sexta-feira, 22 de março de 2013

Nenhum sacrifício em nome do bem é em vão.




            Querer viver e ser feliz é uma condição objetivada por todos os seres, seja orgânico como inorgânico todos querendo seu lugar no esteio da alegria feliz e desenvolver suas atividades, recebendo os frutos do esforço e a recompensa do existir.

            Quando o bem maior se calou diante do ultimo suspiro e entregando seu espirito nas mãos do Pai, Jesus perdoou a todos nós e fez do seu sacrifício e de sua crucificação um exemplo que todos devemos seguir. Evidente que não estamos aconselhando nenhum irmão a cravar em si a cruz e os cravos nas mãos, pois Cristo passou por estas provações em nome da fraqueza dos homens.

O Homem de Nazaré nos mostra que em nome do bem maior devemos sim enfrentar e passar por diversos sacrifícios de nosso existir, entre eles a calunia, o cansaço físico e também espiritual, as traições de nossos irmãos mais queridos, a injustiça imperando ao redor, a covardia do forte contra o fraco, enfim uma serie de desafios em nome de ser feliz. O importante irmão, não é retrucar o mal com a mesma proporção ou pior em que ele nos afronta, é mostrar para ele como é sadio e inteligente ser melhor e fazer o bem sem ter que perder.

Muitos irmãos creem que pode perder muitas regalias, prazeres, fortunas em praticar somente o bem, quem nunca deparou com frases prontas, em que se não praticar o mal, não conseguem sobreviver, este sentimento se faz presente nos bens perecíveis da matéria, as nossas mensagens sempre se repetem neste sentido, que não devemos nos aprisionar na matéria e sim trabalhar nossa evolução e o bem do espirito incondicionalmente.

Em verdade meus irmãos que viver a felicidade e a grandeza do espírito, o conforto material se torna quase que natural e consequência dos atos, mesmo que o conforto parta de uma maloca modesta, mas afortunada de amor e maravilhas do espirito, agradecendo a oferta de nosso Senhor que nos oferta do ponto de nosso merecimento que trazemos da nossa existência pregressa como da encarnação presente. Riqueza material irmãos, jamais será o porto seguro da felicidade plena, ao contrario, pode-se fazer um labirinto contra as pretensões da verdadeira missão planetária.

Então faça viva esta vida, respire e pratique sempre o bem, de nada há a se perder, ao contrario, será a felicidade transbordante que não caberá dentro de si e irradiará a todos ao seu redor, o sacrifício físico e mesmo material será nada perto da satisfação e da recompensa do senhor que nos guia ao caminho da verdade, da vida e da realização plena.

Dr. Bezerra de Menezes

           

Nenhum comentário:

Postar um comentário