quarta-feira, 16 de julho de 2014

Saber esperar



Ao longo da civilização atravessamos diversos momentos distintos da historia e do comportamento humano, cada época traz consigo marcas importantes que herdamos no momento presente do planeta, quanto da época que estivemos e estamos no momento, e o mais incrível destes sentimentos é a ansiedade que permanece tatuado em nosso espirito e que atravessa milênios causando ainda sérios problemas evolutivos no comportamento e na confraternização existencial, onde muitos frustram seu progresso por ainda viver conforme a conveniência de suas vontades e vivendo a marca do egoísmo na oferta popular.

A solução imediatista dos problemas que atravessamos, da ansiedade do colhimento dos frutos, do conforto material a se adquirir como resultado dos esforços praticados pelo trabalho, bem como pela construção de uma cultura intelectual e habilidades profissionais desenvolvidas faz com que a busca incessante seja muitas vezes ofuscada pela frustração que muitos adquirem quando não veem refletidas suas lutas naquilo que se pleiteia por justiça que creem que certas demoras convenientes sejam angustiantes e injustas.

 Quando se planta uma macieira com o desejo de saborear o doce da maçã logo se deve praticar o obvio, ou seja, plantar a semente na terra apropriada, cuidar todos os dias para que seu tronco se desenvolva com saúde, seus galhos nascem com segurança, e estando pronta e no tempo exato poder frutificar e ser usada para o nosso consumo que tanto desejamos. Assim devemos praticar em nossa vida cotidiana, o que desejamos por justiça pode sim fazer parte de nossas vidas, seja material quanto espiritual, mas há de se respeitar todos os momentos exatos para essa safra, tudo há um começo e um tempo exato para colher tudo que desejamos. Como a criança que nasce é preciso cuidar, zelar e ensina-la para ser um adulto exemplar e digno da sociedade, mas há o tempo certo de amadurecimento e busca deste conhecimento, não há como pular etapas de uma vertente construída no tempo adequado. Mas ao contrario do respeito deste tempo, acontece com bastante fartura entre os homens é a antecipação nociva deste momento, quando se desenvolve atos para encurtar algo que tanto se deseja, pode sim e o que mais acontece é colher este fruto, mesmo que a cascas esteja visivelmente bela, mas seu principal núcleo ainda estará defasado e a duração comprometida em todo o seu ser.
Sabemos que as diferenças sociais existentes no planeta bem como as diversas qualidades da saúde física nada mais é que o resultado da justiça divina atuando sobre o espírito e refletindo nas limitações físicas do corpo humano, resultado do pretérito e que vem neste momento encarnar para saldar pendencias da alma, muitos destes desejam curas imediatas e não agradecem a Deus o momento para expiar e arrepender-se dos pecados e creditam ao Criador uma injustiça que não lhe é peculiar e a revolta toma conta de muitos que não consegue enxergar o recomeço em si mesmo. Mesmo que na consciência não vem às respostas e os motivos para tamanho desafio e este roga a Deus algo que deverá viver consigo no tempo determinado e frustram-se quando não veem atendidas suas preces.

Em nome do Senhor são creditados determinadas curas físicas e espirituais, desde que esteja este irmão arrependido de verdade e terá da divindade o resultado e a graça alcançada, desde que cada um continue fazendo a sua parte para a superação dos próprios pecados e das limitações que muito creem não poder e ter o discernimento para mudar suas fraquezas para a fortaleza da alma e da existência eterna. Lembrando que aquele que receber a graça e não aproveita-la para mudar, os obstáculos continuarão a fazer parte de sua existência real, pois enquanto não saldarmos até o ultimo centavo não nos será permitido o alcance do progresso verdadeiro.

Então irmão, você que pediu para Deus determinada dadiva, tenha a virtude da paciência e procure avaliar em si se realmente esta fazendo por merecer tamanha graça. Se a consciência estiver limpa aguarde a frutificação da semente, no tempo adequado este fruto fará de verdade parte de você. Agora se o pedido não vem conforme o egoísmo conveniente não queira pular etapas, pois poderá até ter o que busca, mas será de forma artificial e mentirosa, ao contrario daquele que pode muito bem desfrutar eternamente do gosto verdadeiro da graça, mas para isto é preciso e fundamental cada um fazer de verdade a sua parte e esperar e confiar em Deus Pai e agradeça todas as oportunidades diárias para purificar-se de seus pecados, mesmo que as dores façam parte permanente de sua encarnação, mas é o perdão a ti sendo dado nas justas proporções da sentença provocada por nós mesmos.

Vamos trabalhar esta virtude e saber esperar o tempo certo para termos de verdade o que tanto desejamos e buscamos, seja no momento passageiro no planeta quanto principalmente no plano eterno espiritual de nós mesmos. Não há mistérios, há sim uma semente de Deus a disposição de todos que é a paciência.


Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário