terça-feira, 2 de abril de 2013

Adorar a um Deus e amar a todos




            Compreendamos que somos a realização do desejo de nosso Pai, somos perfeitos diante da sua vontade e frutos das nossas ações e certeza de que a unidade em nosso Senhor é a credencial para que tenhamos a gloria e a salvação para nossa eternidade.

            Durante milênios foram dados a irmãos o titulo de Deuses diante de sua bravura, desprendimentos e conquistas diante da fé onde muitos povos depositavam numa determinada pessoa. Em que muitos adoram e até o presente momento o faz diante das escolhas e espelho de muitos que fizerem e fazem pelo bem da humanidade. De certo irmãos, nosso Pai não repreende aqueles que destacam em um determinado irmão a contemplar e se fazer melhor diante das suas praticas para o bem, ao contrario ele quer que sejamos multiplicadores da sua vontade, mas entendemos que o Criador é somente um e que realmente devemos adora-lo acima de qualquer coisa.

            É importante que amemos uns aos outros como Cristo nos pede e façamos exemplos por toda humanidade, como o próprio Mestre diante de seus apóstolos disse: Vão e façam seguidores da palavra e das ações e os batizem em nome do Pai e do Filho e do Espirito Santo, o batismo é a comunhão da pratica genuína entre Deus e todos nós pelo Bem Maior.

            Muitos irmãos acharão que valera de sacrifícios para provar sua adoração a Deus Pai, mas nosso Pai não quer que você faça sacrifícios físicos e que tenha um vazio completamente das ações do bem, uma prece de coração genuína já basta para provar que ama a Deus sobre todas as coisas e lembrando que a oração deve ser o complemento real das ações praticadas. Alguns usam variadas formas de querer agrada-lo, não é isso somente que ele deseja irmãos, quer muito mais, evidente que a intensão de agrada-lo será levado em consideração pelo Criador, desde que não use o sacrifício próprio da autodestruição e alheia e mesmo usar seres orgânicos e inorgânicos a derramar sangues em imaginários rituais a referenciar Deuses e principalmente nosso Supremo Pai e Criador de tudo.

            Devemos adorar a Deus começando amando ao nosso próximo, com suas qualidades, seus defeitos, seus acertos e principalmente os erros, fazer apóstolos do bem por onde caminhar, se fazer espelho do bem a serviço do próximo, amparar os irmãos em dificuldades múltiplas, amar toda criação divina orgânica e inorgânica, agradecer o bem supremo da vida e da escolha de ser vontade do Pai, esta e toda forma de praticar o bem é a prova maior que realmente que podemos dizer que adoramos a Deus sobre todas as coisas.

            Dr. Bezerra de Menezes

             

Nenhum comentário:

Postar um comentário