terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Dois caminhos e uma escolha



Mas os que esperam no Senhor renovam suas forças, voam nas alturas como as águias, correm e não se fatigam, caminham e não se cansam. Isaías. 40,31.

            A vida é feita de decisões que são tomadas diante da liberdade do espírito de escolher qual caminho seguir e qual acredita ser o melhor para a condução da sua sorte, a escolha é livre, nosso Pai nos mostra que há apenas dois caminhos, do bem e do mal, não há outro, e diante desta decisão as consequências serão iminente a escolha.

            Na bifurcação da vida nos é apresentada duas realidades e uma escolha. Em um caminho, nenhum obstáculo diante dos olhos, o caminho mais atrativo e menos cansativo, essa é a oferta que o mal faz para que sigamos com ele para cairmos em suas armadilhas, já o segundo sentido, a estrada de Deus, a primeira vista são os assustadores obstáculos, a íngreme subida, a pedreira que havemos de explora-la e vence-la em cada etapa e mais desafiadora que outra, e então? Qual o caminho seguir?

            Diante dessas opções e munidos de sentimentos imediatistas, impregnado pela preguiça e pela falta de fé, a escolha pelo falso caminho é iminente a grande massa de irmãos, onde diariamente enveredam-se por este sentido de aparência tranquila, muitos querem e desejam a salvação e a felicidade, mas não querem lutar, preferem a instabilidade ao invés de buscar a sua plenitude, preferem não lutar porque os desafios são grandes, o cansaço é inevitável e a dor realidade.

            O caminho do mal encanta a muitos pela sua oferta de nenhuma dificuldade em aderir a suas opções, atraem pela facilidade que atinge com veemência a vontade do individuo que em muitos momentos desejam barganhar e mesmo esta a frente de outro pelas artimanhas enganosas que sempre implantam movidos pela vaidade que consome a própria vontade e faz com que toda caminhada progressista seja comprometida na sua íntegra.

Enganam-se aqueles que creem que ao escolher o caminho do bem, o caminho de Jesus, esteja livre das tentações, ao contrario, aqueles que realmente buscam o verdadeiro caminho da felicidade, encontrará mais obstáculos contra si do que imaginam, as ofertas do maligno serão mais tentadoras do que a permanência no sentido verdadeiro do bem, Deus não dará nenhuma contraoferta para que permaneçamos junto a ele no caminho do seu reino, respeitará o livre arbítrio de todos e as escolhas feitas, afinal Ele já nos prometera a salvação e nos mostrou o caminho que devemos percorrer para merecer a graça divina, ao contrario do mal que sempre estará próximo e a espreita para atrair a sua teia aqueles que ainda mesmo estando na estrada de Deus duvidam da promessa do Senhor.

São muitos irmãos que caminham na estrada do bem e desviam pela estrada do mal, a falta de esperança e fé em muitos momentos é ofuscada pela falta de sentido que possa abater sobre a consciência, a luta incessante para muitos não tem a devida recompensa que creem poder reivindicar, muitos movidos pelo orgulho e pela vaidade faz de sua realidade motivo de se voltar contra o proposito de Deus e é nesse momento que o encantamento do maligno virará opção mais favorável à caminhada, e se entregarão por completo a sua astucia. E diante da acolhida do mal se verão diante de um difícil labirinto e sem nenhum auxilio sozinhos estarão e somente avistarão outros irmãos na mesma situação e os zombadores que divertem com as dores e as confusões existenciais e as agressões serão cada vez mais severas e doloridas.

As consequências das nossas escolhas se refletirão sobre nossa caminhada e jamais estaremos afastados dos olhos de Deus independente das escolhas que tomamos, mas aqueles que andam pelo caminho das trevas se afastam dele com maior propriedade movida pela vontade e as dores serão mais agudas e as dificuldades cada vez maiores do que o caminho do bem, pois o sentido certo somente há uma única certeza, o reino de Deus, mesmo que as dificuldades do caminho, ao contrario do caminho do mal e das suas várias entradas sem nenhum sentido aumentará o sofrimento sem esperança e as ações serão destruidoras a caminhada e a evolução, resultado que se transformará em múltiplas violências a si e a quem estará ao redor.

No momento que aqueles irmãos que se encontram no caminho da perdição e se arrependerem de verdade e quererem novamente se postar na estrada divina do amor, eis que nosso senhor conduzirá anjos do bem para poder auxilia-lo nesta caminhada de volta e a encontrar a porta de saída e a condução para entrada pela porta estreita, mas aberta a todos que desejam toma-la para si.

A necessidade de viver as experiências nos dois sentidos será fundamental para aqueles que estão entregues as armadilhas do mal e distante da fé imperecível, para realmente graduar-se na elevação da alma. As marcas das experiências serão determinantes para a salvação, viver em meio às armadilhas e mesmo senti-la na alma nas diversas chagas a corroer a existência e as dificuldades enfrentadas, colocará na individualidade a certeza de que crer no Senhor é viver a liberdade e a colheita da verdadeira felicidade e poder caminhar livre da obsessão do mal, pois quem realmente confia na promessa de Deus, que nunca falhou, não haverá obstáculo que não possa supera-lo, não haverá trabalho que possa cansa-lo e não haverá duvida do caminho da salvação na própria vontade, nas escolhas feitas e viverá a experiência da alegria permanente na alma.


Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário