sexta-feira, 11 de julho de 2014

Confie sempre em Deus



            Não encontramos um irmão que tenha se decepcionado ao entregar o comando de seus passos e destinos ao nosso único e mais sincero amigo que é Deus Pai. Os desafios e as dificuldades que muitos enfrentam na sua existência sejam de qualquer natureza que o aflija nada mais é que fruto da própria semeadura e consequência das escolhas tendo pode cota básica o livre arbítrio.

            A expiação que todos devemos passar é mais que uma oportunidade oferecida para saldar débitos e progredir, é a certeza do amor mais puro e verdadeiro que podemos com segurança desfrutar de Deus, quem mendiga na matéria ou mesmo no espírito ou mesmo quem apossa de faraônicas fortunas terá sempre a atenção do Senhor dos Senhores a oferecer todas as oportunidades de crescer na sua graça e subir com Cristo na sociedade celestial na eternidade. Nenhuma criatura e seus atos e sentimentos são desprezadas ou abandonadas pelo Criador que respeita todas as nossas escolhas e as experiências mesmo traumáticas que havemos de viver e passar. Lembrando novamente que nossos sentidos e acontecimentos, positivos e negativos, são reflexos nada mais que nossa colheita, Deus nos quer sempre prosperando e vivendo ao seu lado, mas nos quer puros e arrependidos de nossos pecados.

Acumulamos uma herança pessoal de vidas pretéritas que saldamos e desfrutamos das experiências para continuar atuando e escalando as montanhas difíceis da permanência na estrada de Deus no caminho do bem e da purificação da alma e livres de todos os pecados. Como alertamos quem confia em Deus não há como se decepcionar com suas promessas, mesmo que não venha no imediatismo de nossa vontade, mas da vontade e dos desígnios do Criador que no momento exato de desfrutarmos dos nossos merecidos pedidos nos será entregue conforme sua vontade e justiça. Para merecer qualquer graça e indulgencia não basta apenas ajoelhar-se aos céus e clamar o pedido e simplesmente a mão do senhor proporciona o desejo. Nossos pedidos são avaliados com bastante atenção, desde que o pedido esteja voltado ao bem e ao respeito ao próximo, após seremos condicionados a tarefas cotidianas, além de sermos avaliados em todas as nossas atitudes de ação e sentimento que praticamos e alimentamos frutos da nossa liberdade e discernimento.

            O que desejamos de verdade e tendo como semente a honestidade do bom trabalho e das boas ações e do dever cumprido e mesmo que o desejo da graça não venha de imediato conforme nossa conveniência, por merecimento o nosso Pai nos reservará a ocasião adequada para nos agraciar com o merecido fruto e determinando o momento certo para desfrutarmos daquilo que tanto trabalhamos para merecer. É como a semente de uma árvore frutífera que plantamos, é preciso esperar seu tempo de germinação, crescimento e amadurecimento, além do zelo que devemos prestar a esta vida para assim poder degustar de seus frutos. E sabendo esperar o tempo certo para colheita dos frutos pode acreditar que ela será farta, pois aquele que confia e sabe esperar o tempo de Deus e crê nas suas promessas e aproveita tudo que ele faz e também sendo todos gratos a confiança no trabalho proposto, será como adubo para nossa árvore, vital e determinante para o crescimento com saúde e segurança e merecimento aos tão desejados frutos da vida.

Tente amados não entregar sua caminhada exclusivamente nas mãos dos homens, pois de certo o choro e as decepções poderão ser maiores e a falência dos atos e sentimentos acompanharem com desfechos danosos a própria vida evolutiva, causando inclusive o retardo da caminhada e da salvação. E atentos à mensagem de Cristo que nos disse: pobre do homem que confia no outro homem. E aqueles que fecham os olhos para Deus e suas reais promessas de amor e misericórdia o choro e o ranger dos dentes serão os maiores condutores de suas realidades. O homem ainda é o lobo do outro homem e os que estão inseridos no planeta de expiações e provas são tão falhos quanto o outro e para saber de verdade conduzir a própria vida e preocupar-se com a do outro com honradez, amor e caridade deverá acima de tudo vencer em si o orgulho, a vaidade, o egoísmo e todas as formas maligna que ainda rodeiam a todos, inclusive aos irmãos desencarnados que também são tentados por forças destrutivas e que insistem em manchar toda obra de Deus que também fazemos diretamente partes.

Construa a confiança noutro homem de maneira gradativa e responsável, afinal somos irmãos e precisamos sempre um do outro para a evolução, mas ainda somos falíveis e corruptíveis as ofertas do maligno. E se suas decepções foram causadas pelo outro, lembre-se de que também poderá decepcionar o outro, assim como fazemos a Deus em muitos momentos onde nos entregamos ao pecado e por não confiarmos na sua proteção, mas assim como nos prometera por seu unigênito Jesus, como a divina ressurreição e de saber que podemos merecer o Reino Sagrado como nos fora revelado pelo Mestre, onde nos mostrou que novas oportunidades como o renascimento do espírito nos são ofertadas para se arrependerem e corrigir os nossos pecados e seguir com ele ao paraíso. E tendo essa certeza da existência de Deus no santuário de sua alma e reconhecendo-o na própria vida, a partir deste momento faça uma reflexão especial em você mesmo e veja a oportunidade de mudar seus atos. Assim como deseja adquirir um bem material ou mesmo uma graça divina a atender uma dificuldade imediata e faz de tudo e de todas as formas honesta para adquiri-lo, lute sempre por você e mudar para melhor e poder merecer também outras graças na bondade que exala a existência e as promessas do Criador, que sempre nos confirma a aliança começando com a vida que usufruímos todos os dias, seja no envolto corporal da carne como no corpo eterno espiritual.


Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário