quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Qualidade da colheita



Todo aquele que se eleva será humilhado, e quem se humilha será elevado. Jesus.

            Jesus Cristo veio ao mundo como diversos outros profetas da historia da humanidade para salvar os excluídos e humilhados pelo poder soberano do mal, compreendemos que a adiposidade do mal traz duras acidez em seus portadores, a ponto de dominar seu semelhante pelo simples fato deste irmão apenas existir.

            Sim irmãos, não podemos ilusoriamente acreditar que no planeta de provas e expiações, assim como os irmãos habitantes dos planos espirituais inferiores estão prontos para compreender o proposito de Deus, estes se qualificam em suas peculiaridades e tem para si os ambientes que se instrui e designam, estão equiparados com irmãos a sua media consciência e afins. Esses irmãos naturalmente a obediência do maligno tem a missão de atrair outros mais como o plano de aumentar o contingente maléfico e destruir dos filhos de Deus e desvia-los de seus caminhos.

            O libre arbítrio por direito é como a semente que plantamos em solo, para ofertar os frutos que dela se propõe, evidente que a semeadura, o tratamento e os cuidados para com esta semente resultarão na qualidade de seus frutos, um fruto é capaz de produzir inúmeras sementes que podem germinar em qualquer outro solo, inclusive onde o plantio é desfavorável. Se plantarmos as sementes da nossa historia irresponsavelmente, com desdém, sem os devidos cuidados, poderá sim a árvore crescer e dar frutos, mas não poderá exigir o melhor dele e a possibilidade de contaminação será iminente e o comprometimento a saúde a quem desejar usufruir também se comprometerá nas doenças desde fruto estragado.

            A semente da vida é responsabilidade individual, devemos assumir as rédeas do comando e direcionar para o caminho certo rumo à vontade e a sorte que nos é devida. A sorte não é simplesmente um acontecimento inesperado é sem duvida fruto do que acumulamos em nossa existência, há quem posiciona a sorte em ganhos pecuniários ou algo de deleite egoístico, não, isto é um acontecimento isolado e é também confiança em saber o que de fato poderá fazer com que conquistou, assim como a vida que nos é confiada e o que fazer com ela?

Lembrando amigos e amigas, a encarnação não vem simplesmente de uma vontade, a conquista dela é a oportunidade de reformar nossos débitos, esta sorte é almejada por diversos irmãos que agonizam suas dores nos vales perdidos e sombrios do mundo espiritual e clamam por uma nova chance, mas para isto será preciso compreender de fato tudo aquilo que o Senhor determina para todos nós, a começar pelo arrependimento de nossos pecados.

A encarnação compulsória vem determinar a vontade de familiares a resgatar seu ente querido dos vales da morte, o amor dos laços familiares jamais se rompem, mesmo que a unanimidade seja contraria, mas sempre haverá um amor sincero e puro a nos salvar, além-claro do amor incondicional de Deus a todos nós, mesmo aqueles que se encontram nas sombras do pecado. Quando um irmão vem ao planeta pela obrigação imposta também é devido pelo amor de Deus, onde a oportunidade de reformar será para todos, mas para se evitar esta condição, começamos a reformar desde já nossos sentidos e valorizar cada semente nossa no solo fértil do amor, da caridade, da compreensão, da caridade, para colher a felicidade e elevar a essência deste fruto a todos àqueles que desejarem experimentar do nosso fruto.

A vida é um bem supremo que deve ser valorizado a cada instante e a cada oportunidade, a saúde da alma refletirá sempre na qualidade de nossas ações, podendo o físico não acompanhar a evolução pelo desgaste do tempo, mas a qualidade do espirito jamais será atingida, isso claro se a nossa fé e o nosso amor fizer sempre escudo contra todas as amostras do mal a nos desanimar a nossa caminhada sagrada.

Não desanime com a caminhada, plante e espalhe suas sementes em todo solo que puder, mesmo naqueles difíceis, mas tendo a sua semente forte e sadia, no momento adequado enraizará nesta terra resistente ao colorido da vida e fonte de salvação. O tempo de Deus é o único tempo justo que temos, não devemos desesperar, havemos de controlar nossa ansiedade e equilibrar todo nosso sentido e regando sempre a semente com a fé. Quando a ansiedade e o desespero imperar sobre o ser, mesmo nos momentos de tribulações e a revolta fizer presente na alma, lembre-se de que o equilíbrio estará na fé, sempre haverá luz nas trevas, basta acender (...), como? Simplesmente pela oração e pela renovação da fé em Cristo e nesses momentos havemos de estar ao lado de quem realmente nos ama incondicionalmente e que jamais fará algo a nos perder ainda mais pelo vale das trevas.

Jesus é a luz e quem nele crer jamais andará nas trevas, terá a vida eterna no amor e na felicidade.


Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário