domingo, 1 de setembro de 2013

Auxiliando e trabalhando sempre.



Procurai viver com serenidade, ocupando-vos de vossas próprias coisas e trabalhando com vossas mãos, como recomendamos. 1 Tessalonicenses. 4,11.


            O vendaval da discórdia que impera sobre a humanidade nos atenta e observa-nos o Senhor do quanto nos preocupamos em viver a existência de nossos semelhantes e quase sempre deixamos de zelar por nossa própria evolução.

            Muitos irmãos também se prendem a realização de suas obras e na execução de tarefas bem como a conquista de um sonho se preocupando muito com as falácias do seu próximo e muitos descumprem sua missão como abortam a caminhada pela estrada que todos devemos percorrê-las.

            A sociedade impõe sobre o comportamento dos irmãos um padrão social e ético a que todos devem comungar, é a hipocrisia de uma realidade e de um comportamento que amordaça e sufoca principalmente os irmãos em crescimento, como é o caso das crianças, que nascem sinceras e falam o que pensam, mas em nome da sociedade e dos bons costumes acabam sendo inibidas de suas vontades e desejos de expressar o que veem pela frente.
                       
            Quando irmãos encarnados se deparam com a comunicação com o plano espiritual através dos médiuns existentes e aptos a fazer a intermediação, muitos se assustam com as formas claras que os mentores passam a seus destinatários. Pois no plano espiritual a clareza e a transparência reinam sobre as colônias e mesmo nas zonas inferiores, onde também é apontada a vida que os cidadãos praticaram e que perderam no planeta.
           
A preocupação para com seu semelhante e a desatenção a própria vida causa sérios danos à própria evolução, muitos se anseiam por informações alheias e com essas fazem de sua existência uma grande avalanche de especulações sem nenhuma presteza para atingir o nada, é como jogar um copo d’agua no oceano. Devemos sim se preocupar com quem esta ao nosso redor, mas devendo exercer a tarefa da eficiência, ou seja, auxiliando e amparando os irmãos na qualidade do bom serviço, onde devemos ser a solução nos seus problemas, o apoio no balançar de suas estruturas e aliviando sua dor e peso da cruz, como Simeão aliviou o peso da cruz que Jesus carregava em seus ombros.

            O importante da vida é sempre recomeçar, é a oportunidade que nosso senhor Pai amado e de amor nos oferta dia a dia em nossa evolução, engana-se que a vida cessa após a morte do corpo, a morte do corpo é sem duvidas o ponto final de uma historia e o recomeço de uma nova era, onde as prisões da carne libertam a alma para viver a verdadeira acústica divida. O espirito meus irmãos quando livres da obsessão da matéria compreendem o quanto a liberdade de seus atos foi interrompida no planeta pelos padrões morais e mesmo infundada a que se prestou e mesmo impôs suas regras sem destino.

            Uma das qualidades que o espirito livre adquire após sua libertação, é ver-se livre das vaidades, do orgulho, da inveja e do egoísmo, evidente que ainda a muitos que voltam ao mundo espiritual com as mesmas prisões e práticas vividas no planeta e quiçá quanto tempo serão necessários para aceitar a nova missão e a realidade. Mas quando compreendido os desígnios de Deus o espírito entende a palavra e os ensinamentos de Deus e o que é fruto da vaidade e do orgulho se perdem pelo caminho da evolução. Abraçará quem tanto o prejudicou no planeta, terá piedade dos pobres e miseráveis da matéria e do espirito, auxiliará a todos em dificuldades, abraçará seu irmão que tanto se calara no planeta, agradecerá todos aqueles que lhe compartilharam a vida, reverenciará aqueles que lhe foram superiores na hierarquia familiar, como o pai e a mãe e passarão a ajudar nas tarefas em que não suportava ou mesmo se envergonhava em fazer no planeta, como em muitos casos uma faxina que numa casa, enfim e passarão a sentir o verdadeiro efeito da paz e do amor ao próximo.

            Por isto irmãos, compreendem a necessidade de colocar em seu intimo a grandeza da serenidade, a presteza da oração em sintonia com o coração e a razão, oferecendo ajuda incessante. Gratidão a todos que lhe fazem uteis em sua evolução, grato a Deus por permitir a existência, amar seus pais na obediência e a atenção, não desejar o mal ao seu inimigo ao contrario, tenha piedade dos fracos mesmo que esses desejam expressar uma força inexistente e que se auxiliam nas suas agressividades e tendo como alvo os mais fracos. Produza pelas próprias habilidades a eficiência que tanto lhe é por dever cumprir, afinal, as habilidades são dadas para ajudar uns aos outros, a sua profissão e habilidade de hoje não lhe foi dada simplesmente para beneficio próprio, foi para usar a favor de seu semelhante, como você mesmo precisa da caridade de seu próximo e na habilidade que também lhe fora credenciada.

            E compreendam sempre que o auxilio que prestamos é nosso advogado por toda eternidade e os nossos pensamentos e sentimentos conduzirão para onde estaremos.  O carrossel da vida nos mostra que sempre estaremos em movimentação e em lugares diferentes, mas todos girando em torno de uma única lição, a salvação. E se hoje você esta numa posição confortável, poderá amanhã o destino colocar-lhe de frente contra a própria sorte e lhe recomendar um novo recomeço, onde nesses momentos, a simpatia e a importância de conquistar amigos de verdade lhe serão fundamentais no amparo e no reerguimento da possível queda. Por isto a importância de acumular créditos não apenas com o Senhor, pois ele sabe o nosso valor e o quanto cada um de nós merece sua graça, devemos acumular merecimento com os nossos semelhantes, pois é eles os primeiros que estarão prontos a nos auxiliar e a trabalhar a nosso favor, como também devemos esta na mesma posição e trabalhando a serviço de todos, seres orgânicos e inorgânicos, pois a esses também reza a nossa responsabilidade.

            Dr. Bezerra de Menezes.
           

           
           


Nenhum comentário:

Postar um comentário