sexta-feira, 21 de março de 2014

Oração da Noite


 

Senhor no silencio desta hora entrego-me em espírito a vós para o descanso do meu corpo físico, venho agradecer-te por tudo que recebi de vós neste dia maravilhoso em que tive a oportunidade de viver, agradeço pela comunidade para qual trabalhei, pela família que me destes, pelas atividades que desempenhei, pela minha saúde, pelos meus amigos, pela minha existência, pela minha casa, pela minha profissão, pelos meus bens materiais, agradeço por tudo Senhor, agradeço pela oportunidade diária que tenho de me tornar cada vez melhor reformando todos meus erros, agradeço pelo pão nosso de cada dia, perdoe minhas ofensas assim como perdoei todos os meus ofensores, perdoe por aqueles que não conseguir perdoar e peço-te Senhor que não me deixe Senhor cair na tentação e me livre de todos esses males.

Agradeço pela oportunidade de frequentar vossa escola divina que é a vida, podendo assim ama-lo e servi-lo cada vez mais e peço senhor que durante meu repouso meu físico seja fortalecido e meu espirito iluminado e protegido para que amanhã eu possa ser útil e amar a todos os seres que criastes boa noite Senhor e que a paz em que me encontro se estenda a todos os meus irmãos.

Assim Seja.


Dr. Bezerra de Menezes, psicografado pelo médium Marcelo Passos.

quinta-feira, 20 de março de 2014

Oração do Alimento


  
Amado e Onipotente Pai de infinita bondade e amor, na sua soberania divina e verdadeiramente justa venho na minha humildade, obediência e devoção a tua vontade agradecer o dom da manutenção da vida e de saber que sou fruto deste amor incondicional e que tem por todas as criaturas deste universo, assim como a fé que alimenta o meu espírito e que me faz cada vez mais forte e que me proporciona a evolução justa da minha eternidade, neste momento quero agradecer o alimento do meu corpo para que eu me fortaleça diariamente na minha evolução e que seja cada vez melhor e justo, olhar meus semelhantes com paciência, fraternidade como também desejo ser visto.

Senhor: Quero agradecer a mãe terra que brota o alimento da sobrevivência de meu corpo e de todos os seres que criastes;

Agradecer as árvores que me da o fruto natural;

Agradecer os rios que me dá a agua que cessa a sede;

Abençoe as pessoas que se capacitam e preparam os alimentos sagrados para a fonte de energia e de vida;

Que eu jamais negue o alimento a um irmão desprovido que bata a minha porta e chegue até mim;

Que eu possa alimentar os animais que também são meus irmãos e frutos de vida criada por ti;

Peço perdão das vezes que desperdicei e descartei um alimento;

Peço perdão pelas vezes que recusei uma refeição por questões adversas sem me preocupar que há irmãos que passam necessidades e não tem uma alimentação regrada e farta;

Perdoe quando cometi o pecado da gula;

Peço Senhor que a mim e a nenhum irmão falte o alimento necessário para a sobrevivência e que o homem seja menos ganancioso e possa dividir sempre o pão da vida.

Assim seja Senhor.


Dr. Bezerra de Menezes, psicografado pelo médium Marcelo Passos.

quarta-feira, 19 de março de 2014

Oração de Agradecimento




Pai querido de amor e de infinita bondade venho nesse momento agradecer-te por tudo que tenho e que sou, agradeço pela confiança e por a todo o momento acreditar em mim e saber que posso ser servo da tua obediência e da tua vontade e das tuas leis que nada mais é que o caminho do amor, da salvação e de ser merecedor de esta junto a ti na eternidade.

