segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Não há porta nem fronteira no Reino de Deus



            Somos o projeto bem sucedido de nosso Criador, somos perfeitos na mais elevada ordem e desejo do Maior. Nascemos perfeitos, sem qualquer defeito. Após sermos criados somos preparados a progredir, assim como uma semente que plantamos e desejamos vê-la crescer e dar os frutos tão desejados.

            Cada ser há um longo histórico em sua existência, o espirito não é perecível como o nosso corpo material, apenas mudamos a roupagem para poder viver novas experiências e atingirmos a perfeição do ser.

            O mundo material no entender de muitos irmãos é impossível atingir esta perfeição, podemos até em certo modo creditar um ponto a esta afirmativa, mas todos podemos sim atingir esta perfeição, basta querer. Mas como assim? O planeta Terra é um mundo de provas e expiações, onde o teste nos será provado na integra do nosso limite, em todas circunstancias da convivência com as adversidades principalmente entre o bem e o mal.

            Este teste, dito de fogo, é que nos credenciará a caminhar rumo ao Reino de Deus na sua eterna misericórdia, muitas idas e vindas entre os dois mundos serão de necessidade obrigatória para exatamente purificar nosso ser.

            O mistério de nosso Pai passa nossa existência por estas etapas, como também viver em outros mundos ao qual totalmente desconhecemos, ao proposito de atingir o auge da purificação e da perfeição.

            O Reino de nosso Pai não há fronteiras, cercas, seguranças, não há qualquer impedimento para se aproximar desta esfera altamente superior e feliz, quem deseja esta caminhando a esta circunstancias devemos começar neste instante, ao contratar para nossa eternidade o passaporte do amor e da segurança de ser bom em todos os sentidos da vitoriosa encarnação ao qual nos será confiada.

            Quem desiste de lutar pela própria evolução estará tardando em mais algum longo período a sua evolução e a oportunidade de avançar rumo à presença do Pai.  Isto vale para todos os seres encarnados e desencarnados, como todas as formas vitais e existenciais. Então, conduza-se.

            Dr. Bezerra de Menezes


           

           

             

Nenhum comentário:

Postar um comentário