segunda-feira, 10 de março de 2014

Amai uns aos outros como eu vos amei.



Envio-lhes mais um mandamento (Jesus Cristo)

            Deste sagrado mandamento esta o resultado da obediência a todas as leis de Deus em sintonia com as nossas ações e sentimentos diários no sentido do alcance da salvação desejada por todos e banhando – se nos mares da felicidade eterna.

            Este mandamento segundo o código divino nos alerta para a compreensão da obra do criador e o proposito da vinda de Jesus ao nosso mundo para salvar a todos aqueles que realmente vivem Deus no santuário do coração e que faz deste legado o combustível necessário para cumprir toda ordem superior em prol da construção diária de um planeta mais justo e regenerado.

            Amai uns aos outros esta principalmente qualificada no universo do respeito a toda individualidade e todas as escolhas do espírito para viver e ser feliz, contrariando muitas vezes os costumes comportamentais em nome de um regramento sufocante, a liberdade desta tal felicidade que tão buscada e pouco compreendia por nossos semelhantes e principalmente quando as escolhas ferem este paradigma social e vão de encontro às listadas boas regras da conduta, formando assim a oferta do egoísmo, da inveja e dos mortais preconceitos que persiste em fazer parte do obstáculo do homem.

            O que vemos na sociedade encarnada é a infelicidade tomando vez a muitos lares e a muitos irmãos em nome de regramentos impostos, a vivência da felicidade plena causam embaraços em muitos povos e agrupamentos que não aceitam que o livre arbítrio é lei de Deus, dado exclusivamente a cada um de nós. E que para merecer a elevação da alma o que importará serão as boas e verdadeiras condutas em favor do bem coletivo e significativo, seja em qual circunstancias for. E o que se faz para si e os comportamentos que são condições da alma humana para justificar e expor o espirito no estado de graça na divindade em toda sua caminhada devem ser respeitados como desejamos o mesmo comportamento para conosco.

            No código divino está exposto toda a caminhada e os exemplos de Jesus na sua estada no planeta, ao qual devemos espelhar ao máximo para compreender este mandamento e todos os dez mandamentos, aquele psicografado por Moisés no primeiro livro do mundo o livro de pedra. Perguntam-se muitos: Como fora possível aos apóstolos transmitir para estes textos da bíblia sagrada tudo aquilo que Jesus ensinou e praticou? Bem, quem de nós nunca teve um pai, uma mãe, amigos e pessoas importantes para o planeta e para o país e também para nós que não se lembram de detalhes desta fantástica presença e suas aulas do bem e que nos inspirar a fazer de seus ensinamentos algo igual e mesmo melhor a homenagear a memoria tão importante a nossa individualidade e o que dirá a aqueles homens comuns, trabalhadores e os que largaram toda sua miséria material no pódio alto de suas riquezas para seguir o mestre, certamente não desperdiçaram qualquer instante em aproveitar essa luz tão reluzente e importante até os dias de hoje para todos nós que é o mestre de Nazaré.


            Irmãos amados, não há uma formula única ou mesmo um milagre para que este mandamento possa ser cumprido na sua íntegra por cada um de nós, mas a partir do momento em que respeitarmos impreterivelmente todos aqueles nossos semelhantes e suas escolhas, sem apontar erros ou mesmo condena-los impiedosamente pelo chicote do corpo que é a língua ferina e mesmo pelas injustas sentenças aplicadas às fraquezas e as mazelas da alma e se preocupando de verdade em salvar seus irmãos mesmo entregues as sujidades ferrenhas do mal e orando por eles, encontrará todas as possibilidades de viver a integra do bem e principalmente a este mandamento tão importante, afinal quem ama ensina e salva.

            Viver o evangelho na pratica verdadeira do amor é possível a todos, principalmente quando a alma esta repleta da vontade de Deus e os sentimentos nocivos são substituídos pela lealdade, tolerância, paciência, compreensão e coragem em dizer a todo instante que você é filho de Deus e que com ele estará sempre e ele contigo por toda eternidade retirando todas as ofertas do mal do seu caminho e fazendo de sua caminhada o tapete florido de esperança e confiança na fé e que possa assim como no reino de Deus ser uma rede de arrasto levando para a eternidade no paraíso todos os arrependidos de verdade, independente do comportamento e das escolhas que não ferem e prejudicam ninguém.

            Jesus disse: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. E quem com ele estiver com ele sempre terá a luz e a verdade da vida eterna e nada há de temer pelos vales da sombra e da morte, pois ele estará sempre em conosco.

            Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário