segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Certeza da fé



Aos pés do Senhor, Maria escutava a sua palavra. Lucas.


Ao se posicionar no grande altar da vida, eis que a segurança do sentido de fazer a vontade do Senhor mescla com a liberdade própria de agir e pensar que são os comportamentos que elevam ou mesmo estagnam a evolução individual.

O planeta é o grande laboratório da existência e a grande escola do futuro e das merecidas conquistas, a encarnação presente traz a máxima da oportunidade de resgatar determinados débitos e com eles afastar as possibilidades de retroagir no progresso. Nenhum irmão retroage na evolução, apenas acumula dividas comportamentais. A defasagem da caridade moral e social condiz com a realidade presente em muitos irmãos desde o inicio da historia, são conhecimentos errôneos que foram adquiridos ao longo da existência e que afastam os homens da mais pura e verdadeira religião, o respeito, as rotulagens doutrinárias presentes na vida em sociedade se propõem a divulgar e estudar o evangelho de Jesus, o maior e mais iluminado espirito entre nós, mas muitos irmãos destoam da verdadeira passagem das parábolas e epístolas e são interpretadas com o intuito de ludibriar uma vasta massa de desconhecedores da palavra.

Vemos com muita fartura variados sacerdotes que destoa a palavra de Deus, como também comprovada pela historia da humanidade que ao longo do progresso do homem e por interesses quase em sua magnitude sórdidos usurpam do código divino para se posicionar num determinado trono que se julgam superiores.

É muito importante o estudo do evangelho, mas a colheita deve sempre prezar pelo respeito, que é a maior religião entre nós, sem essa máxima não há como absorver o melhor de Jesus exposta entre nós, o sentido da pregação jamais deve ser usada para menosprezar qualquer forma de se buscar a salvação, não há sentido certo ou errado, o que há de verdade é o caminho do reino e que para se chegar até o final haverá muitas moradas, mas havendo sempre de imperar o este sentido respeitoso entre os povos.

Havemos de respeitar os inúmeros sacerdotes diversificados nas mais variadas casas de amor, aqueles que realmente propõem-se a agir em nome do Mestre sabe que os desafios são inúmeros, os obstáculos cada vez mais difíceis, pois o caminho das pedras do bem atravessa diversas escaladas e com ela muito trabalho, suor e sangue energizado na vontade de crescer, cada pedra que se conquista nesta montanha é fruto da recompensa legitima do verdadeiro merecimento. Na pregação do evangelho se extrai imensos ensinamentos para o bem, mas o estudo das obras do Senhor não deve se limitar as paredes religiosas, deve ser expandida para todo o universo e do comportamento e nas ações da verdadeira doutrina, o respeito emanado do amor e da caridade e sempre tatuado a força da fé que jamais deverá perder pelo caminho.

Podemos perder o contato com nossos irmãos mais amados ao longo da jornada evolutiva, a ida e vinda de irmãos presentes em nossas vidas são consequências do grande ciclo e dos mistérios de Deus, há os que vivem conosco em um determinado período e de repente por situações fortuitas são levadas ao afastamento de nossa presença, verdade essa que ocorre nos dois mundos, onde a saudade permanecerá imaculada em nossas almas, o sentimento nostálgico vem para nos dizer que aquele irmão ou irmã realmente se fez importante em nossa evolução e que a memoria e toda a existência destes amados anjos sem asas credencia-nos a fazer e sermos melhores a cada momento, não importando o grau de sabedoria e situações adversas existentes no altar do coração e sim as beneficia de alegria e bem estar que estes proporcionam a todos nós em nossas lembranças.

Jamais há de revoltar-se contra Deus pelo afastamento temporário de nossos amados, a tristeza vem, o choro cai e a saudade eterna permanece e a melhor homenagem é a máxima do bem daquele com o nosso e credenciar o nosso universo unido a grande máxima do Senhor no seu evangelho, pois a palavra do Senhor vem justamente para unir todas as riquezas para praticarmos o genuíno bem divino, evidente com a força e o preparo da paciência e da tolerância frente aos desafios dos males que são a máxima da força que temos contra as pretensões do inimigo.

A fé em muitos instantes pode ser abalada por diversas situações, o fraquejar da esperança é iminente principalmente quando os obstáculos submersa a alma nos sentimentos mais nocivos, como a mentira, a omissão, os rancores, o ódio bem como a preguiça e a falta de vontade para vencer e superar o próprio adversário, afinal, muitos irmãos são adversários de si mesmo e não vitimas de uma força oculta imaginaria. A pouca ou escassa fé da certeza do amor e da obra divina e a ansiedade por não respeitar o tempo certo para todas as coisas faz com que a vida desande pelo imenso norte. Mas quando a certeza da fé é imaculada na alma mesmo que em alguns momentos ela seja questionada, logo Nosso Senhor dará todas as razões dela permanecer concretizada e rica em nossa razão.


Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo Passos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário