quinta-feira, 24 de maio de 2012

REINO DO CÉU esta ao alcance de todos.


...
O homem ao longo da sua existência almeja entrar no reino do céu e esta junto com Cristo ao lado do Pai, um desejo possível para qualquer ser, mas difícil. Pode parecer essa colocação aos olhos de muitos impossível, uma utopia, quem acredita nesta vertente é porque não tem o coração e a caminhada pronto para alcançar o norte da salvação, mas o criador em sua infinita misericórdia acredita que podemos mudar, e esta ao seu lado.

Para alcançar o sonhado Reino, devemos conquistá-lo começando pelo nosso coração e nossas atitudes , salvando nossa existência na pratica para com o próximo. Para alcançarmos nossa caminhada rumo a salvação eterna, primeiro passo é esquecer de nós e pensar no seu semelhante. Ora, agora mesmo dissestes que para ter a salvação começamos por nós e agora diz que para alcançar a salvação, devo me esquecer e pensar no próximo, não é incoerente? Quando afirmo que para alcançar o reino, devemos começar por nós e para isso devemos nos esquecer e pensar no semelhante, é porque, cuidar de nós é muito fácil, nos tolerar é fácil, difícil mesmo é se preocupar com nosso semelhante com  as diferenças e fazendo de cada um o instrumento de paz,  quem acha que devemos nos preocupar somente com próprio bem estar, na verdade esta cometendo um ato de egoísmo e não sendo coerente para com as lições do nosso pai e do mandamento maior do Nazareno, amai uns aos outros como a si mesmo. A maior prova de amor à humanidade foi dada pelo Cristo, que morreu em nossa salvação, foi humilhado, agredido, zombado, morto e sepultado, e aos seus algozes, pediu o perdão àqueles que não conheciam o propósito do criador. 

Assim somos quase todos, vemos somente o bem estar egoístico, raramente pensamos que podemos ser melhor olhando pelos nossos irmãos , amando o em toda sua plenitude, quando digo amar não é demonstração somente de afeto e sim de todas as atitudes de auxilio, seja na alegria e principalmente na tristeza, na palavra confortadora, na presteza das dificuldades, usando dos seus ensinamentos e conhecimentos instrumento de perpetuação, olhando para um animal que caminha à sua própria sorte, com fome e frio, dando lhe a atenção que daria a um humano, as plantas que oferece  a fonte da vida, os rios que nos oferece o alimento para a sobrevivência, os frutos das nossas arvores que alimentam o bem mais sagrado do homem, a vida.

Colocar dentro de nossos corações vestígios de amor, de compaixão, de tolerância, de desprendimento, interesse ao próximo, caminhando como Cristo nos instruiu através das suas palavras e ações, estaremos caminhando para alcançar a perfeita oferenda, a mais pavimentada estrada da salvação, rumo ao Reino de nosso pai amado.  Engana-se que essa estrada terá somente beleza, haverá muito mais provações, na dor, no sofrimento, em situações que colocaram nossa fé em xeque, como a injustiça que achamos que vamos sofrer, em muitas situações encontraremos atalhos crendo ser o melhor a fazer, e a forma mais rápida de alcançar o reino, em primeiro plano os atalhos oferecerem um conforto  ilusório, superficial, lembre-se de Cristo no deserto durante 40 dias e 40 noites, sendo atentado pelo maligno que oferecia bens vazios, mas o filho do homem soube expulsa-lo, crendo na providencia e designos do pai. As tentações que nos consomem, e sempre nos obriga a retornar à estrada para novamente recomeçar a caminhada, devem ser expulsas como fez Jesus das nossas existências. 

Podemos alcançar o Reino de Deus, basta colocar os ingredientes necessário em nossas vidas e prestar atenção para não nos perdemos na ilusão do mal, pode-se parecer difícil, impossível, mas onde esta a fé em Deus que sempre dissestes ter?
...

Nenhum comentário:

Postar um comentário