terça-feira, 29 de julho de 2014

Auto Obsessão



Muitos irmãos de diferentes classes sociais diversificada no mundo material atravessam determinadas situações contrarias a paz e a tranquilidade que tanto trabalham para vivê-la e que ao encontrar-se em determinadas encruzilhadas da vida apontam muitas vezes no outro o vilão do insucesso de suas realidades sendo que os resgates e as consequências de escolhas ao longo do caminho os colocam neste momento de turbulências.

Sabemos que ao pousar no planeta, todos os irmãos independentes da evolução e da experiência do espírito, trazem consigo a missão de resgatar e saldar débitos que trazem na sua bagagem existencial, além de vir com a missão divina de propagar o bem em todo o seu contexto e habilidades que lhe são conferidas a poder ser útil a todos naquilo que é confiada pela providencia divina.

Quando o irmão encarna seu destino já é traçado por situações que este não poderá desviar ou mesmo modelar a sua própria vontade, seja a situação material dos bens desde a abundância a miséria, como na saúde espiritual e corpórea sadia ou enferma, a graça de Deus permite o renascimento da purificação da alma neste sentido e mesmo encarnado o irmão deverá renascer dia a dia no seu resgate quanto na missão designada.

Atravessamos um oceano de experiências e cada momento da historia trazemos marcas que nos acompanharão por muitos caminhos de chegadas e desencontros conosco mesmo, como nas consequências e pessoas a quem relacionamos ao longo dos ciclos, marcamos muitos positivamente e negativamente, ao qual até o ultimo níquel havemos de salda-los a subir na regeneração pessoal.

Mesmo com o destino traçado e momentos que não poderemos escapar, o livre arbítrio embutido em cada um pela lei divina traz a liberdade para conduzirmos nossa direção por onde melhor nos convenie e no planeta expiatório sendo-o a prova de amor que melhor nosso criador oferece, pois será resistindo a toda forma de pecado e obsessão que poderá todos a vencer o degrau evolutivo.

Destino traçado e destino provocado é a realidade de todos marcados pela vida, marcamos nossa historia e momentos na encarnação presente e isto traz dependendo das escolhas livres transtornos ou glorias. Haverá muitos que perguntarão o que houve de tão grave para merecer tamanha dor e luta, saiba que não importa o passado, o que interessa é caminhar novamente desfazendo e lutando com todas as armas possíveis dadas pelo Criador a derrotar os males que provocamos por nossa imensa capacidade de agregar valores malignos e pecaminosos a serviço do mal, como os excessos da vaidade, do orgulho, do egoísmo, da cólera e de toda a mazela do espírito que se perde pelas dores dolosas do caminho. De certo que há diversos irmãos espirituais doentes que se encostam a muitos encarnados com o proposito de usurpar o seu livre arbítrio para satisfazer suas lascivas e vícios abundantes, apossando-se da matéria para possuir a matéria, sendo que para encontrar abrigo nestes irmãos é porque a guarda não estava vigilante e que entregues aos prazeres perecíveis e mundanos do pecado, surge como reagente a morada destes irmãos páreos as escolhas, causando uma serie de transtornos existencial, fazendo aumentar os débitos para com Deus e para consigo mesmo.

Como expressado em ditado popular, a ocasião faz o ladrão como a este sentido, ou seja, aquele que não busca os próprios atos de melhoria e não mantem-se constantemente vigilantes como próprio Jesus já nos alertou, tende a abrigar todos estes espíritos da derrota, provocando assim a auto obsessão, onde pela própria vontade provoca momentos de árduas consequências. Pois até mesmo aqueles que mantem-se na fé e vigilantes, a tentação faz-se presente e também de forma agressiva e o que dirá quem não busca a reforma intima e possível e fica atento a qualquer instante.

Estes sentimentos nocivos como já apontados são de conhecimento de todos e as reações que estes provocam na própria vida e das vitimas que os fazem, estes atos e sentimentos são oriundos da auto escolha que fazem a si, sendo muitos irmãos espirituais que são apontados como vilões, mais inocentes do que quem conserva estes sentidos, principalmente quanto à posse de famigeradas dores e agressões que é promovida pelo choque destes interesses pessoais e corruptíveis ao bom espírito.

Para desvencilhar e vencer estes males será preciso seus agentes reconhecer o mal em si e procurar de todas as formas pela força de vontade, perseverança, boa vontade e fé em si mesmo a poder recomeçar uma nova caminhada para a salvação.

Mudar o curso e o sentido da vida é possível, de certo que diversas barreiras e obstáculos serão inevitáveis, principalmente dos preconceitos que muitos carregarão consigo tatuado na alma como sombra permanente de seus atos, mas para Deus o que importará é a verdade de suas mudanças e atos, afinal é ele o único juiz de nosso juízo a poder medir a veracidade de tudo e dando por consequências os bônus verdadeiros e a aplicação de sua justiça que é igual a todos nas oportunidades e individualmente aplicado conforme as proporções de nossa capacidade absortiva de virtudes e mesmo dos pecados.

Jesus veio para resgatar todos àqueles arrependidos e pecadores, os injustiçados e os mortos, veio para salva-los e com o compromisso de não mais pecar. Por isto amado, quando cegados pela dor e pelas diversidades das lutas diárias lembre-se de que: O que sofremos e as suas consequências nascem na raiz de nossos sentimentos e que deixamos proliferar o joio em meio aos trigos sem se preocupar em separa-los.

Aproveitemos o momento e façamos um pouco mais de esforço pessoal para romper as barreiras do mal e provocar em nós mesmo as aberturas das bênçãos divinas, não esperem no outro ou em bens perecíveis da matéria o que é de nossa principal marca da eternidade, os nossos atos e sentimentos praticados para com o bem e a caridade, somos únicos em união, mas responsáveis por tudo que envolve a nós mesmos.


Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo Passos.

Um comentário:

  1. Grata pelos ensinamentos.Grata amado dr.Bezerra

    ResponderExcluir