sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Não há alternativa a não ser à força de vontade


Um pobre, de nome Lazaro, ficava deitado junto ao portão do rico. (...)

            Há momentos em nossa evolução que o chão parece abrir-se e tudo que conquistamos e construímos desmorona-se numa rapidez tão assustadora que as forças usadas para o seu erguimento perde-se junto com todo o sonho até então conquistado. A implosão em alguns momentos surge quando menos esperamos, mas e agora? O que fazer?

            Voltemos ao inicio onde Deus criou tudo até chegar ao homem e a mulher e onde determinou que uma determinada árvore jamais houvesse de ser provado seu fruto e a mulher descumpriu o pedido de Deus e o experimentou ofertada pela serpente e ainda fez o homem cair na tentação, ambos então foram severamente arguidos pelo senhor que determinou as determinadas sentenças ao qual até o presente momento herdamos essa máxima e trabalhamos para redimir os nossos pecados.

            Vejam meus amados, quando Deus criou tudo e viu sua obra se perdendo por uma intransigência, sua decepção fora grande e desde então tem a todo o momento buscado auxiliar o humano na busca do arrependimento, diversos profetas a sua vontade nos fora enviado para reformar nossas condutas e desde então muitos conseguem aproveitar a oportunidade e outros têm que renascer novamente para atingir o ápice da salvação.

            Mas o que essa situação tem haver com tudo que construímos se desmoronar a nossos pés? Tudo meus amigos, há momentos que é necessário tudo se perder para que tenhamos a humildade e a simplicidade de crer que havemos de seguir Deus nos seus exemplos como forma de gratidão e de obediência, ou seja, tudo que nos dado por merecimento devemos honra-los e aproveita-los ao máximo não apenas si, mas principalmente aos nossos semelhantes ao qual havemos de doar parte de nossas conquistas para o bem na vontade do Criador e saibamos que nada é nosso, seja material ou espiritual, tudo nos é emprestado pra poder usa-lo a favor do bem, como o automóvel que pode servir de transporte para outro irmão que necessita se locomover com urgência ou facilitar seu ir e vir, as profissões de ajuda às necessidades mais urgentes a sua imediata solução, a residência que pode servir de abrigo para proteger outro irmão em determinada situação de perigo, o alimento do corpo que pode saciar a fome alheia, o conhecimento sacerdotal no amparo espiritual. Quando o fruto do bem se volta para o mal nas suas mais variadas formas de utilização, de fato o recomeço será necessário, como a encarnação perdida, confiada pelo criador e desperdiçado muita vezes por seus utilitários, será novamente preciso recomeçar para atingir o real desejo do Senhor e de fato merecermos o Reino de Deus.

            A felicidade dita perdida não é um fim eterno desde que a vontade de superação faça parte do seu íntimo e da força de vontade de conquistar novamente e de forma duplicada o auge deste sentimento tão pleiteado pelos filhos de Deus. Parar e respirar são necessários para que identifiquemos nossos erros, os excessos e onde podemos mudar para que não percamos tudo de forma inesperada, sendo que em muitos momentos ou quase sempre os sinais de desgastes nos alertam quanto à mudança relevante de postura e dos novos rumos a se adotar para melhor, mas aquele que insiste em não modificar o comportamento nocivo para uma conduta honesta e sensível será necessário por diferentes vias dos desafios e dos obstáculos causados pela própria vontade a recomeçar tudo novamente, mesmo que para isso seja necessário tudo se perder. Seria então castigo de Deus? Não meus amados, Deus não castiga nenhum filho, somos nós, seus próprios filhos, que causamos a lei de causa e efeito, resultado dos atos praticados.

            Amados, você ou alguém que lhe é importante que se encontre nessa situação desafiadora, do recomeço de tudo após a passagem da tempestade e tudo virarem escombros e toda uma conquista resumida a pó, e ser necessário novamente recomeçar pelas primeiras pedras da edificação, não desanime jamais. É compreendido que o reconstruir de tudo causa uma sensação de impotência, frustração, desanimo e mesmo preguiça de querer se acostumar com as ruínas, se esse for o desejo, seu livre arbítrio será respeitado pelo criador, mesmo quem esteja ao seu lado não compreenda as fraquezas, mas saiba que a oportunidade de reconquistar novamente o império perdido é o desafio dos vencedores de superar toda a limitação que ainda impera sobre o coração dos homens, aquele que de fato recomeçar, buscando na fé em Deus, no amparo aos amigos de verdade, na força interior que há em cada um, que pode sim ser maior do que muitos creem ter na sua intimidade, nosso Pai estará sempre aposto a enviar anjos construtores a uma nova oportunidade e aquele que aproveitar todas essas oportunidades e valorizar cada conquista e atrair para seu lado a gratidão e levar contigo nesta elevada subida outros irmãos perdidos no tempo, terá atingido o desejo de Deus e as conquistas se eternizarem, e se mesmo assim as oportunidades não forem aproveitadas, outras ruínas inevitavelmente ocorrerão e não adiantará culpar a Deus por algo plantando, lembre-se Deus não pune e não castiga ninguém injustamente, tudo que somos e adquirimos nada mais é que a colheita dos nossos frutos.

            É difícil sim seguir e viver na íntegra da vontade de Deus num planeta polarizado no bem e no mal, principalmente quando nosso interior conhece o sentido da vaidade e do orgulho onde o encantamento do mal a todo instante estará nos oferecendo algo como um bom vendedor bem articulado, mas ofertando as mercadorias do pecado, que a primeiro modo nos parece inofensivo e quando colocamos para dentro de nossa casa, principalmente na alma surgirão às diversas dificuldades da vida bem como para se livrar desta realidade, afinal, quem vê que a mercadoria que fora adquirida causam inúmeros males, poucos ou ninguém terá o desejo de adquirir e recompra-lo de si e para desfazer-se destes males será necessária sua destruição, mas até destruí-lo por completo suas enfermidades já poderá ter consumido boa parte de seu império e a implosão será inevitável.

            Essa é a realidade de muitos irmãos que estagiam no planeta azul, creia que tudo passa e as experiências são como uma rocha onde tudo deve ser utilizado para o aprendizado e para a conquista da salvação e da felicidade. Irmãos, não há outra alternativa a não ser à força de vontade interior e para que isto atinja a perfeição e se o recomeço for inevitável, não se furte a recomeçar, pois será fundamental, e aproveite tudo para o bem, se não quiser recomeçar tudo, aproveite desde já para mudar.


            Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário