espirito, que a cada capitulo, ou seja, a cada oportunidade de renovação e de reforma dos males construídos é dada a chance de reparação para saldar até a ultima fatura, há os que aproveitam a oportunidade e outros que acumulam mais débitos e que necessariamente se verão na única possibilidade da reencarnação para adquirir novas experiências e resgatar o que é necessário.

Diante desta realidade podemos adentrar no nosso universo mais intimo e encontrar as razões e as responsabilidades da nossa caminhada e também a veracidade dos desafios que nela podemos encontrar parte das respostas ao lidarmos quanto aos desafios de nosso desenvolvimento e não simplesmente ficar culpando a Deus pelas situações desafiadoras que assolam a nossa verdade sem inquiri-lo tão quanto reivindicar a pauta de injustiças que não nos cabe arbitrar e principalmente quanto ao fardo que produzimos diante do livre arbítrio que é a lei da nossa liberdade a tomar o rumo necessário que melhor nos convenie. E saber que somos diretamente responsáveis através de nossos atos das determinadas escolhas que tomamos com a dose de irresponsabilidade por querer viver um momento de aventura, onde poderá custar uma existência, pois aquele que perde a oportunidade para crescer positivamente nesta estrada vital não saberá quanto tempo serão necessários para recuperar este instante e quanto tempo será necessário para recuperar um tempo perdido.

Independente da magnitude do desafio em vem tomar conta da nossa paz e do nosso equilíbrio universal em nossa mais completa estrutura e que nos colocam frente a frente conosco mesmo e com a caminhada e os obstáculos a seguir, temos que acima de tudo acreditar em nós mesmos e na força e nas inúmeras oportunidades que Deus sempre nos proporciona para vencer o dia nosso de cada dia, a começar pela existência, havemos de respirar fundo e reorganizar o nosso planejamento e estabelecer as nossas metas e os objetivos para o triunfo e se a reforma da paz e do equilíbrio é desejada por todos nós, então façamos a nossa parte mesmo diante dos desafios que vem mais para somar que para subtrair, mesmo que a razão e a emoção possam ver ao contrario, pois toda dificuldade vem como oportunidade de crescimento existencial, e todos aqueles que sabem o gosto da vitória de cada obstáculo superado sabe o quanto a sua força fora necessária para se alcançar tamanho objetivo e realidade.

A paciência é uma das maiores virtudes que qualquer irmão pode ter em sua base, pois é através dela, deste pilar sustentador, que o erguimento de qualquer outra estrutura sagrada poderá com êxito alcançar a totalidade desta obra, chegara-se ao telhado desta proteção na plenitude da conquista e ver que cada grão de areia concretizado, ou seja, cada ponto de fé renovado e forte é essencial para a manutenção da segurança divina e que qualquer desafio a mais que porventura vier a atemorizar, saberá este que estará protegido por uma estrutura forte erguida pelas próprias mãos e pelo próprio trabalho e saberá lidar com todos estes e os novos desafios bem como poderá abrigar em sua intimidade todo aquele irmão que clama por um socorro.

Irmãos amados sejamos o pedreiro de nossa obra e avalie neste instante em si em que ponto esta a sua construção pessoal? Que matéria prima ainda falta para seguir elevando-se nesta permanente construção?

Em que parte esta até atingir a totalidade por completo do seu abrigo?  Ainda falta adquiri novos materiais? Quais? Que belezas pensam em preencher e ornamentar cada ponto de si com louvor para estruturar o que de mais sagrado Deus lhe proporcionou, o seu espirito eterno?

Quanto tempo ainda precisa para concretizar cada grão de areia? Esta fazendo certo? Precisa de ajuda? Onde e em quem encontrar?

E a paciência, já a instituiu em sua estrutura? Se sim ótimo então aproveite para continuar o trabalho, e se ainda não a colocou a sua disposição, ainda há tempo para instaura-la em si esta virtude fundamental sustentador de toda sua realidade e reestruturar com segurança os pontos onde ainda esta vulnerável a qualquer queda.

Poderá acontecer seja aquele que a obra já esta em face final de conclusão e quanto quem esta iniciando ou esta na metade do caminho, parte desta construção se ruir e ter que novamente recomeçar tudo, seja do ponto que avariou seja quiçá de recomeçar tudo novamente, mas aquele que desde o primeiro instante edificou a paciência como pilar fundamental sustentador de sua obra não haverá problema para recomeçar novamente, pois neste instante onde tudo parece perdido é que novamente poderá se reconstruir ao redor da paciência todas as demais virtudes necessárias para a mesma casa, mas com novas e fortes paredes e um suntuoso telhado de sabedoria a continuar abrigando o teu espirito e também os outros mais que desejam esta em sua morada de oportunidades, segurança e sabedoria eterna.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Saber Valorizar



Agradeço todas as dificuldades que enfrentei; não fosse por elas, eu não teria saído do lugar. As facilidades nos impedem de caminhar. Mesmo as críticas nos auxiliam muito. (Chico Xavier)

Em muitas situações os irmãos encarnados e mesmo os desencarnados necessitam enfrentar situações adversas à tranquilidade e a paz para construir em sua volta este império de prosperidade e saber valorizar cada conquista atribuída à força de vontade e a determinação para vencer e enfrentar todos e quaisquer obstáculos que o caminho possa oferecer nesta estrada que tem com meta a salvação e a permanência eterna na verdadeira paz e felicidade plena ao lado do criador.

E para quem não acredita em si mesmo pode realmente parecer impossível chegar a Deus no paraíso, e quem credita a frustração em si mesmo não há o que indagar ao Criador por tamanhas adversidades sem fim que a sensação impõe sobre sua existência.

Todo merecimento se conquista através do trabalho que esta entrelaçada em todos os gêneros da vida. Muitos irmãos ainda estão acostumados a crer que a felicidade e a recompensa estão no acumulo das riquezas perecíveis da economia em geral, acumular bens não significa a real recompensa necessária e suficiente do individuo na sociedade de Deus, pode até ser uma consequência, mas o caminho de construção não é limitado à matéria, a manutenção e a aquisição de benéficas naturais estão diretamente atreladas ao caráter que se molda por este caminho, muitas vezes se constrói sobre um novo irmão encarnado realidades contrarias ao bem, principalmente quando se usa de atributos errôneos a se destacar perante a comunidade humana, são muitas vezes facilidades que contrariam a ordem de Deus para com a fraternidade que havemos de comungar e ofertar dentro do universo de nossa real índole.

Vivem-se muitas almas no planeta expiatório a caminhada evolutiva por diversas vivencia, e há de serem impostas a cada um as experiências necessárias para se alcançar e merecer novos degraus sagrados e importantes para a manutenção da obra edificante de Deus nos atos mais sinceros e leais que podemos atribuir nossa existência a busca do merecimento que temos direito. Afinal, o que temos por direito conquistar? O que quiser, mas para isto é preciso fazer por merecer e para termos êxito a cada grão de mostarda atrelada a fé em tudo que se pratica e a conquista é a somatória de um resultado esperado. Mas quanto tempo se leva cada conquista? Depende exclusivamente do nosso desprendimento do pecado em suas inúmeras faces que vem para desviar-nos do caminho divino, é essas as dificuldades que todos os irmãos são chamados a vencer e a trabalhar para romper com essas armadilhas que o mal nos impõe a cada momento.

Ser um verdadeiro gladiador não é ser um vencedor nas lutas sangrentas arenas dos coliseus, pelo contrario, é ficar face a face consigo quanto aos desafios que lhe são afrontados e impostos, é lutar contra a vaidade que tenta fazer-se considerar o melhor e instigar a atropelar quem estiver a sua frente, é o orgulho impedindo de aliarem-se a irmãos ditos inferiores que não lhe possa trazer benefícios imediatos, é a busca incessante das riquezas materiais esvaziando todo conteúdo espiritual simplesmente por querer mostrar certos poderes que não lhe cabe nesta existência, é o egoísmo de não dividir as conquistas com quem lhe é importante e que poderá beneficiar uma sociedade, mas que por medo de doar o que lhe é dado de graça preferem guardar e deixar mofar tudo que lhe é dado para o uso ao bem comum. São essas as diversificadas situações que todos acabam enfrentando nesta existência e principalmente nos mundos de expiações que caminham para a regeneração que esta apenas a um passo, mas que infelizmente muitos prolongam por séculos e séculos o que lhe poderia ser resumido em pouco tempo com resignação, força de vontade e coragem para começar a mudar a própria realidade.

Nosso criador é divinamente sábio e nos permite recomeçar sempre a mudar nossa própria realidade, não vamos olhar para o outro neste momento, é importante cada um olhar para si e separar o seu joio do trigo e estando limpos poder se banhar no espirito de Deus nas suas bênçãos e poder atrair para si importantes conquistas e verdadeiramente ser um escolhido a arrebatar as multidões para juntos entrarmos no seu reino eterno.

A cada recomeço é como um papel em branco, recomeçar de novo trazendo as marcas das experiências é determinante para o trunfo nosso de cada dia, lembrando que a cada recomeço são novos desafios e antigas dificuldades que fará com que cada um possa ser instigado a mudar a sua realidade, é como o faminto que necessita pedir ajuda para saciar suas necessidades, tende ir em buscar da solução e a cada ida e vinda sempre encontrará as oportunidades para ter consigo um alimento essencial a sua existência e saberá valorizar o que e quem lhe estendeu a ajuda, certamente a degustação deste alimento será abençoado por si. É assim o nosso recomeço, viemos famintos e devemos ir em busca de saciar nossa fome, a cada auxilio e a cada vitória a realidade de ser humilde e buscando sempre o caminho da reconstrução para novas experiências sagradas e ainda podendo olhar para o regresso e ver o quanto se perdeu por não aproveitar as oportunidades que a todo o instante bate a porta de todos nós nos oferecendo o auxilio para engrandecer na presença de Deus de forma natural e merecedora de cada mérito pedido.

Nenhuma dificuldade que enfrentamos na realidade da existência é em vão, ou simplesmente ser um capricho de Deus, não, somos resultados dos nossos próprios atos e sentimentos que nos levam a realidade do momento e mesmo aqueles que nada de mal possa no presente da consciência lhe inferir tamanhas dificuldades, não se revolte contra o Senhor, simplesmente ele esta lhe dando novas oportunidades de crescimento e purificação a cada momento mais e para merecer ser um escolhido especial e também servir de exemplo a seu semelhante de que toda conquista atrelada a cada vitória dos obstáculos é fundamental para com o proposito divino de saber que sua fé é e sempre será maior que cada pedra do caminho, pois são essas atribulações que farão com que as experiências sejam o estimulante de que viver e vencer no bem é e será sempre um ato de amor.

Dificilmente um irmão que encontra facilidades no seu caminho alcançará um êxito pleno e satisfatório em pouco tempo na sua caminhada em face daqueles que lutam arduamente para mudar sua realidade impregnada de obstáculos e que precisam vivenciar e superar sempre, mas muitos destes ainda deverão enfrentar a realidade da existência e aquele que não se prepara, principalmente nas facilidades e não adquire para si o instituto da humildade, as lagrimas poderão ser correntes e a revolta aumentada junto à sensação de injustiça invadindo a consciência contra Deus e formando em si um irmão amargo e triste, onde cada ato e cada sentimento contrários a Deus prolongará sua caminhada e com mais obstáculos que aqueles que já os superaram e vive a paz construída e merecida. Todas as dificuldades impõe a cada um o desafio contra si próprio de superar determinadas armadilhas e vícios que impendem à própria caminhada, a vida ensina nas suas mais variadas lições que nada podemos ter se o próprio esforço não contribuir para a busca do sucesso e para a conclusão da obra que a cada momento levantamos em nossa existência.

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.






quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Um novo fruto


Ninguém poderá voltar atrás e fazer um novo começo, mas qualquer um pode voltar e refazer um novo fim. (Chico Xavier)

Inadmissível é ver um irmão permanecer inerte no pecado enquanto diversas oportunidades são oferecidas a cada um e sem quaisquer privilégios a sintonia para com a prática do bem em comunhão com a lealdade e o respeito que deve sempre imperar sobre o individuo em face de seu próximo e a toda obra do Criador.

Diversos são os caminhos da experiência percorridos pela alma com o proposito da salvação e a sua permanência no sagrado paraíso de Deus desfrutando de todas as oportunidades de sentir e ser amado verdadeiramente.

Somos como um fruto belo e saudável aonde ao longo do tempo todos nós somos inseridos com demais outros na escola vital a aprender a conviver com as diferenciações e o sabor peculiar de cada um, sendo que um serão doce, outros azedos e até mesmo amargos, mas que a vitamina fundamental esta na sua essência, ou seja, o que de bom poderá oferecer ao seu próximo dentro da melhor oferta que imana de seu núcleo.

Sabemos que há em cada um na sua essência a semente do renascimento, ou seja, o espírito. Compreende-se que o pecado é como a parte podre que impregna este fruto aonde começa a corroer toda sua estrutura e comprometendo toda a sua qualidade benéfica, restando apenas à nocividade, mas ao cortar este mal a tempo poderá todo o restante ser utilizado com segurança, agora se mesmo assim todo o conteúdo for tomado pelo pecado, há ainda a semente que permanece intacta podendo ser reaproveitada no solo fértil do amor divino recomeçando a frutificar um novo momento em uma nova oportunidade de recomeçar e fazer um novo fim.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos. 

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Oferta de Trabalho



A todo o momento o reino dos céus esta convocando trabalhadores para a grande tarefa e o abençoado trabalho de amor e de resgate ao próximo, há alguns que já estão trabalhando algum tempo, outros estão chegando e a maioria com o convite em mãos para o grande e abençoado trabalho.

É hora de cada um pegar a sua ferramenta de trabalho e começar a sua tarefa com perseverança, oração, fraternidade, caridade, lealdade, obediência a Deus, fé, força de vontade. Vamos todos labutar, mas sem se preocupar com o pagamento, pois ele vem com naturalidade e merecimento, sendo um bom trabalhador não ha do que se preocupar, pois Deus é bom e justo e sabe o tempo exato de cada um receber o que lhe é devido.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos. 

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Mudanças Profundas





É importante compreender que todos os irmãos quando desembarcam no planeta de expiações, a ele são passadas todas as informações e posturas de uma sociedade, principalmente na nação e no continente em que será recebido a cumprir sua missão e saldar seus débitos consigo mesmo, toda situação é registrada no seu livro exclusivo da vida e, lançado a este o compromisso de trabalhar em prol do progresso universal em todas as esferas existenciais.

Quando este espírito é recebido por seus genitores na luz da encarnação é que realmente inicia-se a nova caminhada de oportunidades, para cumprir e exercer sua peregrinação. Conforme o regresso de outras experiências, cada espírito renasce com suas peculiares evoluções, a começar pela matéria que se inicia na sua trajetória, há os que passarão por serias dificuldades materiais e outros em abundancia, inclusive por necessidades do alimento, uns com a escassez e demais com a fatura, mas todos têm a mesma concepção e criação por Deus, o que difere das condições são as próprias experiências que este se adquire ao longo de todo um histórico de renascimentos e que traz a cada nova oportunidade os desafios e os méritos, devendo cada um saldar até o ultimo níquel consigo junto à corte celestial.

Diversos irmãos no planeta se deparam com um contraste de uma realidade bastante agressiva, principalmente quando há crianças que se prolifera nas mais cruéis realidades imposta pelo próprio homem no planeta. De certo que há regiões do globo que é o desafio será mais importante para a purificação do espírito, mas os exageros e a desumanidade contra seu semelhante é praticado pela consciência individual e indivisível do próprio homem, principalmente quando este de posse do comando de sua nação desvia o olhar a caridade de seus pobres e miseráveis.

Quando o povo de Deus foi liberto da fúria do faraó pelas mãos e pela liderança incontestável de Moises dava o Senhor ali à oportunidade dos resgatados a verdadeiramente tomar uma nova postura em suas vidas, essa herança transpassou o tempo, e na atualidade temos a facilidade de nos libertar das diversas prisões que somos levados e que também caminhamos para tal, sob a influência de nossa conveniência que sempre estará atrelado a vantagens indevidas e também o comodismo pessoal para permanecer inerte, aonde estagnamos pela preguiça ao qual nos posicionamos sempre.

Tantas vezes nos são oferecidas a própria libertação e a travessia para o lado mais seguro e mais correto da vida, que é ao lado de Deus possível a qualquer um, desde que com as importantes mudanças que são promovidas no conceito da luz da prosperidade acessa por Jesus, temos a opção de ir para onde convenie nossa consciência, dois caminhos então desde a origem são dadas a criação, o bem e o mal, sendo que essa duplicidade há primeiro instante podem equipara-se pela igualdade no primeiro passo, mas o caminho da perversidade estará sempre atentando contra nossa própria moral e atendendo as vantagens muitas vezes ilícitas da própria individualidade e do próprio egoísmo que se tatua na consciência do individuo em querer barganhar a todos o momento uma posição injusta.

É importante se desvencilhar de todos estes males que nos são oferecidos periodicamente ou mesmo quando somos vitimas de nós mesmo pela ganancia que somos instigados a tomar quanto aos atalhos ditos mais oportunos e vantajosos, para mudar é necessário reconhecer a própria miséria e os erros praticados, utilizando-se desta importante lição, alinhada a força de vontade, a persistência, o trabalho de reedificar a própria ruina que impomos a nossa estrutura, com fé em Nosso Pai que jamais abandona seus filhos podemos começar a reformar as nossas vidas e consciência há retomar o caminho do bem, de certo que a volta será mais árdua e mais perversa aos olhos e a condenação por outro irmão, infelizmente a sombra dos erros acompanharão todos aqueles que buscam mudar para melhor, pois essa infelizmente é a postura de muitos irmãos de pouca fé e de nenhuma em si mesmo que não se faz capaz de mudar, acaba por não crer que o outro é possível de mudanças significativas e profundas na sua vida, porque não um delinquente perverso não pode mudar para melhor o seu caminho? Infelizmente é este o preço e as consequências de certas escolhas que muitos tomam para sua vida e conviver com as injurias serão inevitáveis, mas a mudança para o bem tem seu preço e muitas vezes caro e o que jamais se deve fazer é deixar-se levar pelo chicote da língua do outro, pois Deus sabe a sinceridade do seu coração, por isto, por mais que o mundo possa condena-lo, somente a Deus é exclusiva a sentença quanto aos méritos e mesmo penalidades que há de serem vivenciados pelo individuo para purificar dos seus pecados e das misérias que faz parte de todos os espíritos na forma encarnada quanto os livres da obsessão da carne, mas que a todos são dadas as mesmas oportunidades e possibilidades de salvação.

Muitos irmãos para atrair o interesse de outro para com suas habilidades e mesmo ao contato com o sexo oposto, muitas vezes procura maquiar uma aparência para ser admirado e conquistar a confiança alheia, seja para ter consigo um estreitamento de uma intimidade, quanto para interesses múltiplos. E quem se utiliza de uma postura ou mesmo de um comportamento na sua prática artificial, não esconderá por muito tempo a sua verdadeira miséria e sempre permitira que a mascara caia deixando exposto todas as suas verdadeiras postura que muitas vezes são condenáveis a moralidade, mas quando somos verdadeiramente alinhados e obedientes a Deus nenhum esforço lhe será exigido para dizer quem é, simplesmente será.

A real mudança sempre deverá acompanhar a profundidade dos seus atos e sentimentos, e quando se utiliza de artifícios para esconder a verdadeira face, este irmão saberá que não estará bem consigo mesmo, pois na sua intimidade saberá da mentira e a realidade de sua miséria que poderá ser muito mais profunda, agora mesmo usando desta situação de maquiar uma falsa imagem, veja como é bom viver o bem pelo instante que se vive, e porque não utilizar-se de uma mentira provocada para verdadeiramente viver o bem na sua honestidade e buscando a tal sonhada e desejada paz sincera, pois mudando de verdade encontraremos o caminho da felicidade.

É importante e é o nosso dever mostrar ao próximo o quanto é bom viver e praticar o bem em toda sua esfera com Deus no coração, mas não somente pelas palavras, mas demostrando e sendo exemplo de atitude, postura, comportamento e ação o verdadeiro sentido e a razão de procurar mudar sempre para melhor. E saberão todos que viver o bem de verdade é contagiante e fácil e nos permitirá a todo o momento cantar para Deus como os sons dos pássaros a liberdade conquistada.

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.




terça-feira, 9 de setembro de 2014

Em busca de sabedoria



É importante a todos os irmãos sejam na condição encarnada e desencarnada a busca da sabedoria, mas qual seria o ponto fundamental desta virtude? Ter um conhecimento mais apurado? Uma cultura com maiores requintes? Ser intelectual e mais destacado no meio em que se habilita? Certamente que estas arguições não traduzem as respostas para a verdadeira sabedoria, pode até auxiliar, mas jamais será o essencial para a prática deste condão.

O dom do sábio não é adquirido nos acentos acadêmicos e sim no cotidiano da existência, a primeira postura do verdadeiro escolhido é ter o instituto da humildade a seu favor e no comportamento social, é saber que nada sabe, como dizia o destacado filosofo Sócrates, o sábio é o que busca com satisfação e disciplina a busca do conhecimento da vida, busca a própria verdade e não espera conduzir o seu caminho com a verdade alheia pelo comodismo e pela preguiça, busca através deste conhecimento ou desta dita verdade de seu semelhante o ponto de apoio para o autoconhecimento do que lhe é passado, o que infelizmente acontece na vida dos irmãos é se acomodar com o que é lhe posicionando e nisto cria-se os preconceitos e toda forma nefasta do mal impregnado nos injustos julgamentos em desfavor do seu semelhante.

O sábio verdadeiro aprenderá todos os dias com maior qualidade convivendo com os mais humildes do que propriamente com os eleitos doutores do conhecimento que se intitulam privilegiados em face aos assuntos mais complexos da humanidade e que também não tiveram que se esforçar para adquirir vantagens e mesmo fortunas perecíveis da matéria, pois somente através da luta e da conquista merecida é que se conhece o verdadeiro sentido o valor de cada mérito adquirido, pois quem vence as adversidades sabe como valorizar cada instante e cada ponto de satisfação meritória recebida e que saberá louvar a Deus de verdade pelo que produz de eficaz no caminho da vida e de seus semelhantes.

Não significa que é errado adquirir conhecimentos intelectuais e estudar com propriedade os assuntos mais desafiadores da natureza de um modo generalizado, ao contrario, pelo conhecimento e pelo estudo é que se busca a construção da verdade e de tornar a vida de seu próximo mais confortável e com instinto de produzir sempre o bem, o conhecimento mais importante da vida são as experiências e a vivência das virtudes mais importantes do ser, são elas que de verdade abrem as portas da salvação e traz consigo uma legião de amigos e é o que fará do espírito o verdadeiro sábio, pois a sabedoria não escolhe títulos terrenos, brota como orvalho na vida daqueles que tiveram a paciência de esperar o momento de destaque e de confiança do Senhor para fazer-se pescadores de homens.

