sexta-feira, 29 de agosto de 2014

O que pede terá.





Qual o filho que pede um abraço ao pai e recebe castigo? Qual filho ao pedir pão ao seu pai este lhe da pedra? Qual filho pede ao pai conselho e recebe indiferença? Qual filho pede amor ao pai e recebe ódio? Assim meus amados é Deus para com todos nós, tudo que pedimos a ele de certo seremos atendidos.

Compartilhamos uma existência soberana e exclusiva de amor do Pai criador, nenhuma criatura é indigna desta graça, ocorre que muitas vezes não compreendemos o seu proposito para com nossa existência, há situações tão diferentes que presenciamos que nos faz arguir qual a necessidade de tamanhas desproporções em todo campo existencial de nossas vidas, há os mais evoluídos e os menos, há os enfermos e os sadios, enfim testemunhamos essa metamorfose a todo o momento aos nossos olhos encarnados e espirituais, mas poucos têm a consciência de saber e creditar a si próprio que as chagas e as dificuldades do caminho nada mais são que consequências das próprias escolhas que fazemos ao longo de nosso caminho.

Somos resultados do amor de Deus, mas ao longo do caminho encontraremos dificuldades de ser amado e ser compreendido, pois a vida não é uma sequencia sem experiências múltiplas, novamente voltamos ao exemplo de Jesus, que veio sem pecado e da vontade de Deus para libertar-nos de todos os males e sermos salvos dos nossos pecados, muitos o seguiram e seguem até hoje, mas há no campo universal em proporções magnânimas aqueles que o perseguiram e até o presente momento o destrata com atitudes e pensamentos odiosos para com tudo que existe ao redor, vive-se no planeta os cristãos de verdade e os anticristo, este ultimo são as mazelas que persistimos em manter estagnado em nossa consciência e em nosso coração, são comportamentos ardilosos que faz com que a percepção do bem fica a desejar no coração dos homens.

Mas será que não há solução para estas chagas da humanidade? Claro que há, mas o que falta ainda é boa vontade por parte do próprio homem, afinal exemplos e amor temos o tempo todo ofertado por Deus, e o que efetivamente falta é ação de perseverança, dedicação ao bem, fé, coragem e trabalho ingredientes esses capazes de abrir no coração para demais virtudes responsáveis pelo bem comum e fraterno em busca da luz da esperança no final das trevas ao qual precisamos percorrer e vencer se desejarmos a verdadeira salvação.

O bom filho sempre acata com obediência as instruções de seu pai e aquele que escuta com humildade e coloca em pratica todas as lições ensinadas de certo será um excelente homem para o mundo e nele poderão sentir a presença de um amigo leal e sincero que poderá contar o tempo todo seja nos momentos tristes e alegres, pois lhe foi passado o conhecimento da verdade sincera e digna do respeito natural e aquele que escuta os conselhos de seu pai não se perderá e terá a recompensa de que tanto quer por mérito e direito, pois nada há de faltar a sua mesa.

E todos nós, filhos de Deus, ao escutar com humildade as suas instruções e seguirmos com lealdade, compromisso, dedicação, coragem, fraternidade, caridade aliada à fé seremos sem duvidas um servo útil a serviço do bem sob a constante influencia do amor divino e aquele que escuta os conselhos divinos terão toda graça a sua disposição, mas aqueles que se perde pelos caminhos do pecado, ao pedir a Deus misericórdia e perdão sincero, de certo seu pedido será atendido de pronto, pois ele é justo a todo o momento, e nos dando todo o seu amor para sermos salvos de verdade e o mais importante é saber que jamais o Pai será perverso com nossas misérias e fraquezas como acontece com a ferocidade dos homens amargos que ao ver o outro em dificuldades o afunda ainda mais nas suas amarguras impedindo-o de crescer e evoluir, bem como ao perceber suas misérias insiste em aponta-las abrindo ainda mais as feridas sem compaixão e respeito. Se purgarmos situações de restrições e necessidades diversas saibam que nos fará muito bem para a própria purificação e de fato ninguém subirá ao reino eterno sem ter saldado até o ultimo centavo de divida.

Por isto se necessário for será preciso viver, renascer, progredir tantas vezes quanto for necessária, pois essa é a lei.  

Pedimos a Deus perdão de verdade dos nossos pecados, vamos trabalhar para não mais cair em tentação, vamos progredir no tempo e não estagnar, este esforço é exclusivo de cada um e todos fazendo a sua parte Deus Pai nos ajudarão de boa vontade e de todas as maneiras, pois seu amor é onipotente assim como a sua graça e a justiça real e como todo pai ele nos quer feliz.


Dr. Bezerra de Menezes, escrito pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário