sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Pétalas de Vida



Mas um samaritano, que estava de viagem, chegou até ele. Quando o viu, ficou com pena dele. Lucas. 10,33.


            Há oportunidades que surgem diante de nossas vidas que havemos de aproveitar cada instante, principalmente em conquistar a confiança de nossos semelhantes, a postura diante do respeito mutuo, da cordialidade, reflete com bastante significância a nossa segurança, principalmente quando os desafios apertarem às necessidades mais essenciais a vida.

            Somos inseridos numa sociedade familiar com o proposito de resgatar débitos e somar qualidades frente às missões determinadas e assumidas na caminhada evolutiva, é necessário a todo o momento buscar o equilibro máximo, mesmo que as dores, os desafios e a tolerância sejam colocados à prova na postura diante de tamanhas tormentas, sendo necessária compreender tudo que nos é ofertado.

            Deus nosso pai jamais dará a seus filhos “punição” como na visão de muitos, pois pai nenhum quer o mal de seus filhos. Na sua misericórdia e amor dará a cada um todas as oportunidades para redimir os seus pecados e reformar todos seus sentidos para que possam curar das chagas do pecado da alma, mas ao mesmo tempo em que permite a aqueles irmãos a oportunidade da remissão, com ele também há as circunstancias para poder experimentar as varias faces da vida. O que na visão de muitos podem parecer injustos como as situações vividas por si ou por outrem, para Deus é a aplicação da justiça na remissão dos pecados. Como já informamos, o planeta de provas e expiações é o imenso laboratório do espírito e nele que resulta a qualidade de nossa essência, os experimentos em que somos submetidos fará de nós pétalas de vida e saúde a todos os doentes espalhados pelo imenso universo.

            As diversas disparidades sociais materiais existentes na visão de muitos retratam a realidade regressa e a justiça divina ativa naquele irmão, assim como as anomalias genéticas que atingem irmãos que o impossibilitam em suas ações naturais a qualquer liberdade e que contam com a sensibilidade e acima de tudo do amor incondicional no seio familiar em que é inserido e mesmo da atenção de mães do amor que acolhem as suas inúmeras limitações, em que muitos casos são abandonados por suas famílias, como a extensão do céu na terra. Para muitos irmãos sadios a arguição ao proposito de Deus para aquela criatura ou mesmo para sua própria realidade, o porquê acontece determinadas situações, como crianças sofrendo por uma condenação permanente, presas e sem qualquer direito a expressar e usufruir a sua liberdade como qualquer outro, ou mesmo aqueles que transitam nesta longa estrada e a cada instante deve enfrentar e superar todos os obstáculos.

            Havemos de louvar ao senhor por apagar de nossas memorias as nossas ações e sentimentos do passado, pois a vergonha eterna presente na vida de muitos causariam enormes abismos emocionais e credenciariam à eterna depressão e os conflitos mais agudos no sentido da renovação. Ao apagar da memoria e no reformar da imagem do períspirito que formam a nova constituição do espirito é permitido o marco zero nas oportunidades, viemos devedores para saldar as dividas; pois ninguém subira ao Reino de Deus sem ter saldado todos os débitos; este marco zero em nossa existência inicia-se refletindo na residência da alma, ou seja, o corpo material, nele é abrigado à realidade e o resumo do resultado de todas as ações praticadas.

            O intermediário contato entre plano material e espiritual presente em nossa realidade será permanente e os experimentos individuais e dos nossos semelhantes permanecerão ativos em nossa memoria e nas ações cotidianas, quem vai e quem vem, sempre serão amparados por curadores que permanecerão presentes a nos guiar pelo caminho da redenção, para muitos a inúmeras nomenclaturas, como: anjo da guarda, guias, santos, mentores, irmãos, enfim, não importa como se nomeia, o importante é saber que somos ligados a uma dimensão sem precedentes, não estamos solitários, somos constantemente monitorados e ao longo do período somos ajustados como maquinas que necessitam de lubrificação para seu bom funcionamento, mas ao espirito será sempre permitido a reforma e a otimização e aperfeiçoamento, mas se a resposta deste reparo não for correspondido pelas ações e sentimentos nobres, correrão sempre o risco de falhar na sua real missão, havendo a necessidade de começar tudo de novo com as devidas substituições das peças defeituosas, para a produção de novas essências de amor, compreensão, caridade, e acima de tudo a produção do bem universal somada ao amor de Deus.

            Diante das provações físicas e materiais que muitos enfrentam em suas realidades terrenas, bem como as oscilações sentimentais devem sempre prezar pelo agradecimento a Deus em poder ter a oportunidade de está reformando e saldando suas dividas em podendo crescer e seguir no caminho do bem rumo ao Reino de Amor.

Muitos estão perdidos pelos vales atrasados e trevosos do mundo espiritual que estão presos à vergonha e aos transtornos conscientes de suas oportunidades perdidas oriundas dos excessos praticados contra a própria vida e a seus semelhantes no plano terreno e que não encontram forças para clamar a misericórdia divina no arrependimento, pois mantem-se presos em suas cadeias morais, afinal, a mente é o resultado de todas as ações praticadas no mundo material e refletido no mundo real da espiritualidade e ao usa-la com ineficiência, os maus instintos estará condenando a alma aos transtornos extensos e ao mesmo tempo em que permanecem presos clamando pela mesma sorte de muitos que habitam o planeta da oportunidade, pois, o processo das novas oportunidades é bem mais complexo que muitos creem, não basta apenas querer, deve merecer, mesmo que a oportunidade preze pelas limitações materiais não será simplesmente fácil deixar as nossos débitos para futuras encarnações, pois o presente é agora e é nele que reformamos o passado e o presente para um futuro merecedor e menos devedor para um sai zerar todas as nossas dividas e ao deixar o presente para amanhã, poderá agravar ainda mais os débitos, pois se somam a cada ação e sentimento. Diante disto irmãos, aproveitem as oportunidades, pois as ações do bem podem superar a do mal sendo para sempre o nosso advogado pela eternidade.

Não deixe a oportunidade de hoje escapar, agarre e supere a própria limitação para não ter que retornar novamente, com débitos ainda maiores, aproveite, pois o bom da vida é sempre recomeçar, tirando sempre os maus instintos a perder as ovelhas de Deus nas sombras do pecado. Reconheçamos que onde há o pecado se multiplica a abundancia da graça, onde devemos sempre reconhecê-los e tira-los de dentro de nossa alma.

Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo

            

Um comentário:

  1. CADA DIA QUE ADENTRO AOS BLOGS AMIGO APRENDO MAIS SOBRE A ESPIRITUALIDADE,ABRAÇOS À TODOS E QUE DEUS E JESUS CRISTO ABENÇOE E FORTALEÇA À TODOS OS MEUS AMIGOS,BJS.

    ResponderExcluir