A postura do bom pescador esta em trazer para si todos àqueles que aproveitam a oportunidade para aprender a sabedoria de Deus, assim como Jesus designou a Pedro a este posto supremo de pescador de homens temos o dever de ter a sabedoria de também trazer para conosco homens de boa vontade e ser a rede de esperança para caminharmos juntos ao reino eterno, pois ninguém será salvo pelo egoísmo e pela individualidade e sim pela fraternidade e pela caridade aliada à fé na salvação. E como faço para merecer fazer parte desta rede de irmãos rumo à eternidade? Não há mistério algum, afinal Jesus já nos mostrou o caminho e agora espera de nós a verdadeira postura e atitude de um verdadeiro filho de Deus com bons pensamentos, lealdade a Deus e com seus semelhantes, ter a compreensão que ninguém pensa e age como nós e por isto a paciência e a tolerância devem ser naturais em nossa existência, saber falar e orientar no momento oportuno, calar-se no momento devido, ser o auxilio das dificuldades alheias sem observar credos, etnias, nacionalidades ou qualquer outra fonte de felicidade que o individuo escolhe para ser feliz e ser um verdadeiro filho de Deus no compromisso da propagação do bem em toda sua instancia e forma, buscar a sabedoria com humildade e tendo no coração e na consciência de que somente o criador é onisciente e detentor de todas as verdades e respostas e quem reconhece essa realidade terá todas as possibilidades de viver a paz e a sabedoria, afinal quem compreende que nada é desta vida superior a ninguém e que no universo do seu conhecimento busca auxiliar o seu próximo terá todas as virtudes necessárias do bom sábio e as porta da felicidade mais favorável.

Saber que nada sabe já é o suficiente para se ter a sabedoria.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Vários veículos e um único condutor



Compreendemos que a reencarnação é a maior prova de justiça que o Pai deposita em cada irmão no proposito da salvação e do progresso existencial, Deus nos dá a todo instante o direito do renascimento para novas possibilidades através da mesma e de novas roupagens rumo a sua morada eterna na felicidade compartilhada com quem amamos.

Quando se encarna no planeta um novo momento se estabelece no caminho do espirito nesta fascinante prova de amor e de existência do soberano Deus de amor e infinita misericórdia, onde nos permite reconhecer os nossos erros e nos ofertar todas as possibilidades de regeneração e novas conquistas em que podemos encontra-los em nosso discernimento, onde temos a ciência de compreender os nossos atos. E não há quem pratique o bem e o mal sem sentir as necessidades e o impacto causado no semelhante que é diretamente envolvido no nosso progresso e vice e versa.

A encarnação pode-se equiparar a um veiculo terrestre, estes criados para facilitar o ir e vir da maioria de nossos irmãos encarnados, bem como também há os veículos de transporte espiritual que também exerce a atividade de deslocamento com maior presteza de todos envolvidos na sociedade divina que pode encurtar o tempo e trabalhar com maior disposição e maior atendimento as necessidades alheias. O corpo que abriga o espirito é como o automóvel, cada um de uma marca, potencialidade, tamanhos, formas e enfim, todos havendo sua peculiar diferença, mas todos exercendo a mesma função. Muda-se simplesmente a estética, mas o condutor é o espirito único e imortal.

O espirito busca desenvolver no corpo todas as suas possibilidades de progresso, como o motorista que adquire um automóvel para facilitar sua condução com maior conforto e agilidade. Mas enfim, não basta para o chofer apenas ter o veiculo se não preocupa com a sua qualidade e assídua conservação, com o passar do tempo este veiculo sem a devida manutenção poderá até atender o deslocamento, mas perderá a sua potencialidade de atendimento ao fim eficiente que se espera e chegará um momento que o veiculo não terá mais força e parará e o condutor ficará sem como se deslocar, tendo que levar este veículo a oficina para que possa voltar a corresponder as expectativas, e depois de esperar tanto tempo para reparar e conserta-lo o preço poderá ser bem alto e oneroso, pois o tempo passou demais a se preocupar em cuidar com zelo e dedicação ao bem que tanto é precioso ao progresso.

Além de conduzir o veiculo é preciso alimenta-lo com o seu combustível vital e mantê-lo com capricho o seu todo, para que possa atender o motorista ao seu direcionamento, e para isto é preciso disciplina, organização e respeito, como também a partir do momento que este veículo não mais atender as expectativas e ao progresso, por merecimento adquirir um veiculo mais novo, onde este mesmo condutor continuará o seu progresso, mas em um novo equipamento.

Diante desta lição equiparamos ao plano eterno, somos condutores do corpo encarnado que recebemos para o progresso e ao longo deste tempo a manutenção e o zelo serão fundamentais para a eficiente atividade de progresso e de deslocamento, e se não zelarmos como amor por este corpo, chegará o instante em que não terá mais força para ser conduzido e parará, e quando tiver que leva-lo para o conserto e a reforma precisa, o preço poderá será alto, onde o risco poderá ser de não ter mais como usa-lo, sendo completamente descartado e este motorista, ou seja, o espírito deverá aguardar o seu momento para ter um novo carro, ou seja, um novo corpo para continuar seu progresso.

Assim como o carro precisa de combustível e cuidados, neste proposito temos que ter pelo corpo que abriga o espírito, ou seja, se não alimentarmos com o combustível do evangelho a manter-se forte e útil no retorno ao desenvolvimento e se não tivermos o cuidado necessário para não explora-lo sem a devida manutenção, ou seja, exigir demais sem repor com qualidade o que se perde o espirito poderá ter comprometido a qualidade do seu trabalho. Além do veiculo ser utilizado para o próprio transporte, este sempre deverá ser usado para oferecer carona, ou seja, a amizade permanente aos seus semelhantes que poderá sempre contar com o conforto deste abrigo que é a fraternidade, a caridade, a lealdade e a justiça. Mas chegará o tempo no caminho de todos que deverão trocar o seu veiculo para que o progresso do espirito continue em um novo carro, um novo corpo para novos desafios e experiências imaculadas, pois ao apossar de um novo veiculo, ou seja, um novo corpo, este mesmo motorista, o único espírito saberá o que fazer, mas ao adquirir este novo carro será necessário o tempo de readaptação a novas informações, mas a experiência adquirida será determinante para que a qualidade da direção continue, assim como a existência que jamais cessa.

Mas não basta apenas trocar de veiculo, é preciso estacionar, descansar, fazer uma avaliação do que devemos reformar, ou seja, os pecados e todas as mazelas da existência para continuarmos seguindo e progredindo para quando chegarmos ao destino final tudo que passamos, adquirimos e produzimos nos será perguntado se realmente merecemos vivermos novas etapas em lugares mais felizes ou se deveremos voltar e buscar o produto do bem que deixamos para traz e descartar o que de excessos nocivos colocamos na bagagem e mantemos em nossa oferta.

Por isto saibam desde já o que responder para quando chegar ao destino final da sua caminhada na eternidade no paraíso ao lado do Pai. Busque sempre as novidades do bem que adquiriram e sabendo conservar as experiências imperecíveis da superação que foram e sempre serão determinantes para o destino final e sabendo vencer todos os obstáculos saberão o quanto toda a atenção e manutenção prestadas aos veículos que utilizara fora fundamental para ser merecedor das conquistas verdadeiras.

Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.


sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Frutos da fé




É gratificante visualizar o crescimento de sementes que plantamos na vida e mais louvável é quando colhemos os frutos do qual fomos responsáveis diretamente pela conservação e germinação, como da distribuição sadia e bela da proliferação de tudo aquilo que produzimos com amor e também no ofertar com segurança a vida plena de realizações e conquistas.

Em nossa existência participamos ativamente do crescimento e do desenvolvimento planetário em todos os sentidos, seja na questão pessoal quanto coletiva da manutenção e preservação do bem estar social. Tudo que produzirmos iremos colher e nesta verdade incluímos também as más ações que provocamos conscientemente contra os nossos semelhantes e em toda sua forma desrespeitosa contra o direito e mesmo dever sucessório, bem como as ações contrarias as obras divinas, onde incluímos a poluição de todas as formas do meio ambiente em que se vive, como também as caçadas injustas contra animais e os maus tratos em todos os sentidos aos mesmos, a destruição do oxigênio a manter o consumismo em decorrência da luxuria das posses, os incêndios criminosos, os detritos sendo descartado com irresponsabilidade nas cidades, as corrupções governamentais que tiram na mesa do miserável material a sua subsistência, as guerras bélicas pelo poder soberano em nome da vaidade e do orgulho, as guerras santas em nome da liderança religiosa na busca injusta de fieis a mostrar um poderio irreal e entre diversas mazelas que plantamos na sociedade e que acaba refletindo em todos e também aos inocentes que acabam pagando pelos pecadores.

Evidente irmão que tratamos de uma existência que é acompanhada pelo perto e a todo instante pelo Criador, pois sabemos que ele é onipresente e sabe de tudo que acontece individualmente conosco e ao crermos na sua justiça e misericórdia principalmente aqueles mansos e humildes, Deus jamais permitirá que os inocentes sejam eternamente prejudicados por forças maléficas, pode acontecer de cessar prematuramente a caminhada encarnada de um determinado espírito que recebeu da divindade a oportunidade de resgate e crescer no estagio da vida, mas este que tem por força maior interrompida sua caminhada o Senhor o receberá com amor e cuidados especiais a zelar pela saúde e a purificação da injusta interrupção do progresso, dando-lhes posteriormente uma nova oportunidade a desfrutar de novas possibilidades com mais leveza e bênçãos especiais e com a missão de plantar mais amor e fazer proliferar os frutos da fé.

A semente da fé que habita em cada um de nós é instintiva, nasce em cada um desde o primeiro instante que Deus inspirou e nos criou, e que jamais a perderemos mesmo que ao longo da existência possamos escondê-la e exibir os piores frutos do pecado, mas sempre haverá em cada um e mesmo que o coração esteja completamente concretado pelo mal, na sua essência original há sempre a fé intacta com sementes sadias para o bem, o que falta na maior parte da multiplicação da existência é coloca-la a germinação e nesta realidade e a todo o momento Deus colocará no caminho um jardineiro especial para nos auxiliar que é a família e os amigos, além de nos brindar a todo o momento com a água da renovação e a vitamina da fé imperecível e imutável que permite a todos de forma unanime a transformar-nos numa perfeita oferenda de fé e amor completa.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Saber Louvar a Deus




Sabemos que a felicidade plena esta em ver no outro aquilo que tanto quer para si, ou seja, a harmonia de viver, a satisfação e de se alegrar com as conquistas alheias mostra o caminho para a própria felicidade, quando vivemos uma existência sem egoísmo e sem inveja da posse alheia e em inúmeras razões e até mesmo questões aonde este tem algo mais privilegiado além até da sua própria caminhada evolutiva podemos nos considerar em franca evolução. E neste sentido estaremos agradando e louvando a Deus muito mais do que simplesmente orando e sem praticar a obra verdadeira que é trabalhar a própria harmonização pessoal em busca da paz desejada.

Toda oração é fundamental, mas se praticada de forma isolada e sem a construção do bem, não surte a eficácia do bom cristão, é preciso muito mais ação do que oração, mas lembrando de que conversar com Deus é essencial como fazemos através da prece que é um dos diversos caminhos para a salvação plena, pela oração podemos curar e ser curado, salvar e ser salvo, amar e ser amado, respeitar e ser respeitado, mas para que estas virtudes acompanhe a prece é fundamental que a ação seja praticada de verdade e neste contexto está à superação do próprio eu nas misérias que carregamos em nossa existência, reflexo dos exageros que praticamos ao longo de uma existência e que nos são oferecidas as oportunidades de resgatar e ser cada vez melhor em tudo, principalmente na caridade e no amor incondicional a vida.

Nos templos espalhados por todo o universo vemos homens e mulheres ajoelhados e louvando ao Senhor com fervor, mas muitos destes são incapazes de apiedar-se para com as necessidades do seu próximo bem como a dos animais e de toda forma de comunhão com a vida, seja na forma orgânica como inorgânica da natureza em que estamos diretamente inseridos neste grande ciclo da existência real. Muitos creem que adorar a Deus será cantando louvores e estudando toda a palavra com dedicação e determinação, encontraremos em todos os lugares e mesmo nas duas galáxias, terrena e espiritual, irmãos que são doutores da palavra, mas totalmente miseráveis de ação, são aqueles que ao passar do lado de um irmão faminto ignoram a sua necessidade, falta com a paciência para com as dificuldades alheias, condenam o outro sem razão, sentenciam penalidades e sanções arbitrárias, julgam no calor da injustiça por inveja e egoísmo, agridem o outro por diversas razões e formas, matam por diversão, aprisionam sonhos e escarnecem dos planos alheios, usam de poderes a influenciar o mal que não estão apenas ligados a uma obsessão, pois somos livres para conduzir o próprio caminho e nem sempre àquele que escolhe o caminho do mal está possuído por forças ocultas e maléficas, muito o fazem por índole e querer, sem qualquer influencia, sabemos que há a força oculta do mal que trabalha para perder as ovelhas de Deus, mas também o discernimento que trazemos em nossa realidade nos permite caminhar com desenvoltura para onde desejamos ir e muitos destes encontramos dentro dos templos sagrados, independente do rotulo doutrinário.

Diante desta razão em muitos momentos não sabemos louvar a Deus como realmente deveríamos, ainda estamos em evolução, tropeçamos diversas vezes na própria caminhada e sem influencia qualquer. E da mesma maneira que para ser feliz na sua plenitude é preciso esquecer um pouco de nós e abençoar o outro na alegria das suas conquistas, assim devemos saber agradar a Deus de verdade, não precisamos o engrandecer na sua figura a todo o momento, pois já sabemos que ele é Onipotente, assim como é poderoso de amor, justiça, misericórdia e bondade como também não precisamos a todo o momento dizer isto a ele, o que precisamos de verdade é dizer sempre aos seus semelhantes o quanto ele é importante para você e dizer-lhes que você estará sempre à disposição para ampara-lo e auxilia-lo nas suas necessidades e, alegrando-se também com suas conquistas e compartilhando o bem estar.

Querem realmente louvar a Deus de verdade? Então procure amar mais ao seu próximo sem quaisquer interesses supérfluos ou egoísticos, faça da engrenagem do seu conhecimento conquistado a existência verdadeira da roda da fortuna da vida que é a conquista permanente da felicidade, sendo grato ao Senhor pela existência que lhe confiou e o compromisso assumido para com o bem e neste horizonte de bondade encontramos a vida como a razão de viver continuamente a agradar a Deus amando um ao outro como ele e Jesus nos ensinou e quer coloquemos efetivamente em pratica natural a majestade divina da fraternidade verdadeira.

Continue a orar com fervor, a estudar a palavra eterna com dedicação e compromisso, cantando e praticando a sua religião pessoal e sempre com respeito às demais crenças, afinal somos todos irmãos em Deus, criados e amparados pelo mesmo amor incondicional que nos faz existir.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Bom Servo



Buscar a todo o momento servir ao Senhor com gratidão jamais deverá ser um privilegio para poucos ou mesmo uma situação a parte onde seus agentes serão considerados especiais, o sentido de servir em nome do criador deverá ser na existência de cada irmão uma ação natural, como ele quer que façamos perante a humanidade, seja na realidade encarnada ou mesmo desencarnada, servir é cumprir o determinado e ser obediente à vontade de Deus e seguir na fraternidade celestial.

O planeta expiatório com todos os seus desafios e a acidez do mal persistindo em perder as ovelhas de Deus, poderá ser para aquele que busca a paz e a salvação a oportunidade de crescer na confiança do Criador e subir na sociedade privilegiada de mundo regenerado e mais feliz, para isto o que falta a cada um, integrante deste universo azul, é à força de vontade aliada à fé imperecível em Deus e em suas obras a fazer de cada um o servo especial e merecedor das recompensas eternas, para atingir tamanha evolução é preciso superar em si próprio principalmente quanto ao comportamento que colidem com a caminhada vitoriosa, essa situação se pode presenciar na individualidade pessoal onde a preguiça, o orgulho e mesmo a vaidade aliada a forças egoísticas impedem e cegam os cordeiros do amor a perceber no outro o campo de trabalho para que possa alcançar a divina evolução.

Aquele que deseja chegar à condição angelical na confiança do criador deve começar a partir de já a planejar e pavimentar seu caminho de oportunidades, ciente de que quem busca a salvação e caminha no bem, deverá está sempre preparado para os desafios cada vez mais difíceis de resistir, pois o maligno trabalhará na vaidade e na ambição do possuir mais bens supérfluo o que tornará a estrada mais árdua e desafiadora. Quem confia nas promessas divinas receberá do Senhor no momento certo a graça desejada e pedida, mas o merecedor da graça deve está sempre pronto para as regras do trabalho sincero e produtivo, pois quem nada produz nada há de colher e neste sentido está em ser agraciado com as bênçãos do pleito.

Deus é o caminho do possível e como filhos ele jamais nos desamparará como acontece entre os homens, ele não abandona ninguém e seu amor é tão puro e verdadeiro que permite que tenhamos a liberdade de traçar no nosso caminho o sentido que melhor nos convenie, mesmo que o caminho seja do pecado, mas sempre haverá a possibilidade e a oportunidade de reformar seu caminho e ser salvo de verdade, mesmo que a sombra dos atos praticados no passado possa assombrar todos os regenerados, pois sempre haverá quem aponte suas misérias e erros mesmo não mais praticados e poucos será que visualizarão a reforma verdadeira do bem sendo praticada, a obra do bom servo não esta apenas em servir seu semelhante, o bom servidor é aquele que se capacita para ser melhor e poder está apto e disposto a servir ao Senhor com jubilo. E não haverá qualidade nos atos do servidor quando este estiver fraco, cansado, exausto, sem esperança e sem vontade, pois sua inercia e inoperância atingirão quem estiver ao redor, para capacitar e ser um bom trabalhador é preciso superar a si mesmo e a todo o momento para servir com gratidão e qualidade cristã como Deus quer que assim façamos.

Se os sentimentos cansativos tomarem as rédeas do seu destino, tente encontrar ao seu redor motivos para superar a desmotivação pessoal, mas sem forçar a caminhar para o sentimento artificial, se for preciso de mais tempo para engrandecer na graça e na confiança, o Pai vai te esperar, pois ele nos quer muito bem de verdade e para isto sempre apontará no caminho dos irmãos enfermos a cura e o brilho da vida, mesmo que a tristeza e demais outros sentimentos possam ofuscar como nuvem carregada que esconde o sol, mas que jamais deixará de apontar seu clarão a abraçar e ofertar a luz a todos. A força da luz de Deus é maior e brilha todas as manhãs na nossa existência.

O bom servidor deve ser como o girassol que jamais vira as costas para a luz e que segue os raios e o brilho para onde ele for, e todos nós devemos estar preparados para sermos fortes e decididos cada dia mais a merecer esse calor, pois a luz de Deus jamais se apagará diante de nós e mesmo se dermos as costas para o seu brilho, os raios divinos estarão sempre nos atingindo a nosso favor, mesmo que as trevas nos olhos sejam intensas, mas em algum momento o seu calor consumirá os filhos de Deus e cada um terá a liberdade e o tempo exato de se arrepender e seguir no estado de paz e de felicidade rumo ao reino eterno e lembrando que para chegar ao destino será preciso percorrer um caminho gradativo e continuo aonde conduziremos o ritmo e o tempo necessário até a chegada triunfal e merecida na mesa do Senhor. Diante disto busque encurtar seu tempo com boas e verdadeiras ações de amor, pois somente com essa virtude e outras mais favoráveis ao bem é que nos credenciará a plena e justa felicidade.


Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo Passos.

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Não apenas de oração se faz um bom cristão.



É importante a oração na existência do homem no sentido de caminhar em paz e buscando sempre as faces do bem em sintonia com as ações eficazes que se propõe o verdadeiro cristão, a oração aproxima o homem de Deus e faz com que os laços sejam cada vez mais estreitos entre o Pai para conosco, o momento de parar e refletir em oração engradece o espirito e o eleva no progresso, este momento intimo deve cada um praticar em seu coração e renovar as promessas para com bem e a lealdade ao senhor em respeito ao seu próximo buscando sempre a compreensão de que todos somos irmãos e que necessitamos um do outro, seja na condição encarnada como também desencarnada, pois os seres dependem um do outro para crescer.

Nos templos de todo o mundo equipara-se a uma bussola onde presenciamos homens e mulheres em busca de um norte, orações são expressas com bastante fervor, principalmente quando as necessidades mais urgentes batem a porta e o desequilíbrio em diversas situações faz o chamamento para a prática da superação e da paciência aliado a tolerância para principalmente trabalhar as situações de maior desafio da intimidade e da paz que é ameaçada por varias ocasiões na individualidade cristã.

Não é apenas nas necessidades que podemos visualizar os irmãos em oração, em vários momentos se tornam um evento social onde os parâmetros humanos determinam um cumprimento de um dever dito moral, fugindo muitas vezes do verdadeiro proposito da pratica do evangelho a serviço da sociedade e da verdadeira moralidade que se deve praticar no campo da caridade verdadeiro ao seu próximo.

Em diversas ocasiões podemos testemunhar irmãos que se ajoelham e pede paz e demais virtudes de uma caminhada próspera e feliz, mas muitos são capazes ao mesmo instante que se pede perdão a Deus e de renovação aos votos com o compromisso para com o bem e de pedir para ser perdoado como perdoa seus ofensores de desdenhar um andarilho que pede provisões para suas necessidades mais urgentes. Essa colocação não esta limitada apenas ao auxilio do mais rico ao mais pobre, não, a caridade não se limita a um único gesto, o verdadeiro cristão não está simplesmente habilitado para doar apenas o material, que é importante, mas não representa tudo aquilo que Deus quer e espera de cada um de nós que é a condução e a distribuição de atos saudáveis e caridosos e nesta corrente está em poder ser de verdade um ouvido amigo, uma mão auxiliadora, um conselho sincero, um abraço protetor, um sorriso espontâneo e uma oração praticada sem os ritos da vaidade e do orgulho, uma atenção aos menos intelectuais, uma sinceridade de um alerta a um perigo seja ele qual for e de qual natureza surtir suas dificuldades, de uma benção e fraternidade a demais nomenclaturas religiosas que caminham a salvação e que auxiliam no resgate dos desesperados de várias limitações.

Diante das situações destacada e diante de um horizonte amplo de situações para com o bem onde que não as encontramos em orações apenas ditadas e sim em todos os atos ativos que se pratica naturalmente para com o bem comum, nesta realidade não há exclusividade ou fenômenos espantosos por parte de seus praticantes e sim um dever natural de cada um, afinal, todos fomos criados não apenas para nós e sim para o mundo para progredir e construir o bem ao qual estamos inseridos e que, o mesmo bem que desejamos é o mesmo que teremos, mas aqueles que escolhem para si comportamentos errôneos do verdadeiro cristão não há de reclamar dos desafios que construíram ao seu redor, pois somos responsáveis pelas consequências de nossos atos e mesmo que estejamos nos templos ajoelhados a todo o momento, não estamos garantidos para a salvação eterna, poderá até haver um amparo amenizado, mas o que não impedira que situações de constantes desafios tomem conta de seus sentimentos e que as condições e os desafios de colocar em pratica o que se expressa em oração para com as necessidades do próximo, enfim, o que se pede havemos de construir um verdadeiro caminho de merecimento, o que pedimos a Deus ele nos atende, mas nos dará as ferramentas para construir este império para que possamos viver na verdadeira abundância do real progresso na busca da felicidade plena.

Vamos buscar sair de dentro dos templos e fazer a verdadeira oração para com seu próximo em todas as situações que surgirem, afinal somos servos de Deus a serviço do bem e cada um sem exceção ou privilégios tem seus compromissos estabelecidos, tarefas a desempenhar e missões a se cumprir, então pegue suas ferramentas e comece a construir seu lar de paz, amor e felicidade para sim merecer a harmonia e o sorriso que tanto busca expressar com sinceridade, pois aquele que é servo útil de Deus sempre terá para si o que é merecido de verdade sem precisar se amparar em bens supérfluo e sem viver uma falsa sensação de alegria que perece como os bens passageiros.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.