Agradeço pelo Jesus Cristo que nos ama e que morreu pelos nossos pecados;
Agradeço pelos profetas que me faz entender e compreender o sentido da existência;
Agradeço pela mãe Maria que concebeu o Verbo mais sagrado e que nos acolhe nos momentos de dor e solidão;
Agradeço pelos irmãos que se encontram no plano espiritual e que rogam e me protege através das orações e dos conselhos sempre voltados para o bem;
Agradeço pela minha existência e por ser fruto do seu amor;
Agradeço pela oportunidade diária de redimir e reformar todos os meus pecados;
Agradeço pela oportunidade diária em cumpri minha missão com obediência e resgatar meus erros;
Agradeço pela oportunidade diária em poder evoluir o meu espírito e assim viver na eternidade;
Agradeço pela oportunidade do renascimento;
Agradeço pela pessoa que esta ao meu lado unindo-se no amor pela união conjugal e afetiva;
Agradeço pela família que o senhor me proporcionou e que me acolheu;
Agradeço pelos meus amigos que me ajudam a vencer e a sentir-me mais forte;
Agradeço pelos colegas que se unem a mim na caminhada cotidiana;
Agradeço pelos religiosos que me confortam nos momentos de angustia;
Agradeço pelas crianças que tanto me ensina que a verdade deve ser sempre sincera e dita;
Agradeço pelos que me querem mal, pois assim posso compreender o sentido de amar a todos e saber perdoar todas as ofensas;
Agradeço pelo discernimento em saber o que é certo e errado e poder me tornar uma pessoa cada vez melhor e compreensiva;
Agradeço pela água que alimenta meu corpo e sustenta meu espirito;
Agradeço pela luz solar que ilumina minha caminhada;
Agradeço pela vegetação que me proporciona o oxigênio da vida e que me inspira a liberdade;
Agradeço pela natureza tão essencial e importante para todos nós;
Agradeço pelos animais que me são tão importantes que me traz alegrias e que auxilia no progresso social;
Agradeço pelos meus semelhantes que me são tão essenciais assim como a tua vontade;
Agradeço pelos anjos que tanto me livra dos males e me orienta sempre a seguir contigo na lealdade e na gratidão;
Agradeço pelo meu trabalho que me faz útil e me proporciona a dignidade;
Agradeço pela escola que me traz o conhecimento cultural e intelectual;
Agradeço pelos meus bens matérias que conquistei com merecimento;
Agradeço pelas vestes que torna meu corpo mais protegido;
Agradeço pela evolução tecnológica que diminui a distancia;
Agradeço pela saúde que me destes e ao qual zelo pela sua qualidade;
Agradeço pelos profissionais que tanto me auxiliam e tornam meu dia mais ágil e melhor;
Agradeço pela vida.

Assim seja.

Dr. Bezerra de Menezes, psicografado pelo médium Marcelo Passos.

terça-feira, 18 de março de 2014

Oração do novo dia



Bom dia meu amado Pai, venho no silencio desta hora agradecer a confiança em mim, agradecer a oportunidade a continuidade da vida e poder neste novo dia que se inicia pela tua vontade continuar a ser teu filho(a) humilde e obediente a tua vontade, quero e desejo continuar a amar a todos os seres que criastes, como a família que me destes, a casa que me protege, aos amigos que tenho, aos colegas de trabalho e de escola que me são tão importantes, aos profissionais que facilitam o cotidiano, a vida e a saúde que me dispõe, o ar dos meus pulmões se que renova neste instante, peço-te Senhor que todos possam me ver e enxergar o Senhor nas minhas sinceras e boas ações, assim também quero ver o meu semelhante e com os mesmos olhos misericordioso como o Senhor tem por todas as suas obras divinas assim como tem por mim.

Venho renovar a minha fé no teu amor e na tua misericórdia, quero que o meu coração saiba perdoar sempre a todos aqueles que porventura venham a me ofender neste dia, quero viver a liberdade do meu espírito sem as prisões da consciência do pecado, da inveja e do egoísmo, me livre de todos os preconceitos sociais, quero sempre Senhor viver na tua graça e peço a presença constante dos teus anjos a sempre me auxiliar no desenvolvimento do bem.

Peço que esteja a minha frente Senhor me livrando de todas as tentações do mal, me proteja e me guarde. Esteja ao meu lado e a minha retaguarda me livrando das ciladas, emboscas e traições, livre-me Senhor das más orações, das feitiçarias, das magias ocultas do mal, livre-me das doenças, das enfermidades e de toda forma de violência que possa me desestruturar e desequilibrar o meu dia e de todos aqueles que me são importantes.

Estou pronto Senhor e a tua disposição. Assim seja.


Dr. Bezerra de Menezes, psicografado pelo médium Marcelo Passos.

segunda-feira, 10 de março de 2014

Amai uns aos outros como eu vos amei.



Envio-lhes mais um mandamento (Jesus Cristo)

            Deste sagrado mandamento esta o resultado da obediência a todas as leis de Deus em sintonia com as nossas ações e sentimentos diários no sentido do alcance da salvação desejada por todos e banhando – se nos mares da felicidade eterna.

            Este mandamento segundo o código divino nos alerta para a compreensão da obra do criador e o proposito da vinda de Jesus ao nosso mundo para salvar a todos aqueles que realmente vivem Deus no santuário do coração e que faz deste legado o combustível necessário para cumprir toda ordem superior em prol da construção diária de um planeta mais justo e regenerado.

            Amai uns aos outros esta principalmente qualificada no universo do respeito a toda individualidade e todas as escolhas do espírito para viver e ser feliz, contrariando muitas vezes os costumes comportamentais em nome de um regramento sufocante, a liberdade desta tal felicidade que tão buscada e pouco compreendia por nossos semelhantes e principalmente quando as escolhas ferem este paradigma social e vão de encontro às listadas boas regras da conduta, formando assim a oferta do egoísmo, da inveja e dos mortais preconceitos que persiste em fazer parte do obstáculo do homem.

            O que vemos na sociedade encarnada é a infelicidade tomando vez a muitos lares e a muitos irmãos em nome de regramentos impostos, a vivência da felicidade plena causam embaraços em muitos povos e agrupamentos que não aceitam que o livre arbítrio é lei de Deus, dado exclusivamente a cada um de nós. E que para merecer a elevação da alma o que importará serão as boas e verdadeiras condutas em favor do bem coletivo e significativo, seja em qual circunstancias for. E o que se faz para si e os comportamentos que são condições da alma humana para justificar e expor o espirito no estado de graça na divindade em toda sua caminhada devem ser respeitados como desejamos o mesmo comportamento para conosco.

            No código divino está exposto toda a caminhada e os exemplos de Jesus na sua estada no planeta, ao qual devemos espelhar ao máximo para compreender este mandamento e todos os dez mandamentos, aquele psicografado por Moisés no primeiro livro do mundo o livro de pedra. Perguntam-se muitos: Como fora possível aos apóstolos transmitir para estes textos da bíblia sagrada tudo aquilo que Jesus ensinou e praticou? Bem, quem de nós nunca teve um pai, uma mãe, amigos e pessoas importantes para o planeta e para o país e também para nós que não se lembram de detalhes desta fantástica presença e suas aulas do bem e que nos inspirar a fazer de seus ensinamentos algo igual e mesmo melhor a homenagear a memoria tão importante a nossa individualidade e o que dirá a aqueles homens comuns, trabalhadores e os que largaram toda sua miséria material no pódio alto de suas riquezas para seguir o mestre, certamente não desperdiçaram qualquer instante em aproveitar essa luz tão reluzente e importante até os dias de hoje para todos nós que é o mestre de Nazaré.


            Irmãos amados, não há uma formula única ou mesmo um milagre para que este mandamento possa ser cumprido na sua íntegra por cada um de nós, mas a partir do momento em que respeitarmos impreterivelmente todos aqueles nossos semelhantes e suas escolhas, sem apontar erros ou mesmo condena-los impiedosamente pelo chicote do corpo que é a língua ferina e mesmo pelas injustas sentenças aplicadas às fraquezas e as mazelas da alma e se preocupando de verdade em salvar seus irmãos mesmo entregues as sujidades ferrenhas do mal e orando por eles, encontrará todas as possibilidades de viver a integra do bem e principalmente a este mandamento tão importante, afinal quem ama ensina e salva.

            Viver o evangelho na pratica verdadeira do amor é possível a todos, principalmente quando a alma esta repleta da vontade de Deus e os sentimentos nocivos são substituídos pela lealdade, tolerância, paciência, compreensão e coragem em dizer a todo instante que você é filho de Deus e que com ele estará sempre e ele contigo por toda eternidade retirando todas as ofertas do mal do seu caminho e fazendo de sua caminhada o tapete florido de esperança e confiança na fé e que possa assim como no reino de Deus ser uma rede de arrasto levando para a eternidade no paraíso todos os arrependidos de verdade, independente do comportamento e das escolhas que não ferem e prejudicam ninguém.

            Jesus disse: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. E quem com ele estiver com ele sempre terá a luz e a verdade da vida eterna e nada há de temer pelos vales da sombra e da morte, pois ele estará sempre em conosco.

            Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo Passos.

sexta-feira, 7 de março de 2014

Decimo Mandamento



Não cobiçar as coisas alheias (10º Mandamento da Lei de Deus)


            A prosperidade material em sintonia com a evolução espiritual acompanha não somente ao merecimento do esforço recompensado pela honestidade do progresso como também vem brindar com uma das satisfações e a gratidão de reconhecer em si mesmo os louros de cada conquista merecida.

