quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Terceiro Mandamento



Guardar domingos e festas de guarda (3º Mandamento da Lei de Deus).


            É compreendido que as conquistas materiais são importantes no auxilio aos irmãos para o desenvolvimento do progresso frente à coletividade, lembrando que os êxitos na vida jamais devem ser acompanhados pelo individualismo egoístico, de certo que os esforços são pessoais, mas não seria possível sem a participação de outros irmãos a quem devemos a gratidão por estar sempre ao nosso lado. Ninguém se realiza positivamente sem alguém para apostar nos sonhos e projetos múltiplos que acompanham nossa vontade.

            É importante a todos aproveitar todas as oportunidades para o crescimento e evolução dos sentidos frente ao universo e a realidade em que todos necessitam estagiar para alcançar patamares significativos rumo ao Reino de Deus e também para resgatar muitos outros irmãos que estão entregues ao pecado. Engana-se quem crê que não é de responsabilidade pessoal auxiliar e resgatar outros irmãos nas suas fraquezas, principalmente aqueles que não fazem parte do núcleo familiar e de amizades em que estamos inseridos.

            Se este sentido individualista fosse real na vontade divina não justificaria as orações serem proferida no sentido coletivo, querer ser salvo e fechando os olhos para os problemas ao seu lado de nada valera os pedidos, pois ninguém alcançará o reino solitariamente, quem trabalha e age neste sentido pode parar todas as orações, pois não tem nenhuma eficácia positiva, Deus é universo e não exclusividade para um e para poucos.

            No seu terceiro mandamento nosso Senhor pede para guardamos os domingos e as festas, neste mandamento vale para que no ritmo acelerado dos objetivos progressistas, no consumismo que impera sobre os objetivos dos irmãos na sociedade material que paremos por um dia e deixemos nossos prazeres individuais e refletirmos sobre todas as nossas ações e sentimentos para o coletivo, é importante parar e respirar, afinal, muitas vezes a busca por um objetivo cega a muitos no sentido da lealdade e do respeito que deve haver e imperar na sociedade como dever de irmão.

            Vamos entregar um dia de nossas vidas para refletir, seja nos templos, nas moradias, não importa o local, o que é fundamental é adentrar no templo de nossas vidas, é preciso e Nosso Senhor quer que façamos este estudo permanente e que a reforma cotidiana seja relevante para o bem coletivo, novamente reforçamos a tese de que não há vitória, felicidade e sucesso com egoísmo, neste sentido não é preciso nem continuar a buscar pela salvação, pois seus atores estarão estagnados no tempo.

Aqueles que não dão à devida importância a evolução alheia, mesmo que evolutivamente esteja num patamar inferior simplesmente pelo progresso espiritual e não usa a escola permanente da vida para alcançar o conhecimento para o bem, não está ainda preparado para viver no reino de Deus, aqueles que desdenham, zombam e pratica a intolerância frente às escolhas e evolução de seus pares também não estão prontos para serem salvos, aqueles que não auxiliam seu próximo nas suas dificuldades múltiplas onde seu conhecimento atinja a solução, também esta longe do Reino, aquele que usa sentimentos destrutivos que causam embaraços, desconfortos, doenças, machucam o coração de outros mais, que ofendem, traem, humilham, praticam a ingratidão, também arrasta seu espírito para as trevas, são essas situações e outras mais que havemos de nos guardar e buscar reforma-los positivamente sempre para o bem coletivo, não há como ignorar as ofertas do bem a todo instante nos mostrando o caminho real da salvação, não há controvérsias quanto a pratica do mal, pois todos tem o conhecimento logico de seus atos.

Evidente que ponderamos que há situações pelas fraquezas dos espíritos em evolução que a entrega das armas contra a resistência aos ataques frenéticos do maligno é inevitável pela pouca fé que ainda atinge a muitos irmãos, o desconhecimento do presente para um futuro melhor persiste em contemplar o ego e o momento para viver intensamente e em quase totalitário consumismo desenfreado na pratica desleal contra os bons costumes para atingir a harmonia coletiva, tendo o egoísmo individual imperando sobre suas ações e sentimentos, desequilibrando a sociedade em geral, mas a força de vontade que podemos espelhar em diversos irmãos não nascerá da vontade alheia e sim do inimigo que podemos visualiza-lo quase sempre no espelho.

Parem, reflitam e procure mudar sempre para melhor, entregue sua existência para o comando dos anjos de Deus e verá como o conforto da tranquilidade e das boas colheitas farão sempre frente contra todas as sujidades do mal, pois quanto mais próximo do Senhor maior serão os desafios, as tentações e as provações cada vez mais desafiadoras, mas tendo a certeza e a fé imperecível nas promessas divinas na alma nada há de frear sua caminhada, por isso aumente sempre as orações e a vigília nos desvios das fronteiras contras às ofertas do mal. Confie em ti e em Deus.


Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário