quinta-feira, 27 de junho de 2013

O que Cristo representa para você?



E vós, quem dizeis que eu sou? Jesus.


            Em nossa reflexão vamos adentrar para dentro de nós, em nosso intimo tão sagrado quando nossa existência do fruto divino. Todos sabem que existiu entre nós um homem que era chamado, Jesus de Nazaré. Mas quem era este homem? Um fenômeno? Um santo? Um anjo? Ou simplesmente o homem que nos amou e ama como ninguém nunca nos amou? Isto é você quem vai definir.

            Este homem meu amigos foi e é responsável pela nossa salvação, veio num momento delicado da historia da humanidade, pelo amor divino do Pai Celestial que tanto nos ama, para dividir o tempo, entre, antes e pós Jesus. Nada mais fez do que ensinar a cada um de nós o verdadeiro proposito da nossa salvação, mas não movidos por uma força exteriorizada, não, mas por uma força que parte de uma vontade que cada um dentro de si, a fé e a vontade de ser do bem. Foi Ele preciso vir entre os homens, passar pelas privações e necessidades, bem como a desconfiança de um povo amordaçado pelos costumes materiais e totalmente vazios no que tange verdadeiramente a vontade de Deus em cada um de nós.

            Diversos profetas e enviados antes dele, que abriu no coração da humanidade a existência de Deus, pois como acreditar em algo invisível a nosso olho nu e carregado de todas as grossas camadas de preconceitos e pecados. Mas através de suas sabedorias faziam a vontade do criador para salvar aquele povo massacrado pelo medo e pela incerteza de uma esperança e para onde iria após a consumação do tempo. Moises o profeta responsável por apresentar as leis de Deus, psicografando numa pedra os mandamentos responsáveis pelo bem estar entre todos e para se viver em tolerância amando e respeitando seu próximo com desejas ser amado e respeitado.

            Por fim veio Jesus pelo seu amor à humanidade, mesmo perdida nos pecados, mas compreendido que muitos eram tomados por fúrias legislativas e costumais a época e pelo medo a adorar o Deus amor, pois eram amedrontados por um Deus dito autoritário, vingativo e perverso, como as forças dos homens e do mal, este era o Deus que eram ditados, mas construído pelas maldades e pelos sentimentos mesquinhos e vazios dos ricos e dominadores daquele povo. Já foi provado que Deus é amor. Ao fazer nova todas às coisas, Jesus foi seguido por uma multidão, e por onde passava era abordado pelos humildes que de verdade aceitavam com veemência que estavam diante do filho de Deus que clamavam curas e libertação para os seus pecados. Todos recebiam graças e eram salvos.

            Naquele tempo ele provou que podemos fazer milagres em nossas vidas, basta acreditar, nada mais, devemos acima de tudo despir nossas vestes postas e lavar a alma contra todos os pecados e preconceitos e buscar a própria liberdade, a própria salvação, simplesmente acreditando em suas palavras, que significa o único caminho para nossa salvação, pois suas palavras e lições traduzem o que realmente Deus quer para todos.

            Jesus continua a trabalhar em prol da humanidade desde aquele tempo, e até então jamais parou de se preocupar e amar a todos, sua morte não foi em vão, onde aceitou com humildade a sua sentença e humilhação sofrida, mas fez por amor, onde poderia muito bem pela força de Deus romper com os homens e aniquilar todos seus algozes, no entanto, perdoou a todos nós, e morreu fisicamente pela nossa salvação, pois veio e mostrou seu verdadeiro amor a todos nós, até mesmo aqueles hipócritas que o perseguiam e o crucificaram-no. Pois no Reino de Deus também há lugar para os arrependidos do pecado e inclusive a você meu irmão e minha irmã, arrependa-se do pecado, compreende-se Jesus. A astucia do pecado é perverso, pois nos atinge no auge da nossa cobiça, pois de fato ele entende nossas fraquezas, mas também Cristo quer que você resista ao pecado e não deixes cair em tentação como sempre é pedido nas orações que ele mesmo ensinou, mas constantemente ele nos oferta todas as oportunidades para resistir, principalmente no momento em que o mal deseja nos enfeitiçar e entregar seu ser nas armadilhas de suas prisões que sempre vem em forma de cordeiro, mas quando a preza esta dominada se transforma em fera roais que nos devora e perdendo-nos para o pecado e escravizados pelos demônios de nossas vidas.

            Quando o pecado lhe bater a porta, pergunte para você mesmo. Será porque Cristo foi crucificado? O que Cristo representa para você; a liberdade ou a prisão?  

            O que ele representa para você? Responda para si mesmo.

            Dr. Bezerra de Menezes.


Um comentário:

  1. Atualmente eu frequento o Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes em Sobradinho-DF, onde muito me identifiquei com a Doutrina Espírita. Agora lendo esta mensagem, vendo o conteúdo da mesma, fiquei maravilhada pelas palavras nela expostas. Bendito seja o Espírito de Luz do Dr.Bezerra de Menezes que esteve entre nós e nos ensinou a amar Jesus cada vez mais, mostrando a todos a Missão do Mestre aqui na Terra. Ele também foi um enviado do Cristo para continuar o seu trabalho em aprimorar as nossas boas qualidades para alcançarmos a Felicidade Eterna. Jesus em Sua Bondade tem enviados em todas as regiões e religiões do Mundo Espíritos Elevados para seu aprendizado. Viva Jesus!

    ResponderExcluir