            Tudo que adquirimos com frutos sadios do trabalho de certo é abençoado por nossos amigos espirituais e abençoado por Deus Todo Poderoso que se alegra de verdade com estas sadias conquistas que elevam o ser a sempre buscar o lado certo da vida.
                                                                               
            Mas nem tudo na vida são flores neste planeta conturbado com todas as ofertas nocivas do maligno a perder todos os filhos do criador, como vemos nos demais mandamentos, todas as contravenções as leis divinas são facilmente contrariadas por ações ditas comuns neste universo material ditado infelizmente por forças ocultas do anjo negro do pecado, que consumindo nosso livre arbítrio e orientando sempre a pratica da intolerância ao seu semelhante nas variadas formas de sentimentos e ações.

            A inveja e o egoísmo sempre acompanham muitos irmãos quanto de uma conquista alheia, seja em qual esfera for e a calunia quanto ao merecimento dos bens adquiridos sempre ganham dimensões desproporcionais ao desrespeito e a cobiça do que não lhe pertencente e não são abençoadas. As conquistas iguais ou melhores do que de seus semelhantes estão à disposição e livremente possível a todos, basta apenas vestirem o manto da honestidade aliado a disciplina, a força de vontade e a persistência para merecer toda a vontade da prosperidade.

            Assim também é a nossa condição para a salvação e para merecer após o desenlace do espirito com o corpo material o habitar nos mundos mais elevados, mas a conquista ao merecimento começa pelo próprio esforço e pela própria ação elevada ao bem universal em todas as suas possibilidades que é um horizonte real de situações a se praticar, começando é claro pela lealdade e a obediência à vontade de Deus e no poder ver em cada irmão o fruto sagrado da fraternidade aliado aos princípios do bem e a imagem de Deus refletida na paciência e na tolerância nossa de cada dia a praticar para com nossos gêmeos.

            A todos sem exceção é dado à possibilidade real de poder conquistar seus bens, material e espiritual, principalmente quando se desprenderem das ofertas e se libertar do mau imperador diante do orgulho e da vaidade do ego coroado a nossa consciência e no impedimento no progresso divino. Quando de posse destes nocivos sentimentos, dificilmente poderá haver a comunhão divina com todas as suas praticas.

            Mas muitos irmãos com furor ferino atacam seus semelhantes cotidianamente e sempre levantando falsos para com estes desconhecidos e suas conquistas, como também há irmãos que consome o bem alheio para si causando o furto de todas as espécies possíveis, não apenas material, como nos sonhos, nos projetos, na atenção, no esforço de suas atividades, nas escolhas doutrinarias, enfim, uma variedade de situações praticadas, mas que roubam o livre arbítrio para que este possa comungar artificialmente de uma felicidade que não lhe pertence, afinal meus amados a sociedade deseja impor sobre o outro algo de unidade exclusivamente pessoal e a querer que este comungue com algo que não lhe é devido à verdadeira felicidade do espirito, quanto ao comportamento individual se ele não compromete a saúde coletiva com seus atos e se a condição escolhida para a felicidade lhe é peculiar para ser agente de Deus, nosso Senhor não vai questionar suas escolhas e sim perguntara a cada um de nós: O que fez de relevante para com seu semelhante e sua sociedade? Por isto, não devemos cobiçar nada alheio e muito menos suas particularidades, evidente que o respeito é um dever, mas jamais o comportamento do outro deve ser palco de discussões e sentenças injustas.

            Quando um irmão se apresentar com comportamentos, crenças, etnias, condições sociais e sexuais destoante ao seu, veja o que o seu coração expressa antes de praticar o ato mais ingrato do preconceito, neste momento como diversos outros atos compartilhado as ações e os sentimentos ao qual devemos elevar o nosso coração a Deus é que saberemos se deixamos ou não a vontade do Pai agir em nós, quando algo tão supérfluo dominar nossos comportamentos na pratica da intolerância e do desrespeito ao próximo de certo que ainda não estamos conectados totalmente ao Criador e neste momento que devemos buscar nossa relevante mudança e nossa metamorfose para compreender as diferenças de nossos iguais.

            No instante que permitirmos que nossos irmãos desfrute da própria felicidade nas suas escolhas e nos comportamentos, podem esperançar uma nova era de progresso e elevação e um novo mundo cada vez melhor, pois quando respeitarmos o universo dos nossos semelhantes compreenderemos o verdadeiro sentido da caridade e alcançaremos a fonte eterna da juventude da felicidade. Deixe o outro ser feliz e seja também.


            Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo Passos.

quinta-feira, 6 de março de 2014

Nono Mandamento



Não cobiçaras o companheiro ou companheira de seu próximo (9º Mandamento da Lei de Deus)

            Os sentimentos instintivos em muitos irmãos têm extrapolado no universo carnal das fronteiras do respeito ao próximo e aproximando os seres do estado critico da sujidade do perverso quanto as más condutas frente às leis e a vontade do criador.

