quarta-feira, 24 de abril de 2013

Gratidão




            Irmãos amados,

            Ao ler esta mensagem de certo tens a faculdade do discernimento e da interpretação da exposição, de certo que esta qualidade é dada pelo nosso senhor para que possamos não apenas aprender e aproveitar esta lição, como bem fazer da nossa existência um ato de um concerto clássico para admiração e interpretação dos nossos atos, pelo singelo toque divino a nos presentear e reger.

            A existir nos faz ser grato a toda confiança depositada, bem como as oportunidades de aprender com nossos erros, levantar pelos nossos tropeços. O que infelizmente ocorre no planeta social é a inversão da gratidão se transformando em abuso frente aos designíos do criador, bem como desonra-lo pelos nossos exageros e ingratidão.

            A ingratidão irmãos não ocorre somente com as obras divinas, como há na destruição da natureza que tanto nos oferta a vida, como no desmatamento das arvores que tanto nos auxilia no oxigênio vital e nos oferece a doce sombra ao qual podemos sonar nosso cansaço, à agua que tanto nos presenteia com o alimento da vida, nos oferecendo a condição de continuar nossas tarefas, o fogo para esquentar nosso frio e clarear nossa escuridão, os frutos das sementeiras que tanto nos sacia a fome física, os animais que tanto nos almeja como anjo e destruímos sua devoção a nossa evolução, enfim irmãos muitos são ingratos com o presente tão acessível e gratuito que é presentado pelo céu do Senhor e destruímos como se aniquila um adversário a nos ameaçar.

            Ser ingrato não atinge somente as esferas celestiais, também aos nossos semelhantes, somos todos irmãos e postos na mesma condição para ajudarmos uns aos outros para ser feliz e habitar o reino, ao invés, testemunhamos a avassaladora forma de destruição dos sonhos de nossos semelhantes. As mães que tanto amor deposita ao sangue do seu sangue, mas em sua maioria é incompreendida e covardemente agredida com as costas dadas e os crimes cometerem, seja em não reconhecer e fazer valer todo ensinamento de ser do bem, isto não é unanime, evidente, mas em sua grande maioria vemos através dos atos do mal, serem cometidos por irmãos que vem por intermédio do amor.

            Quantos irmãos são postos em xeque em suas praticas e reconhecimento de quando dividimos nossas diferenças ao nosso semelhante e quando este faz voz de Deus a nos orientar pelo caminho errado que muitas vezes escolhemos, não damos a devida atenção acreditando não ser do departamento alheio o interesse e por tal aventura-se em trevas e na perdição do vale das sombras e do sofrimento.
           
            Ser grato a Deus pai, a vida, aos amigos, a família não é simplesmente dizer ser grato pelas palavras que voam ao leo, é demonstrar através das ações nosso comportamento e fazer valer a cada ensinamento um gesto de agradecimento a quem lhe confia, como também se fazer condutor e protagonista da gratidão.

            Jamais espere transcrever ao epitáfio o que poderia ter e ser dito e agradecido neste momento, diga que ama a quem realmente ama, agradeça a vida, agradeça sua diva a única mulher que te amara e te salvará de todas as formas que alguém pode ser salvo e traduzido apenas numa silaba, mãe.

            Dr. Bezerra de Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário