sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Santos anônimos




            Vários irmãos passaram pelo planeta e dedicaram toda sua vida a serviço dos ensinamentos do mestre Jesus Cristo através as instruções divinas do Pai celestial. São irmãos que decidiram crescer na sua evolução, foram humanos puros com toda certeza. Alguns martirizados, perseguidos, queimados, torturados, mortos por acreditarem na salvação e no Cristo.

            Estes irmãos receberam da Igreja Romana o titulo de Santo. Louvável e devemos reverencia-lo com toda certeza e espelhar nossa caminhada conforme muitos o fizeram. São irmãos dignos da nossa mais respeitosa admiração.

            A vida de muito destes irmãos não foram tomados simplesmente por um mar de rosas, ao contrario, muitos tiveram suas fraquezas humanas, suas limitações, foram omissos e ate mesmo cometeram pecados, mas arrependeram-se e tomaram sua vida para Cristo.

            Conhecemos diversas denominações de irmãos santificados e venerados por adeptos e que fazem da sua vida espelhos destes Santos. Este titulo concedido pela Igreja de Roma não passa de uma simples condecoração vaidosa do mundo material, pois diante do senhor todos somos iguais, com nossos erros, defeitos, pecados, receberemos a misericórdia de conduzirmos nossa vida na estrada do mestre. Não há titulo que diferencie um irmão do outro.

            No cotidiano material e mesmo espiritual visualizamos e nos deparamos com anjos transvestidos de humildes servos que servem ao próximo com tamanha doação que esses títulos se perdem pela sua estrada pura. Há muitos irmãos não somente ligados as doutrinações religiosas que entregam sua vida aos ensinamentos do Mestre, muitos não são conhecedores de uma parábola do grande código divino, mas que segue com muita dedicação e obediência os principais ensinamentos, praticando o bem, o amor e a caridade. São os caminhos verdadeiros da salvação.

            Dr. Bezerra de Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário