quarta-feira, 30 de julho de 2014

Limite e Respeito



            Conforme já é de conhecimento de muitos, no planeta expiatório diversas formas evolutivas se comungam entre si no proposito do exercício do amor, da tolerância, da paciência e principalmente da virtude da assistência ao próximo no encalço da evolução pessoal para com o bem em toda sua instancia sem procurar ver as particularidades supérfluas das crenças, etnias, nacionalidades e outros critérios que diversos irmãos adotam em sua vida individual.

            Cada um traz consigo bagagens repletas de ações e situações que deverão vivencia-la no proposito da purificação do espírito e da evolução. No planeta expiatório há de se compartilhar diversas formas de resistência às formulas malignas que tende nas suas ações a serem superiores as lições para com o bem, o que não justifica que o comodismo de praticarem-se as formas mais fáceis das barganhas materiais possam superar as necessidades espirituais sendo-as mais importantes na pratica da caridade ao próximo com honestidade e devotamento a obra de Deus ao qual havemos de agradecê-lo e também comungar para a manutenção sadia destas bênçãos.

            Deve-se todos buscar a própria iluminação para a salvação e por em pratica as leis justas do Senhor a todos e ao trabalho de edificação divina em matéria prima de nosso coração e razão no sentido e na busca dos esclarecimentos para uma caminhada prospera de alegrias e trabalhos de paz com a orientação de Deus pai a reger em nós com carinho e amor incondicional.

            Assim como somos criaturas em busca do progresso e da evolução diária, ao longo desta estrada alcançamos méritos e experiências capazes de nos fazer caravaneiros a resgatar irmãos em dificuldades múltiplas e entregues as chagas produzidas individualmente por suas praticas e ações arbitrárias que cometera ao longo das experiências pretéritas e mesmo na encarnação atual, onde muitos abusam do livre arbítrio para servir-se do rebelde para com as leis e instruções divinas a serviço dos irmãos que ainda galgam seu lugar a vida eterna.

Assim é como o estagiário que ao começar sua vida profissional dependerá das instruções de seu empregador mais experiente a fazer de si um bom profissional, nesta vertente podemos nos identificar a todo tempo, somos estagiários e empregadores ao mesmo tempo, havemos de aprender para sermos bons e ensinar a bondade para que outros mais sejam bons.

            Na estrada existencial atingimos determinas posições evolutivas que nos servirão de instrumento para a própria salvação, desde que também seja extirpado do coração sentimentos nocivos e anticristãos para com a engrenagem do ciclo evolutivo fraterno. Se a pratica do egoísmo o acompanhar na sua subida de certo que a estagnação do espírito será justa e dolorosa, pois a sensação e a falta do progresso espiritual não lhe permitirá sentir o Senhor atuando em si conforme deseja, abrindo assim as portas para as depressões e as frustrações o que aumentarão o desespero da inercia da sua vida, mesmo que este alcance fortunas materiais, mas o abismo espiritual criado ao seu redor não preencherá as lacunas essenciais do sucesso.

            Na comunhão fraterna encontram-se irmãos de todas as formas evolutivas espirituais a serviço da matéria, uns mais evoluídos e outros caminhando para também merecer os méritos pelo trabalho desempenhado, ao qual devemos ampara-los com respeito aos limites que este traz em sua essência. É bastante comum quando se atinge um determinado posto privilegiado do conhecimento, seja em qual esfera for e principalmente quando o conhecimento parcial as obras do criador fizer parte de muitos, pois a impaciência e a ingerência contra seu próximo eleva-se a intolerância para com a ignorância natural do outro, não sendo observado e levando em consideração que também já foram e sempre se encontraram em posição inferior a alguém, havendo de praticar o amor na compreensão no sentido de apaziguar e instruir o próximo a tomar uma posição cristã no sentido da salvação e ao arrependimento do pecado, na resistência ao encantamento maligno que perde as ovelhas do Senhor por estradas insanas do pecado avassalador.

            Se na consciência no mundo expiatório já se considera evoluído e capacitado para exigir bônus, méritos e graças ao Senhor, excelente, significa que está pronto a exercer todas as formulas do bem, principalmente a colocar em pratica a paciência e a tolerância principalmente quanto à agressividade do outro para com as suas instruções e consciências reivindicatórias e, a saber, compreender todos sem manifestar qualquer protesto ou mesmo cólera contra atos que marcam a evolução alheia, se caminha perdoando a todos que os ofende sem ter qualquer magoa no coração, sem julgar o próximo nas suas escolhas, sem atacar doutrina alheia, se age sem ignorar o pedido de uma esmola de um irmão desafortunado mesmo que seja num abraço ou numa benção sincera, se trabalha com honestidade aceitando o que lhe é devido sem reivindicar e prejudicar o outro por exigir uma qualidade melhor para seu progresso material e se escuta o próximo sem exigir entendimento, se auxilia seu semelhante sem cobrar taxa de reconhecimento, se é temente a Deus e obediente a suas instruções para com o bem universal e não se envergonha ao falar sobre ele e suas obras, se não comete o mesmo crime ao qual muitas vezes cumpri sentença, mesmo injusta, se não deseja ou planeja vingança contra seu adversário e dentro de uma vasta qualidade pura e honesta do espírito, já esta pronto para subir um degrau na evolução.

Ao encontrar dentro destas instruções anteriormente citados algo que desafia sua caminhada e a paz que tanto busca, se há algo no seu semelhante que possa causar qualquer formula de preconceito, saiba que ainda é preciso trabalhar muito mais e se for preciso será necessário renascer tantas vezes quando for necessário para progredir e atingir o grau importante da purificação, neste modulo e na confraternização existencial encontraremos irmãos que sequer é capaz de olhar o outro com respeito, neste aspecto o que havemos de ter e saber que os irmãos encarnados e muitos desencarnados ainda são limitados e necessitam de respeito assim como até mesmo o mais desenvolvido espírito encontra suas barreiras e obstáculos a vencer e para poder progredir.

Se há num irmão ao seu lado possuído por qualquer vicio nocivo, seja ele qual grau e forma for, e se o seu grau de iluminação permitir visualizar a miséria no outro, não o destrate com injustas agressões, mantenha sim a cerca para os efeitos do mal não o corromper, mas jamais faça com o seu semelhante aquilo que jamais desejaria que ocorresse a você e aos seus entes amados. A miséria maior é considerar a miséria do outro maior que a própria, que poderá servir de base para o julgamento e a sentença para guerras, agressões e violências múltiplas, pois ao ter este sentimento e não buscar melhorar, a justiça divina trabalhará para que possa sentir na essência o veneno do desprezo.

Somos criaturas limitadas, mas com discernimento, nenhuma ignorância completa é justificada por qualquer ato de malefícios contra ti e contra teu semelhante, pois ninguém pode adotar a postura e a afirmativa que nunca encontrou exemplo de superação diante das sombras do mal como temos em Nosso Senhor Jesus Cristo, que nos deu exemplos e mostrou que o arrependimento e a salvação dependem somente de nós.


Dr. Bezerra de Menezes, escrita pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário