quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Mudanças climáticas, nós estamos nos matando


Como todos sabem batalhamos em buscas das melhorias materiais e mesmo espirituais, é um direito de cada um de nós. Não há nada de errado querer ter uma vida confortável, segura, desde que os princípios de Deus esteja no coração de cada um e em especial, nossa atenção voltada ao nosso semelhante.

Hoje vamos abordar um tema que esta no cotidiano de todos, as mudanças climáticas. Dentro de nossos estudos históricos, vimos uma grande transformação do clima no decorrer dos séculos. A quem devemos creditar essa mudança cada dia mais afrontosa a nossa humanidade? Infelizmente o único responsável somos nós, humanos.

Ao longo das décadas acompanhamos o homem desrespeitando a natureza de uma forma veemente. O homem desrespeita a natureza que lhe da o oxigênio para sobreviver, a terra para plantar, os frutos para alimentar, a água para se fortalecer, a sombra para se proteger, os animais para lhe ensinar o desprendimento e as justiça, a luz solar para ver as belezas da criação celestial, as flores que mostra que a beleza pode esta desde a pequena criatura o mais magnânimo ser.

Somos testemunhas do desmatamento das florestas, queimadas, tráfico de animais, poluição das águas que lhe da o sustento, desperdícios dos alimentos, uma grande agressão a natureza, tudo que ela oferece lhe é desperdiçado de todas a formas mais violentas que alguém possa praticar.

A resposta da natureza é visível, grandes fenômenos capazes em segundo destruir todas as realizações humanas, em nome de um progresso.  Progresso esse que afeta a vida de todos nós. À pouco tempo um congresso mundial reunia chefes de todas as nações a fim de discutir as mudanças climáticas do planeta. Após usurparem praticamente todos os recursos naturais e vendo a preocupação com futuro, resolveram reavaliar suas ações.

Atualmente, se falam do desenvolvimento sustentável, uma pequena voz enfim se engrandece, quando no auge da exploração e violência contra os recursos naturais, poucos defendiam e quase todos se levantavam contra. A luta desses pequenos enfim fortalece em atenção especial do planeta. Enfim, descobriram que estamos morrendo a cada dia por falta desses recursos. Nunca é tarde para reconhecer e refazer novamente, mas quanto tempo será necessário para recuperar um pouco desses essenciais recursos vital perdido.

Por isso não desanimem irmãos, plante uma árvore em sua casa, uma planta, conserve as águas, não desperdice, ame os animais e aprendam com ele o valor da vida, valorize a agradeça tudo isso que Deus nos proporciona. Cada um fazendo sua parte, quem sabe salvamos a tempo à vida de nossos herdeiros do planeta.


Dr Bezerra de Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário