sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Iniciativa para Vencer



Assim, também vós, quando tiverdes feito tudo que vos foi mandado, dizei: “Somos escravos inúteis, fizemos apenas o que tínhamos de fazer”. Lucas. 17,10.


           
            A iniciativa é algo fundamental para a nossa felicidade e para nosso progresso evolutivo, quando rogamos a Deus uma determinada situação será compreendida a magnitude do nosso merecimento e ofertada na proporção devida aos rumos que galgamos até o presente momento.

            A felicidade é algo almejado por todos nesta grande vastidão universal, roga-se muito a Deus por essa graça, e o Nosso Senhor dará todas as condições necessárias para alcança-la, mas a felicidade não será imposta ou dada como um passe de magica, ao contrario, todas as situações serão proporcionada para sua busca e será de iniciativa individual a busca-la.

            Buscar a vitória passa fundamentalmente pelos desafios evolutivos e a resistência sobre todos os argumentos do maleficio a nos perder pela caminhada existencial, não seria possível a estabilização da felicidade e da realização plena sem os desafios íntimos em superar os obstáculos impostos.

            Jesus Cristo o filho unigênito do Criador teve que vencer os desafios, os obstáculos e inclusive vencer a morte para nos salvar e perdoar todas as nossas fraquezas, mostrou-nos através do perdão e do arrependimento dos nossos pecados que podemos sim vencer e alcançar o reino, para isso basta encher os nossos corações com a graça do Espirito Santo e fortalecer com as armas da coragem, da determinação, da disciplina e da fé onde podemos vencer o ardiloso e perverso no combate e sempre com o escudo do amor e da caridade desviando todas as tentações encantadoras para avançar com segurança e certeza.

            Nosso Pai sabe que não é fácil resistir às tentações do mal e compreende que em muitos momentos o estreitamento das decisões sobre qual rumo buscar na bifurcação da vida será determinante para a qualidade e as consequências das escolhas pessoais e em muitos momentos a visão limitada e as nossas fraquezas nos fará tomar decisões arbitrarias e erradas, onde haveremos de reconhecer os erros e buscar efetivamente voltar atrás e caminhar pelo rumo certo, pois o caminho do bem jamais se altera, permanece imaculado e sem qualquer restrição a sua oferta.

            A realidade do livre arbítrio presente a cada um não foge da responsabilidade de arcar com as consequências das escolhas, o caminho escolhido terá as ofertas por ele apresentada, acredita-se que o caminho do bem é difícil se manter nele presente e que o caminho do mal é o mais curto e o mais atrativo na mascara a que se apresenta a nossa presença e por isso faz um enorme contingente de adeptos.

Caminhar pela estrada do bem pode muito bem ser fácil basta escolhe-lo e resistir às tentações do mal. O principal adversário é a vaidade e orgulho que imperam no coração e na vida de muitos irmãos o que faz com que a individualidade e o egoísmo transformem a caminhada do bem nas dificuldades aparente, pois no caminho do bem amigos deve ser desprendida das individualidades egoísticas, havendo de imperar na alma o amor, a fraternidade e a caridade que são os ingredientes fundamentais para a felicidade e as fartas colheitas de benevolências a disposição na grande árvore da vida.

Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo Passos.  

            

Nenhum comentário:

Postar um comentário