            Quando é designado um irmão ao outro no sentido da proliferação e da formação da família é instaurado o sacramento mais profundo do amor praticado e vivido nas suas mais variadas formas da convivência coletiva.

            Desde os tempos pregressos, acompanhamos a evolução das criaturas no sentido de unir-se ao dito sexo oposto para fazer das praticas a vontade do criador, desde que o comportamento seja descente a retribuir tamanha confiança depositada em nossas praticas corriqueiras. Quando despertado um sentimento mais aguçado ao outro é muito louvável, afinal, havemos sim de ter este sentimento universal, mas não olhado apenas pelo sentimento carnal, mas sim de desejar se aprofundar de um oceano majestoso que é a vida de outro irmão e poder assim seguir unindo as forças do bem para de frente a ofertas do mal suprir todas as suas tentações e encantamentos para a salvação divina no laço sagrado de amor.

            O enlace entre duas criaturas é abençoado pelo criador não apenas de frente ao sacerdócio e sim o resultado do designo que desde antes a encarnação já é traçado pelo Senhor para que se cumpra a nossa missão. Nenhum irmão que se aproxima de nós é em vão, temos missões e resgates conforme a importância e os desafios do irmão frente a nossa caminhada.

            Mas quando a família abençoada verdadeiramente pelo criador é desfeita pelos sentimentos mundanos a cargo do mal, e a pratica se concretiza na deslealdade dos sentimentos, não fere apenas seus companheiros e sim principalmente a Deus. Quem pratica de atos nocivos ao bem como este, peca principalmente contra o Senhor que determinou que uníssemos em unidade. Não é porque o planeta avança assustadoramente na moda contraria a vontade do criador que as leis divinas devem acompanhar este dito avanço universal, não, o que se prolifera são as ofertas malignas em torno da única vontade do criador e nossa principal fonte de renovação da vida humana, afinal, ao contrario dos seres como os animais que agem por instinto e mesmo assim cumpre mais as determinações do criador do que os ditos muitos evoluídos no tempo, os homens tem o sagrado sentido real do bem e do mal, pois não há um quem não pratique de uma ou de outra, mas quando a força de vontade da vitória pela real vontade do criador, a resistência do mal passa a ser a lição fundamental do espirito e não é porque estarão ao lado do criador que as tentações diminuirão e as graças serão eternas, ao contrario amados, a tentação surgirá com maior intensidade, pois sua meta é perder todas as ovelhas do criador.

            E é na perdição da família e na miséria instalada em muitos lares do planeta que o perverso se deleita a sua pratica e oferta, a destruição do lar atravessa sérios pântanos ruinosos e areias movediças no sentido da destruição desta sagrada instituição e neste molde que atenta este mandamento muito contravertido por muitos irmãos praticantes do bem que acabam com a família em nome de prazeres libertinos da carne nas praticas instintivas a prazeres passageiros.  

            Quem é o maior vilão desta pratica? Sem duvidas amados que não apenas este mandamento e sim todos os que englobam essa psicografia feita por Moises são contrariados pelo anjo negro do pecado, aquele que destoa toda a vontade divina e que deu a todos nós a sentença de viver na pele a herança deitada por nossos ancestrais no momento da sua criação, o que não se justifica a sua oferta ser acatada com facilidade por todos nós, fracos e evolutivos no progresso espiritual, temos nossas fraquezas e sentimentos voltados para o bem estar instantâneo, mas a verdade sem a devida experiência do sofrimento não haverá como alcançar a verdadeira graça divina, enfim, quem disse que fomos exemplos de comportamentos em vidas pregressa a atual encarnação, se ainda nossa evolução necessita que renascemos muitas vezes mais no planeta azul até alcançar a graduação necessária para subir aos mundos mais evoluídos na sociedade de Deus, agrademos a oportunidade de poder ver o sol nascer a cada instante na confiança depositada e a cada momento rever todos os excessos praticados contra o criador e buscar todas as fontes de redenção do pecado para merecer a divina providencia agindo com justiça a nossa caminhada.

            O companheiro ou companheira do outro por direito jamais poderá ser objeto de cobiça e alvo de desrespeito e deslealdade, pode até o irmão ou irmã não ter conhecimento deste mal praticado por seus protagonistas, mas a Deus nenhuma conduta é desprezada e são nas condutas presentes que estará o futuro de nosso espírito.


            Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo Passos.