terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Errar para aprender



            A historia da humanidade é marcado por vários equívocos cometidos por diversos irmãos de diversas naturezas, os erros do passado traz a tona o que de verdade adquirimos para acertar no presente e não arrepender-se no futuro.

            Muitos foram os exageros cometidos em nome dos designos de Deus através da sua obra, como ate os modernos horizontes impõe a humanidade, evidente com menor agressividade. O código divino não é um livro que se interprete da forma grosseira e aplica-se com veemência e com viseira limitada o que se propõe. Nosso Senhor nos ensina a interpreta-la em diversos campos e situações da vida material e principalmente espiritual.

            A palavra do mestre nos mostra a capacidade que todos havemos de nos reformar em toda constância do ser e caminhar para a salvação. Os erros que cometemos em nossa encarnação pode-se corrigir pela vontade, entendemos que uma má ação cometida no plano material poderá causar uma grande divida ao nosso ser no plano espiritual, havendo de acumular os resgastes futuro, evidente que a magnitude do erro proporcionara a nossa sorte futura, todos somos dignos da misericórdia divina e do perdão, mas nenhuma ação será esquecida ou ignorada, nosso diário é determinante para a própria historia.

            Não temos um Deus, um Pai carrasco e punidor como de muito fizeram crer, temos sim um pai capaz de amar todas as criaturas mesmo estando no desvio do erro e na profundeza do pecado, mas não isentara qualquer criatura a justiça divina e a oportunidade de se purificar sentindo no próprio ser as marcas do resgate.

            Por isso aprendemos com os erros do passado, para um presente mais ameno e um futuro melhor e prospero olhar os equívocos do próximo e fazer de modelo para nossa condução contraria ao que o mal se sugere e servindo de espelho para salvação não somente própria como alheia.

            Dr. Bezerra de Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário