quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Em tempo de amor e perdão



Pois o filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido. Lucas. 19,10.

            Pobre do homem que não reconhece suas fraquezas e seus erros e não busca reforma-los para fazer-se o melhor e a seus semelhantes, o gênio não se fez capaz sem os erros e fraquezas do caminho, mas que os reconhece e reformava todos seus sentimentos e ações.

            Irmãos façamos sempre a reforma interior é necessário manter a atualização do bem com as marcas das experiências, a poder reformar e renovar sempre o sangue e as energias para um comportamento sadio e a evolução espiritual sendo a nossa e a mais importante fonte de renovação.

            A cura de nossos pecados vem do reconhecimento próprio e com eles o perdão sincero a Deus e aos ofendidos por nossas fraquezas, o perdão é a cura do câncer polivalente da sociedade que impera sobre o coração e a vida de muitos que são inseridos em vários contextos e em sua maioria expele o que o intimo mais oferece, causando uma epidemia nociva à saúde espiritual, como as doenças vindas do rancor, do ódio, da tristeza, da depressão, do consumismo arbitrário e desonesto, enfim as consequências da maior enfermidade moral e comportamental.

            O corpo físico que abriga a alma poderá permanecer inerte e sem as consequências oriundas da alma, já o intimo jamais estará em paz com sua evolução, quando os sentimentos mais profanos dão lugar à compreensão e as obras do criador e com ele a saúde plena, as dores constantes da alma poderá refletir com grande cólera a todos que nos é importante.

            Quando a vaidade e o orgulho faz parte do nosso intimo e dos nossos comportamentos as consequências são devastadoras no reflexo social e espiritual, este câncer que nasce na alma traz duros golpes à vida o que além de causar dores externas causam serio e infinitos conflitos íntimos e pessoais, o que trará os piores sentidos da consciência e ao qual resultarão nos piores comportamentos em meio ao desespero que se instalarão.

            Por isto a necessidade de procurar a reforma intima e com ele à busca pelas obras de Deus que se inicia no próprio entendimento e na força de vontade de superar todas as prisões em que a alma é submetida, as mazelas sociais presentes na matéria se reflete na espiritualidade, havendo sempre a necessidade de buscar apoio nas pessoas que mais nos ama, a começar pelo criador. 

A reforma intima é necessária para atender ao maior dos mandamentos, o amor, e com ele iniciar as curas que dependem exclusivamente da própria vontade e de mais ninguém, lembre-se que a saúde, a felicidade, a experiência e os prazeres somente são vividos individualmente e as graças destes sentidos não podem ser vividos por outro irmão, apenas compartilhada e desejada, a busca real desta qualidade esta na vontade que passa pelas profundas reformas, sendo que o ingrediente principal de toda reforma é o perdão.



Dr. Bezerra de Menezes, pelo médium Marcelo Passos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário