quarta-feira, 2 de julho de 2014

Mediunidade



É importante amigos haver a ciência e um esclarecimento sobre o instituto da mediunidade em atividade no planeta. Sabemos que desde a existência da humanidade que essa tarefa é dada a diversos irmãos pelo Criador para o desenvolvimento do trabalho em prol do bem e para serem condutores da esperança de muitos outros irmãos no processo evolutivo.

A mediunidade nada mais é que a interlocução entre o plano eterno e o tempo passageiro na matéria planetária, onde a todo o momento todos sem exceção recebem fluidos, instruções, mensagens, instintos, informações, conselhos e toda forma de instrução e auxilio. A interação é comum, há os que não conseguem sentir a presença de algum irmão invisível e outros com maior sensibilidade e compromisso consegue agir sob a influência direta e esclarecedora de um mundo até então desconhecido para muitos da matéria.

A mediunidade espiritual em atividade na matéria passa por diversas etapas e atua diante de um folclore social no combate a muitos preconceitos que atinge a muitos destes trabalhadores voluntários de Cristo, sendo que todos sem exclusão possuem uma mediunidade que é diversificada por diversos critérios e classificação quanto ao seu uso, há quem crer que as ideias são oriundas exclusivas da cultura adquirida, como muitos crer que é ao acaso que fenômenos como o discernimento e as descobertas do progresso acontecem por situação comum da matéria, sendo que tudo o que há no planeta nada mais é que obras oriundas do plano espiritual que traz para a matéria suas descobertas como o laboratório evolutivo. Mas nada é por acaso e sem sentido como o sol e a lua que flutua sobre o universo.

A intermediação entre o plano espiritual eterno e a passagem por empréstimo no mundo material é o elo de trabalho em que muitos irmãos são convidados a exercer, quem assume a responsabilidade da mediunidade ativa saberá das etapas e dos desafios frente a uma humanidade em progresso e pouco esclarecida neste planeta de expiações e provas, tarefa árdua, mas gratificante por receber do criador tamanha confiança e por poder ver o crescimento das sementes do bem que são plantadas na vida de muitos irmãos que são agraciados por grãos tal divinos.

O exercício desta tarefa aos seus trabalhadores deverá se adotar comportamentos exemplares, dedicação e compromisso de disciplina frente aos desafios e aos propostos trabalhos que são os seus agentes convocados a atuarem, estudos constantes é o critério comum destes irmãos que a todo o momento recebe do plano superior às instruções de elevação e de muito trabalho.

Aquele irmão encarnado que recebe do plano maior o compromisso da mediunidade ativa, desde a sua gestação é preparado para no momento adequado assumir a sua responsabilidade, mas como todos temos o direito ao livre arbítrio, há diversos irmãos que fogem a responsabilidade e buscam outros caminhos, como há os que nascem em berços conservadores que ainda desconhecem ou exercem a intolerância frente a um dom tão normal quanto à vida, pela falta de esclarecimento e estudos mínimos de fenômenos que ocorrem com membros do próprio seio familiar, levando muitos destes ao fracasso de suas tarefas e sendo enquadrado em diagnósticos clínicos que levam a frustrar a elevação do progresso próprio e de quem poderia se beneficiar com os dons provenientes dos serviços assumidos.

Estes e outros atos cometidos pelo simples sentido do preconceito sem causa, sem o devido estudo e tendo como pódio máximo a vaidade e o orgulho com base nas instruções limitadas de irmãos que não se aprofundam de verdade nas lições de Cristo e que se baseiam em critérios pessoais para atacar e agir arbitrariamente quanto à pessoalidade de um indivíduo quanto suas escolhas e missões pessoais e levando-se em conta o desconhecimento profundo de uma grande parcela da humanidade. Muitos querem dominar esses ignorantes para atender ao egoísmo da própria prisão personalíssima da sua miséria humana e os que manifestam desde cedo a sua missão tem abortada seu trabalho por fugir desses critérios ditadores de uma força perversa e autoritária de uma autoridade que quer impor a fé artificial usando o medo e as falácias de um folclore nocivo que se criam entorno de Deus.

Estes atos não se faz exclusiva na vida espiritual, vemos diversos atos idênticos e mais perversos sendo praticado em diversas áreas deste infinito planeta de expiações e provas, evidente que o mundo azul ainda esta recém-promovido da fase primata em que muitos de seus habitantes até então habitavam, mas ao galgar da evolução adquirimos a faculdade do conhecimento, do discernimento, do certo e do errado, do bem e do mal, basta cada um seguir seu sentido e levando-se em conta as consequências das escolhas. Muitos leitores acharão essa narrativa muito avançada para a limitação da realidade do planeta e mesmo impossível de se atender no que é proposto, concordamos, afinal Cristo veio a mais de dois milênios e ainda a humanidade se arrasta em busca do progresso, mas vemos diversos irmãos que conseguiram se libertar das mentiras que se viram envolto e das gaiolas dos males que se prenderam e porque não vamos fazer um pouco mais de esforço e procurar melhorar e enxergar a vida com os olhos amplificados do que visto sobre critérios humanos.

Irmãos, se dentro do seu lar identificar um membro com atitudes diferenciadas e voltadas para o bem e que conseguem e tem um dom de Deus, não aborte uma missão por preconceitos e critérios impostos sem ter um mínimo de conhecimento, estude e procure se informar com independência e altruísmos para não ser cobrado por um mal inconsciente praticado e saibam o que vem de Deus jamais devemos temer, pois ele é o consolo dos nossos prantos e a segurança das nossas fraquezas.

O instituto da mediunidade é um campo vasto de atuação, aqui está exposto um núcleo, mas que já esclarece o que se pode encontrar pela sua estrada evolutiva, lembre-se de que a melhor escola da vida é a busca ecumênica do conhecimento pela ação e não pela comodidade de uma verdade do outro, além das observações pessoais deste universo que é de todos.


Dr. Bezerra de Menezes, pelo Médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário